quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Mais um fim, o começo de um novo início

Nostalgia de fim de ano é o que lhe podemos chamar, aquele aperto por mais um ano passar e revermos 365 dias que correram e tanto ficou por dizer/fazer mas que muito mais foi feito/dito.

Não posso dizer que termino 2014 mais feliz do que comecei, seria contradizer a minha alma, acabo o ano de asa ferida e a remar contra a maré.

2014 foi um ano de muitas mudanças, umas boas outras más, muita gente entrou e saiu da minha vida deixando marcas profundas que só o tempo conseguirá acalmar.

Termino ciente que nunca devemos de nos abandonar para correr atrás de bens/pessoas negligenciando-nos, colocando tudo antes de nós. Deixando nós mesmo de existir, deixando o fogo extinguir-se aos poucos até que só uma trémula chama sobrevive. Fraca, periclitante...

2014 ensinou-me muito, que não precisava de tanto para ser feliz, que já o era antes.
Ensinou-me que sou sensível e uma esponja aos sentimentos dos outros, embebi as suas alegrias, tristezas, raivas, ansiedades durante meses a fio. Vivi-as mais que eles.
Ensinou-me que a paz encontra-se dentro de mim, sempre esteve, que não preciso de ter medo de lhe dar a mão.
Ensinou-me que existe um outro eu, mais espiritual que esteve sempre ali e eu nunca lhe tinha dado oportunidade.
Ensinou-me que devo agradecer o simples facto de respirar, de poder sentir o meu corpo, de poder dizer o amor que sinto, poder ajoelhar-me perante a Mãe Terra e agradecer por me ter criado.

Para 2015 desejo somente que a saúde esteja do meu lado, que tenha paz de espírito para continuar a lutar e decidir tudo o que ficou pendente deste ano que termina, desejo que a chama do meu coração se inflame e volte a aquecer o resto do meu corpo.
Porque mais nada preciso...





o último de 2014 - 17/14


Nome: As cinco pessoas que encontramos no céu
Autora: Mitch Albom
Pontuação: 5*

"Eddie é um veterano da Segunda Guerra Mundial que sente que a sua vida não tem qualquer sentido nem importância e lamenta o facto de não ter vivido mais intensamente. No dia do seu 83º aniversário, morre num acidente trágico ao salvar a vida de uma criança. A última coisa que sente é duas mãozinhas a segurar as suas - e depois o silêncio. É então que tudo começa. Eddie desperta no Céu. À sua espera estão cinco pessoas que, de uma forma ou outra, determinaram o percurso da sua vida. Através delas, vai descobrir as ligações invisíveis que constituíram o padrão da sua vida. Será que passou 83 anos insignificantes na Terra? Ou teria a sua vida tido afinal algum sentido?" em wook.pt

Lido pela 2.ª vez com um espaçamento de anos, acredito que "agora" foi o momento certo para compreender a sua mensagem.
Uma história sobre o valor da vida humana e o quanto as nossas vidas estão interligadas sem nos apercebermos.

"...que cada pessoa afecta outra pessoa e essa outra afecta outra ainda, e que o mundo está cheio de histórias, mas as histórias são todas uma só."

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

The last day


Interdita ao último mergulho do ano, troquei-o por um banho de sol e um livro.
A companhia de sempre!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

16/14


Nome: Caçadores de Sombras: A cidade dos Anjos Caídos
Autora: Cassandra Clare
Pontuação: 4*


"A Guerra Mortal acabou e Clary Fray está de regresso a casa, em Nova Iorque, entusiasmada com o que o futuro lhe reserva. Está em treino para se tornar uma Caçadora de Sombras e saber usar o seu poder único e a mãe casar-se com o amor da sua vida. 
Os Habitantes-do-Mundo-à-Parte e os Caçadores de Sombras estão, finalmente, em paz. E, acima de tudo, Clary já pode chamar «namorado» a Jace.
Mas tudo tem um preço. 
Anda alguém a assassinar os Caçadores de Sombras que pertenciam ao círculo de Valentine, provocando tensões entre os Habitantes-do-Mundo-à-Parte e os Caçadores de Sombras, o que pode levar a uma segunda guerra sangrenta. O melhor amigo de Clary, Simon, não pode ajudá-la. Descubra o porquê."em wook.pt



