quinta-feira, 30 de abril de 2015

Review: Colour b4 Extra

Correm por aí rumores que sabotei a participação de uma criança de 8 anos num lançamento de papagaios.
Aqui confesso publicamente que eu só meti as mãos ao papagaio "home made" uma única vez... para a dita criança ter ido avisar a realização que estava fora da corrida porque "a mãe partiu o papagaio!"

Com receio das represálias resolvi recorrer ao disfarce e usei, já pela 2.ª vez, este produto espetacular que é o Colour B4 Extra que se vende em grande parte dos supermercados.


Apesar de ficar sempre com o cabelo em degradé (inverso ao da moda atual) devido ao uso continuado de tintas (principalmente mais escuras de há uns meses) tem vindo a aclarar cada vez mais o meu cabelo.
Tornou-se num produto que não tenho qualquer receio de usar uma vez que me deixa o cabelo brilhante e macio e a cor final fica sempre apresentável para aguentar o tempo necessário até poder voltar a pintar com a coloração normal.

Agora numa versão ruiva perto de si!

terça-feira, 28 de abril de 2015

08/2015




Autora: Susanne Collins
Pontuação: 5*

"Depois de no primeiro volume Katniss se oferecer para substituir a irmã mais nova nos Jogos da Fome, que têm como lema «matar ou morrer», contra todas as expectativas, não só Katniss Everdeen venceu os Jogos da Fome, como pela primeira vez na história desta competição dois tributos conseguiram sair da arena com vida. Os dois jovens Katniss e Peeta tornaram-se agora os rostos de uma rebelião que nunca esteve nos seus planos. E o Capitólio não olhará a meios para se vingar… Um ritmo constante de adrenalina numa obra que promete tornar-se uma das leituras mais viciantes do ano." em wook.pt


Reler passados quase 2 anos sabe tão bem...

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Rescaldo de uma festa de anos

6 anos!

Como se comemora o 6.º aniversário? 
Muito fácil: para começar cai-se por causa da brincadeira e bate-se com a cara no puxador da porta da casa-de-banho. Está feita a base para todas as fotografias que se poderão vir a tirar.


Depois o resto é só festa..









A autora das fotos, a Senhora Joana Prista.
Cérebro pensante este, que para além das fotos, teve a observação mais inteligente do fim-semana todo.
Enquanto empilhava pratos sujos e garrafas de cerveja vazias berrou:

"Ó mãe, quando eu fizer anos nem um bolo com velas quero, está bem?"

Seja feita a tua vontade...

sábado, 25 de abril de 2015

[[Hot]]

Com esta idade é que estou a virar uma brasa...



Mais uma semana a arder em febre...

domingo, 19 de abril de 2015

Louvar ao domingo - 16.º

Enquanto lêem isto eu devo estar a arrancar os cabelos na festa de anos da Beatriz.
Não é por nada mas desejo estar numa praia e pode ser este moço como companhia...

Jai Courtney

Acho que ele me ia proteger para toda a vida.

A coisa boa a louvar é podermos sonhar!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

07/2015


Autora: Susanne Collins
Pontuação: 5*

"Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica." em wook.pt


Reler passados quase 2 anos sabe tão bem...

terça-feira, 14 de abril de 2015

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Novas paixões

Como "dosha vata" que se preze, e sem grandes testes para averiguar porque encaixo que nem uma luva no perfil, sou a menina assídua de todas as aulas.


Ao fim de algum treino a primeira posição é uma das minhas preferidas: a árvore.

domingo, 12 de abril de 2015

Louvar ao domingo - 15.º

Trabalho!

Ter efetivamente um emprego, estabilidade, algo que gostamos e nos completa.
No stress e corrida do dia-a-dia esquecemos-nos de agradecer o que temos e que damos por garantido.
Quando paro e escuto o que me rodeia tomo consciência do quanto sou abençoada por ter o "meu trabalho", o que grande parte dos que me rodeiam não têm.

Por mais que reclame, barafuste, bufe, perca noites de sono e horas de fim-semana de volta daquilo... simplesmente é a minha essência porque adoro o que faço.
Adoro as pessoas com que tenho o prazer de trabalhar e espero poder estar com elas por muitos e longos anos.

Pode ser até os elevadores começarem a andar para os lados...

sexta-feira, 10 de abril de 2015

[[ OMG ]]

Conversa de mãe e filha.

Eu - "Joana, como ficou combinado o ano passado, este ano dispensamos a festa de anos com os cromos que já conheces e escolhes um sítio onde ir."
(resposta mais rápida que o Lucky Luck)
Joana - "Algarve!"
(eu em silêncio a olhar para ela e à espera de desenvolvimentos... e em choque. O Portugal dos Pequenitos teria sido bem mais perto)
Joana - "O que é isso?"

Prontos, este ano vamos festejar os 9 anos da moça mais velha em plenas terras algarvias, quem consegue dizer que não a isto?

quinta-feira, 9 de abril de 2015

06/2015



Autora: Paulo Coelho
Pontuação: 4*

"Diário de Um Mago conta a história da viagem de Paulo Coelho pelo lendário caminho de Santiago de Compostela em busca de uma sabedoria ancestral. Foi uma viagem que transformou a sua vida para sempre e que inaugurou uma excepcional carreira como escritor. O Diário de Um Mago revela-nos o caminho para a sabedoria que habita no interior de todos nós." em wook.pt

Mais um livro que deu direito a encher o meu caderno de anotações, não pela sua história que achei vagamente ligeira demais para um assunto que poderia ser mais intenso, mas pelos exercícios aí ensinados.
Iniciante nestas andanças fiquei particularmente fascinada pelo exercício da semente e do enterrado vivo que estão na minha lista de exercícios a fazer.
O sopro de RAM já pratico há uns tempos e achei engraçado ler sobre algo que pratico.
Aconselho vivamente a todos os que querem ir mais além.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Lunch time

O que consigo fazer em 1h30...
- ir às compras;
- almoçar;
- ler;
- ouvir muito Spotify;
- apanhar sol no banco de jardim (a minha fotossíntese);
- trabalhar;
- destruir o local de trabalho dos outros colegas...

terça-feira, 7 de abril de 2015

Para marcar o coração

Gatos, gatinhos, gatões!





Um marcador de página a pedido especial que já fez olho invejoso cá por casa.
Aqui testado no livro mais adequado da minha biblioteca.
Disponível na Loja Online do Cantinho dos Miaus.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Vícios


20 anos depois há vícios que ainda não perdi.
Sapatilhas All Star creme continuam a fazer parte do meu guarda-roupa do dia-a-dia.

domingo, 5 de abril de 2015

Louvar ao domingo - 14.º



Pequenos vícios em "repeat".
A minha música do momento depois de ter revisto todos os filmes no fim-semana prolongado e desejosa para ver o último desta saga que me arrebatou.

"Are you, are you

Coming to the tree
They strung up a man
They say who murdered three."

sábado, 4 de abril de 2015

Filmografia: pelo nome próprio




Título: Foster (O menino de Ouro)
Ano: 2011
Género: Drama / Comédia / Família
Duração: 90 min.
Realização: 
Jonathan Newman
Intérpretes: Toni ColletteIoan GruffuddMaurice Cole
Ratings: 6.8/10

"Depois da morte de seu filho, um casal Alec e Zooey  decide adotar uma criança e vão visitar um orfanato. Enquanto eles tentam se ajustar à nova vida, um dia um garoto de 7 anos chamado Eli aparece inesperadamente na sua porta, trazendo consigo muitas alegrias." retirado de Adoro Cinema

Para mim... (3 estrelas)
Porque cada vez menos acreditamos em anjos? 
Pequenos anjos que mudam a nossa vida, disfarçados das mais variadas coisas, que nos ajudam a suportar a vida nos momentos de desalento e nos pregam os pés ao chão quando andamos nas nuvens.




Título: Diana
Ano: 2013
Género: Drama / biografia / romance
Duração: 113 min.
Realização: 
Oliver Hirschbiegel
Intérpretes: Naomi WattsNaveen AndrewsCas Anvar
Ratings: 5.5/10

"Prestes a se divorciar de Charles, a princesa Diana divide seu tempo entre a solidão da vida no palácio em que vive e os compromissos que possui com diversas entidades beneficentes. Um dia, ao saber que um amigo foi operado às pressas, ela vai até o hospital em que está internado e lá conhece o doutor Hasnat Khan . Diana logo fica encantada pelo fato dele não a tratar como uma princesa, apesar de saber quem ela é. Não demora muito para que iniciem um relacionamento, mantido às escondidas devido ao desejo de Hasnat em ter uma vida reservada." retirado de Adoro Cinema

Para mim... (5 estrelas)
Se tivesse que escolher uma pessoa famosa a quem eu alguma vez tivesse dedicado toda a minha atenção e fascínio escolheria a Princesa Diana.
Parece que foi ontem que acordei e vejo a chocante noticia da sua morte na televisão, ainda hoje não consigo acreditar.
Apesar de este filme/biografia não ter sido aprovado pela família, a história dramática e sentimental dos últimos dias da Princesa revela muitos aspetos da sua vida que eu desconhecia.



Título: Carrie
Ano: 2013
Género: Drama / horror / romance
Duração: 100 min.
Realização: 
Kimberly Peirce
Intérpretes: Chloë Grace MoretzJulianne MooreGabriella Wilde 
Ratings: 6.0/10

"Carietta White sempre foi oprimida pela sua mãe, Margaret , uma fanática religiosa. Além dos maus tratos em casa, Carrie também sofre com o abuso dos colegas de escola, que nunca compreenderam sua aparência nem seu comportamento. Ridicularizada por todos, aos poucos ela descobre que possui estranhos poderes telecinéticos, que se manifestam com força total durante sua festa de formatura." retirado de Adoro Cinema

Para mim... (4 estrelas)
Uma lacuna na minha cultura cinematográfica, eu fã de terror nunca ter visto nenhuma versão de Carrie.
Aqui com a minha doce e bela Chloë.


Título: Don Jon
Ano: 2013
Género: Comédia / horror / romance
Duração: 100 min.
Realização: 
Joseph Gordon-Levitt
Intérpretes: Joseph Gordon-LevittScarlett JohanssonJulianne Moore
Ratings: 6.6/10

"Jon Martello dá importância a poucas coisas na vida: o seu corpo, o seu espaço, o seu bólide, a sua família, a sua igreja, a sua malta e claro, as suas mulheres. Os amigos até o tratam por Don Jon pelo sucesso que tem em conseguir conquistar mulheres de categoria Top "10" todos os fins-de-semana. No entanto, nem mesmo os seus melhores casos amorosos se podem comparar à enorme satisfação que sente quando está sozinho em frente ao computador a ver pornografia. Insatisfeito, Don Jon embarca numa jornada na procura de uma vida sexual mais gratificante, mas acaba por aprender maiores lições de vida e amor através do relacionamento com duas mulheres muito diferentes." retirado de Cinema.Sapo

Para mim... (1 estrela)
Depois existem aqueles que nos arrependemos de começar a vir logo ao fim de 15 minutos, mas somos corajosos e por honra à nossa decisão vemos até ao fim.
Decididamente antes 50/50 ou os Vingadores 20 vezes cada por fim-semana que repetir a ver este filme.
Não é de todo o meu estilo, demasiado machista para a minha educação feminista.


quinta-feira, 2 de abril de 2015

Grandes males merecem remédios diferentes

Ao fim de já 3 anos de uma luta contra o fantasma de ter uma grande probabilidade de desenvolver cancro da mama dei mais um pequeno passo.
Farta de exames de rotina, medicamentos que me mudam os humores e enfraquecem o corpo e resultados positivos têm sido nenhuns, há muito que cheguei a uma encruzilhada.
Medicina convencional e não convencional defendem teorias diferentes e por mais que eu estude o assunto as terapias não convencionais têm ganho cada vez mais o meu partido.
Tendo já feito auriculoterapia há uns anos com excelentes resultados, mudei a alimentação e sanei pequenos problemas, iniciei a prática de meditação e sou yogini afincada desde este ano, acalmei o espírito e aclarei as ideias mas sinto que ainda não é o suficiente.



Apesar do meu conhecido pavor por agulhas ganhei coragem e comecei hoje tratamentos de acupuntura.
Custou muito menos que o medo que eu levava disfarçado pela ansiedade.
Agora envergo 2 lindíssimos pensos nas orelhas que funcionam muito como auriculoterapia e daqui a 1 mês/4 sessões já se fará um relatório dos resultados.
O novo programa envolve a eliminação definitiva de mais alguns alimentos (que por acaso já tinha sido sugerido pela naturopata) como o leite (mesmo sem lactose) e o glúten, exercício físico afincado, dormir melhor e lutar contra a minha essência de "speed".