terça-feira, 16 de setembro de 2014

Mais um "primeiro" de muitos

Hoje foi o primeiro dia oficial de aulas e coube-me a mim a árdua tarefa das primeiras duas semanas de aulas.
Ao deixar a Joana sentadinha na sua mesa da sala de aula confesso que saí com os olhos marejados de lágrimas...
Não estou a ficar lamechas e ela não ficou a chorar com toda a certeza.
Mas há situações/sensações que só pais de crianças adotadas conseguem sentir/percecionar, tal como outras que os pais de sangue experimentam e que eu nunca hei-de perceber.
Mas partilharmos a nossa vida com outro ser com um passado totalmente diferente do nosso e que se nos entrega de corpo e alma faz com que as suas marcas se tornem nossas.
Hoje não chorei de tristeza, nem de saudade... chorei simplesmente porque cumpri um sonho de uma menina de 8 anos que nunca pediu um telemóvel ou uma playstation, simplesmente pedia uma vida nova bem longe da antiga.

Hoje foi um dia em que senti que cumpri mais uma parte desta minha caminhada pela terra!


3 comentários:

Rosa Santos disse...

Deixar um filho na escola pela primeira vez é algo que emociona em qualquer idade, no vosso caso ainda mais.

Há coisas, como tu dizes, que só conseguimos compreender na sua essência quando as vivemos.

Admiro-vos muito, a ti e ao Hugo, pelo vosso acto de coragem e, acima de tudo, de amor. São pessoas incríveis e com essas duas meninas lindas e os vossos amigos felinos formam uma família extraordinária. Muitas felicidades a todos.

Gabriela... disse...

8 gatos, 2 crianças e 2 adultos!
Tenho uma família do caraças!!

Pintoreska disse...

Conheço-te tão pouco...mas admiro.te tanto!!! Felizes os que lutam pela mudança deste mundo tantas vezes quadrado!