"O amor que move o sol e todas as outras estrelas,
Um amor capaz de queimar o mundo e de o ressuscitar em glória"



sábado, 27 de dezembro de 2014

Procuram-se malucas

Ela: -"Quando é que vais pintar o cabelo?"
Eu: - "Hoje, porquê?"
Ela: -"Vê lá se tiras essa cor estranha, castanho ou preto ou o raio, e metes uma cor mais normal como vermelho!"
Eu (pokerface)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Bolachinhas de Natal

As prendas de Natal "home made" foram com o alto patrocínio dos açucares "Sidul".







"Semeia para depois colheres" foi sempre o que me ensinaram.
Quero ver quem é que vai partilhar o produto final comigo!!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Agenda do dia de hoje: jantar de Natal



E escrevi um discurso!
Trabalhar numa empresa no ramos dos elevadores e lidar todos os dias com homens tem coisas maravilhosas.
Somos tratadas que nem umas rainhas :)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Crescer é...

Passar a dormir quase mais 1h todos os dias porque elas decidiram que não precisam da ajuda de ninguém de manhã.
Quando eu me levanto passam elas por mim já prontas para sair de casa...


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Prendinhas para o Natal

Mais uma encomenda pronta mesmo a tempo do Natal.
Eu e os Zé Gotinha...






E vai uma bolsinha com muito amor e carinho para os documentos da Marta.
Para a bebé Marta o meu amor e carinho em cada pontinho...

domingo, 14 de dezembro de 2014

Previsão do dia de hoje

Após a perda de um membro da família felina, foram 6 anos de partilha de vida a dor instalou-se cá dentro.

E hoje o meu signo vaticina:

"Talvez sinta vontade de fugir da realidade quotidiana e refugiar-se num mundo próprio. O devaneio também pode vir à tona sob a forma de uma evasão mais radical da realidade. Caso sinta que precisa a todo custo evitar a labuta do quotidiano, o mais indicado é praticar meditação."


Hoje vou retomar a prática do workshop que fiz à dias, meditação.
Sim, porque entrei numa espiral descontrolada do meu ser que direcionei-me para a tentativa de cura pela via espiritual como a meditação, mindfulness e em vias de ingressar no yoga por tempo indeterminado.

Há pessoas que entram na nossa vida e ficam, há pessoas que entram na nossa vida e logo desaparecem... muitas deixam marcas e foi uma dessas marcas que me fez ver o mundo de uma maneira mais espiritual.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

15/14


Nome: Agora fico bem ("Antes de eu morrer" título original)
Autora: Jenny Downham
Pontuação: 5*


"O livro começa com um desejo. Nada muito complicado. Tessa, a jovem a quem restam apenas alguns meses de vida, quer ter relações sexuais antes de morrer. E quer também conduzir "às escondidas", experimentar drogas, roubar coisas de uma loja... viver o tempo que resta!
Cumprir cada item da lista das 10 coisas a fazer antes de morrer torna-se assim a única ambição de Tessa perante o seu imutável destino.
Agora fico Bem é por isso um romance brilhante, comovente mas curiosamente cheio de vida. E mesmo partindo de um tema doloroso, passado com leveza e doçura, é um texto verdadeiro e tocante, sem ser piegas." em wook.pt



♥ 
Eu tenho um lado, que não sei o quanto ele é dominante, que me impele para filmes/livros que retratem o cancro.
Mas que ao fim e ao cabo mantêm acesa a chama em mim que tenho que "viver cada dia, amar cada minuto".

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Acabar o ano assim...


Terminar o ano com uma das inquilinas doente cancerígena em fase terminal e outra internada com insuficiência renal crónica e com pouca probabilidade de recuperar.
2014 foi um ano muito atribulado!