sábado, 3 de junho de 2017

Raios partam as miúdas - parte 589

Sábado à tarde, depois da limpeza toda feita, roupa lavada, uma fornada de pão cozida e preparava-me para o banho dos Deus... e ela não parava de cantar...
- Joana, cala-te!
(continuava a cantar)
- Joana, cala-te por amor de Deus!
- Mas mãe porquê??
- Cantas mal miúda, mal que se farta...
(Ela armada em carpideira)
- Ó mãe, não se diz isso da própria filha, és má mãe...

Deus daí-me paciência só!

Sem comentários: