quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Carta aberta a Alex Vantrue

Alex, o meu muito obrigado por tornares as minhas viagens de carro em família um autêntico concerto a várias vozes e em "repeat".
Já lá vão os doces tempos em que uma criança dormia, outra refletia sobre a vida, enquanto eu também conseguia refletir e perder-me nos meus pensamentos com algum tipo de música como som de fundo interrompida por breves comentários sobre a vida, paisagem e as vacas.



Desde Maria Leal a Lady Gaga, passando por Dina, Marco Paulo e Clemente literalmente fui obrigada a decorar as letras todas porque cheguei a ouvir 10 vezes numa só viagem.
Mas não penses que denigro o teu trabalho, muito pelo contrário, só mesmo tu para me fazeres meter como toque de telemóvel os Dialectos de Ternura.
Para quando mais versões com músicas do Festival da Eurovisão da Canção? Como "Chamar a Música" ou "Não sejas mau para mim"?


Sem comentários: