sábado, 24 de fevereiro de 2018

Quanto tóxicas são as redes sociais?

Confesso que nunca fui grande viciada em redes sociais, raramente sigo modas e as poucas que sigo de momento devem-se somente à minha busca de informação na área vegan e macrobiótica porque na verdade presto muito pouca atenção para além disso.

O único local onde continuo a fazer registos diários é mesmo aqui no blog dado os seus mais de 10 anos de existência, a minha afinidade para com ele e em como já se tornou um local de entretenimento até para as minhas filhas, é o nosso diário online onde recordamos algumas das coisas que fizemos ou dissemos.
Sim "algumas", porque nem 1/10 das nossas vidas passam para o domínio público.


Mas até que ponto as outras pessoas conseguem ter uma relação saudável com estes espaços ou deixam simplesmente dominar-se pela toxicidade que eles transmitem pelo que os outros publicam? 
Onde nos deparamos diariamente com pessoas perfeitas, vidas perfeitas repletas de felicidade, casamentos perfeitos, filhos perfeitos, empregos de sonho e realização profissional...
Não, isso não existe!
Existe somente a opção de passarmos para o exterior apenas o que queremos e ninguém passa os maus momentos porque ninguém quer que os outros nos vejam na mó de baixo.

Posso publicar hoje uma foto com um sorriso espetacular e parecer uma top model quando na verdade estou quase há 2 semanas encerrada em casa com uma infeção pulmonar que me mete a vomitar, a sofrer todos os efeitos secundários da medicação e a roçar o estado depressivo. 
Quando é que uma foto diz o que vai cá dentro?

Confesso que sou muito seletiva com os que me seguem e quem sigo, quando sinto que algo me afeta simplesmente retiro sem olhar ao laço que nos liga.

Hoje em dia já muito se lê sobre "detox digitais" e acho que começam a fazer muito sentido tendo em conta a sociedade viciada em que vivemos.

Vivam mais fora da rede;
Definam objectivos e façam de tudo para os alcançar;
Vivam o momento fora da lente de uma câmara;
Esqueçam os likes e os seguidores;
Orgulhem-se de vocês próprios fora das redes sociais;
Convivam e sintam o verdadeiro calor humano;
Conversem fora da tela de um computador;
Amem mais e sintam mais.

Sem comentários: