sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Eu balo, tu bales, ela bale



Por si só a Aurea já me irrita só de abrir a boca, mas esta música é capaz de fazer brotar de mim demónios.
Eu venho da aldeia, nascida e criada, lá as ovelhas balem com muito mais ritmo, sentimento e menos capacidade de irritar alguém (eu).


Sem comentários: