quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Mais um fim, o começo de um novo início

Nostalgia de fim de ano é o que lhe podemos chamar, aquele aperto por mais um ano passar e revermos 365 dias que correram e tanto ficou por dizer/fazer mas que muito mais foi feito/dito.

Não posso dizer que termino 2014 mais feliz do que comecei, seria contradizer a minha alma, acabo o ano de asa ferida e a remar contra a maré.

2014 foi um ano de muitas mudanças, umas boas outras más, muita gente entrou e saiu da minha vida deixando marcas profundas que só o tempo conseguirá acalmar.

Termino ciente que nunca devemos de nos abandonar para correr atrás de bens/pessoas negligenciando-nos, colocando tudo antes de nós. Deixando nós mesmo de existir, deixando o fogo extinguir-se aos poucos até que só uma trémula chama sobrevive. Fraca, periclitante...

2014 ensinou-me muito, que não precisava de tanto para ser feliz, que já o era antes.
Ensinou-me que sou sensível e uma esponja aos sentimentos dos outros, embebi as suas alegrias, tristezas, raivas, ansiedades durante meses a fio. Vivi-as mais que eles.
Ensinou-me que a paz encontra-se dentro de mim, sempre esteve, que não preciso de ter medo de lhe dar a mão.
Ensinou-me que existe um outro eu, mais espiritual que esteve sempre ali e eu nunca lhe tinha dado oportunidade.
Ensinou-me que devo agradecer o simples facto de respirar, de poder sentir o meu corpo, de poder dizer o amor que sinto, poder ajoelhar-me perante a Mãe Terra e agradecer por me ter criado.

Para 2015 desejo somente que a saúde esteja do meu lado, que tenha paz de espírito para continuar a lutar e decidir tudo o que ficou pendente deste ano que termina, desejo que a chama do meu coração se inflame e volte a aquecer o resto do meu corpo.
Porque mais nada preciso...





o último de 2014 - 17/14


Nome: As cinco pessoas que encontramos no céu
Autora: Mitch Albom
Pontuação: 5*

"Eddie é um veterano da Segunda Guerra Mundial que sente que a sua vida não tem qualquer sentido nem importância e lamenta o facto de não ter vivido mais intensamente. No dia do seu 83º aniversário, morre num acidente trágico ao salvar a vida de uma criança. A última coisa que sente é duas mãozinhas a segurar as suas - e depois o silêncio. É então que tudo começa. Eddie desperta no Céu. À sua espera estão cinco pessoas que, de uma forma ou outra, determinaram o percurso da sua vida. Através delas, vai descobrir as ligações invisíveis que constituíram o padrão da sua vida. Será que passou 83 anos insignificantes na Terra? Ou teria a sua vida tido afinal algum sentido?" em wook.pt

Lido pela 2.ª vez com um espaçamento de anos, acredito que "agora" foi o momento certo para compreender a sua mensagem.
Uma história sobre o valor da vida humana e o quanto as nossas vidas estão interligadas sem nos apercebermos.

"...que cada pessoa afecta outra pessoa e essa outra afecta outra ainda, e que o mundo está cheio de histórias, mas as histórias são todas uma só."

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

The last day


Interdita ao último mergulho do ano, troquei-o por um banho de sol e um livro.
A companhia de sempre!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

16/14


Nome: Caçadores de Sombras: A cidade dos Anjos Caídos
Autora: Cassandra Clare
Pontuação: 4*


"A Guerra Mortal acabou e Clary Fray está de regresso a casa, em Nova Iorque, entusiasmada com o que o futuro lhe reserva. Está em treino para se tornar uma Caçadora de Sombras e saber usar o seu poder único e a mãe casar-se com o amor da sua vida. 
Os Habitantes-do-Mundo-à-Parte e os Caçadores de Sombras estão, finalmente, em paz. E, acima de tudo, Clary já pode chamar «namorado» a Jace.
Mas tudo tem um preço. 
Anda alguém a assassinar os Caçadores de Sombras que pertenciam ao círculo de Valentine, provocando tensões entre os Habitantes-do-Mundo-à-Parte e os Caçadores de Sombras, o que pode levar a uma segunda guerra sangrenta. O melhor amigo de Clary, Simon, não pode ajudá-la. Descubra o porquê."em wook.pt



"O amor que move o sol e todas as outras estrelas,
Um amor capaz de queimar o mundo e de o ressuscitar em glória"



sábado, 27 de dezembro de 2014

Procuram-se malucas

Ela: -"Quando é que vais pintar o cabelo?"
Eu: - "Hoje, porquê?"
Ela: -"Vê lá se tiras essa cor estranha, castanho ou preto ou o raio, e metes uma cor mais normal como vermelho!"
Eu (pokerface)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Bolachinhas de Natal

As prendas de Natal "home made" foram com o alto patrocínio dos açucares "Sidul".







"Semeia para depois colheres" foi sempre o que me ensinaram.
Quero ver quem é que vai partilhar o produto final comigo!!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Agenda do dia de hoje: jantar de Natal



E escrevi um discurso!
Trabalhar numa empresa no ramos dos elevadores e lidar todos os dias com homens tem coisas maravilhosas.
Somos tratadas que nem umas rainhas :)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Crescer é...

Passar a dormir quase mais 1h todos os dias porque elas decidiram que não precisam da ajuda de ninguém de manhã.
Quando eu me levanto passam elas por mim já prontas para sair de casa...


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Prendinhas para o Natal

Mais uma encomenda pronta mesmo a tempo do Natal.
Eu e os Zé Gotinha...






E vai uma bolsinha com muito amor e carinho para os documentos da Marta.
Para a bebé Marta o meu amor e carinho em cada pontinho...

domingo, 14 de dezembro de 2014

Previsão do dia de hoje

Após a perda de um membro da família felina, foram 6 anos de partilha de vida a dor instalou-se cá dentro.

E hoje o meu signo vaticina:

"Talvez sinta vontade de fugir da realidade quotidiana e refugiar-se num mundo próprio. O devaneio também pode vir à tona sob a forma de uma evasão mais radical da realidade. Caso sinta que precisa a todo custo evitar a labuta do quotidiano, o mais indicado é praticar meditação."


Hoje vou retomar a prática do workshop que fiz à dias, meditação.
Sim, porque entrei numa espiral descontrolada do meu ser que direcionei-me para a tentativa de cura pela via espiritual como a meditação, mindfulness e em vias de ingressar no yoga por tempo indeterminado.

Há pessoas que entram na nossa vida e ficam, há pessoas que entram na nossa vida e logo desaparecem... muitas deixam marcas e foi uma dessas marcas que me fez ver o mundo de uma maneira mais espiritual.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

15/14


Nome: Agora fico bem ("Antes de eu morrer" título original)
Autora: Jenny Downham
Pontuação: 5*


"O livro começa com um desejo. Nada muito complicado. Tessa, a jovem a quem restam apenas alguns meses de vida, quer ter relações sexuais antes de morrer. E quer também conduzir "às escondidas", experimentar drogas, roubar coisas de uma loja... viver o tempo que resta!
Cumprir cada item da lista das 10 coisas a fazer antes de morrer torna-se assim a única ambição de Tessa perante o seu imutável destino.
Agora fico Bem é por isso um romance brilhante, comovente mas curiosamente cheio de vida. E mesmo partindo de um tema doloroso, passado com leveza e doçura, é um texto verdadeiro e tocante, sem ser piegas." em wook.pt



♥ 
Eu tenho um lado, que não sei o quanto ele é dominante, que me impele para filmes/livros que retratem o cancro.
Mas que ao fim e ao cabo mantêm acesa a chama em mim que tenho que "viver cada dia, amar cada minuto".

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Acabar o ano assim...


Terminar o ano com uma das inquilinas doente cancerígena em fase terminal e outra internada com insuficiência renal crónica e com pouca probabilidade de recuperar.
2014 foi um ano muito atribulado!

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Tu não pertences à família

Trabalho de casa da Beatriz um dia destes: coração da família.
Fotos de nós todos, muitos corações cor-de-rosa e estrelinhas e em toda a lateral escrito: Família Prista.
A Joana constata:
"- Oh mãe, tu não devias estar no nosso coração!"

Reflito sobre o assunto e concluo que tem toda a razão.
Eu não pertenço a esta família!


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Some days, some sadness

Tem dias que o meu local de trabalho parece um autêntico campo de guerra, com a única diferença de não haver sangue.
E eu ando pelo meio dos destroços sentindo demais o sofrimento dos outros e levando o sofrimento deles como meu.
Ando sobre os destroços ligeira, como uma boneca de porcelana que a qualquer momento se pode partir.
Nunca pensei chegar a um ponto da minha vida em que me senti-se tão frágil...

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Filmografia



Título: Golpada Americana
Ano: 2013
Género: Crime / Drama
Duração: 138 min.
Realização: 
David O. Russell
Intérpretes: Christian BaleAmy AdamsBradley Cooper
Ratings: 7.4/10

"Situado no fascinante mundo de um dos escândalos mais impressionantes que abalou os EUA, Golpada Americana é uma ficção sobre a história do brilhante vigarista Irving Rosenfeld, que em conjunto com a igualmente astuta e sedutora Sydney Prosser se vê  forçado a trabalhar para Richie DiMaso, um alucinado agente do FBI. DiMaso empurra-os para o mundo vigarista e mafioso de Jersey que tem tanto de perigoso quanto de aliciante. Carmine Polito, é um apaixonado e volátil político de Jersey que acaba envolvido nesse universo de polícias e vigaristas. E Rosalyn, a imprevisível mulher de Irving, poderá ser aquela a puxar o fio que fará todo este mundo desabar." retirado de cinema.sapo.pt

Para mim... (3 estrelas)
Dos melhores elencos que um diretor poderia arranjar, apesar de a aposta dele em juntar Bradley Cooper e Jennifer Lawrence só tenha resultado em "Guia para um final feliz" mas já a estrear brevemente outra aposta com esta dupla em "Serena".
Quanto a este filme não foi particularmente do meu gosto, previsível a nível de acção e a roçar o aborrecido.
75 nomeações para Oscares, 76 prémios e 136 nomeações para outros tantos.



Título: Austenlândia
Ano: 2013
Género: Comédia / romance
Duração: 97 min.
Realização: J
erusha Hess
Intérpretes: Keri RussellJJ FeildJennifer Coolidge
Ratings: 6.3/10

"Jane Hayes é uma nova-iorquina de trinta e poucos anos que aparentemente não consegue ter sorte na sua vida amorosa. Não que isso pareça incomodá-la, já que nenhum homem poderá alguma vez sobrepor-se à sua obsessão secreta por Mr. Darcy, tal como foi encarnado por Colin Firth na adaptação da BBC de Orgulho e Preconceito. Quando uma tia-avó lhe deixa em testamento umas férias em Pembrook Park, um lugar que proporciona a admiradores de Jane Austen a oportunidade de viverem durante algumas semanas como se estivessem em 1816, os seus sonhos parecem bastante perto de se tornarem realidade. Mas conseguirá a ilusão estar também à altura das suas expectativas?" retirado de wook.pt

Para mim... (4 estrelas)
Fã em modo crescente dos romances de Jane Austen descobri este filme por um mero acaso do destino, não saiu nos cinemas em Portugal.
Uma adaptação do livro de Shannon Hale ao cinema, "orgulho e preconceito" dos tempos modernos com laivos de 1816 e um pouco de "Stifler's Mom" à mistura só para apimentar um pouco as coisas.




segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Música à segunda



"A cappella" no seu mais alto nível!
Este brilhante grupo nasceu da 3.ª temporada do programa "The sing-off" nos EUA, desde aí partem corações.
Existem rumores da sua participação no 2.º filme "Pitch Perfect", o que será sem sombra de dúvidas a melhor aposta neste mundo um pouco incompreendido e desconhecido de "a cappella".

domingo, 16 de novembro de 2014

Gift

As prendas aqui de casa continuam a ser de fabrico nacional.






Esta foi para a avó paterna, um porta-fotografias de parede com as nossas lindas carinhas.
Em EVA, ligações com ilhoses e correntes e decorado com estrelinhas e lacinhos.
Aproximadamente 1,5m de comprimento...

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Circo de Horrores

Na piscina para além das várias obrigações que temos (andar de chinelos, usar touca, não apresentar feridas...) sugiro mais uma pequena regra:

- Deverá ser retirada toda a maquilhagem para poder utilizar as instalações.

É que aquilo tem dias que parece um circo de horrores porque as "madames" insistem em ir maquilhadas para a água.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A zelar pela duração da minha vida

O marido deu-me uns destes para eu gozar ainda mais o Spotify enquanto durmo...



É que assim ele consegue ver que estou de auscultadores e evita-se mais uma situação chata de eu acordar às 4h da madruga a ser estrangulada pelo cabo.

domingo, 9 de novembro de 2014

[[ CHANGES ]]

Quando pensava que o meu ano não podia mudar mais confirma-se que nunca devo dar tudo como certo.
Ao fim de 4 anos de indecisão lá fui fazer o teste das intolerâncias alimentares e se chorei? Chorei!
Para além de um desequilibro geral do organismo tenho intolerância a mais alimentos do que pensava que seria possível.

Hoje, depois do choque, estou na fase de conformação e a partir de amanhã será o início da derradeira mudança.

Como é que vou tirar os bolos de pastelaria da minha vida?


quinta-feira, 6 de novembro de 2014

14/14




Nome: Orgulho e Preconceito
Autora: Jane Austen
Pontuação: 5*

"Orgulho e Preconceito é o romance mais conhecido de Jane Austen. Embora o universo que retrata seja circunscrito - a sociedade inglesa rural da época -, graças ao génio de Austen o seu apelo mantém-se intacto. É uma história de amor poderosa, entre Elizabeth Bennet, a filha de espírito vivo e independente de um pequeno proprietário rural, e Mr. Darcy, um aristocrata altivo da mais antiga linhagem. Mas é também uma deliciosa comédia social, à qual estão subjacentes temáticas mais profundas. A sua atmosfera é iluminada por uma jovialidade contagiante, por uma variedade de personagens e vozes que tornam o enredo vibrante e constantemente agitado pelo elemento surpresa, pela genialidade da inteligência e da ironia de Austen. A presente edição de Orgulho e Preconceito conta com uma tradução de grande qualidade." em wook.pt





♥ 
Vou ali ver o filme pela 107º vez, simplesmente divinal. 

Das leituras que mais aconselho. Seguem-se "Persuasão" e "Sensibilidade e Bom Senso".

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Ás vezes

Rio-me e choro, nem sei o que realmente sinto.
Raiva?
Tristeza?
Estupidez?

Ou será simplesmente a revolta à tanto predestinada?
A minha previsão astral para esta altura do ano previa:

"Este poderá ser um período bastante desanimador. Suas energias vitais entrarão na maior baixa dos últimos vinte e nove anos, podendo fazê-la sentir-se incapaz de enfrentar as adversidades que muitas vezes acompanham este trânsito." (provado letra por letra, felizmente este período está no seu terminus)

E começou este:

"É bem possível que este trânsito represente a chegada de alguém que exerça em sua vida o papel de guia ou mestre em sua busca de conhecimento." (porque é que sinto que esta pessoa já chegou e já está de partida?)




Ás vezes não sei o que queres e eu digo ok,
Ás vezes não sei o que faço e tu está bem,
Ás vezes fazes de propósito eu sei,
Uma vez não são vezes e eu não digo a ninguém...

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Quando for grande quero ser uma gatinha.... miauuuuu

Mais uma encomenda pronta muito antes do Carnaval, desta para um desfile do Caloiro.
Uma Hello Kitty que só precisava era de uma máscara.

Inspirada nesta:




Mas em tamanho XXL :)



Feita à medida e com um lachinho da cor do curso.
Desejo tudo de bom à minha gatinha e que o futuro lhe sorria!

domingo, 2 de novembro de 2014

Ser ou não ser

Qual é que é a questão mesmo?
É que há dias que nem ser nem não ser...

Assim começaram mais 4 meses de tratamento e já virei cliente conhecida do Centro Hospitalar (sabem o meu nome).
Lá haverá algo mais assustador?


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Música à segunda



Completamente apaixonada pela melodia, pela voz do Sam Smith.
Uma música comovente no início de mais 15 dias difíceis por casa.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Dias


Sinto que cada dia que passa estou cada vez mais sozinha.
Tem dias que acordo e apetece-me abraçar as pessoas mas contenho-me, tem alturas que até me apetece beijá-las mas não o faço.
A nossa sociedade não vê com muitos bons olhos estas demonstrações de afeto.


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

13/14


Nome: A colónia do Diabo
Autora: James Rollins
Pontuação: 4*

"Ao fundo das Montanhas Rochosas, a terrível descoberta de centenas de corpos mumificados desperta a atenção internacional e provoca uma acesa controvérsia. Apesar das dúvidas quanto à origem desses corpos, a comissão local da Herança Nativa Americana reivindica os restos mortais pré-históricos, assim como os estranhos artefactos encontrados na mesma gruta: placas de ouro gravadas com uma escrita desconhecida. No decorrer de uma manifestação no local da escavação, uma antropóloga tem uma morte horrível e é reduzida a cinzas numa violenta explosão à vista das câmaras de televisão. 

Todas as provas apontam para um grupo radical de nativos americanos, do qual faz parte uma jovem militante que consegue escapar com algumas dessas valiosas placas. Perseguida, ela pede ajuda à única pessoa que poderá ajudá-la: o seu tio, Painter Crowe, diretor da Força Sigma. Para ajudar a sobrinha e descobrir a verdade, Painter dá início a uma guerra entre as mais poderosas agências de espionagem do país. Surge contudo uma ameaça ainda maior quando uma assustadora reação em cadeia nas Montanhas Rochosas provoca uma catástrofe geológica que põe em perigo a metade ocidental dos E.U.A.


Painter Crowe une forças com o comandante Gray Pierce para desvendar os segredos de uma sombria cabala que manipula a história americana desde a fundação das treze colónias. Mas conseguirá Painter descobrir a verdade - e causar a queda de governos - antes que tudo o que lhe é caro seja destruído?" em wook.pt



Excelente história apesar de ser um misto de histórias interligadas e muito vezes confusas!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

domingo, 12 de outubro de 2014

Valha-me a albarda

Depois de me ter tornado fã e fiel seguidora da Sam & Cat, comecei a somar 2+2 e nunca mais consegui ouvir esta música da mesma maneira...



Eu sei que elas têm que começar por algum lado...


sábado, 11 de outubro de 2014

Teorias

"- Mãe esta comida está espetacular. Mãe, tu fazes comida mesmo boa!"
(eu desconfio sempre do excesso de elogios vindo de quem quer que seja)
"- Olha onde está o teu saco do lanche?"
"- Ó mãe, sabes eu não tinha fome (e depois e tal e coisa) não comi o lanche!"

Já aprendeu que comigo não vai lá com elogios.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Calcanhar de Aquiles

Costuma ser sempre o nosso mais guardado segredo, aquele que evitamos que se saiba.
Aquele pequeno pormenor que nos faz baixar as barreiras.
O meu pai sabe o meu... chama-se Vinho do Porto!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Filmografia

O pior e a maior desilusão do ano...


Título: Inatividade Paranormal
Ano: 2013
Género: Comédia
Duração: 86 min.
Realização:
Michael Tiddes
Intérpretes:  Marlon Wayans, Essence Atkins, Marlene Forte
Ratings: 5.0/10
"O casal Malcolm e Keisha muda-se para a casa dos seus sonhos – mas não demora até que ambos descubram que mais alguém mora por lá também. Trata-se, no caso, de um demônio que possui a esposa de Malcolm e transforma a vida sexual deles num inferno. Entra em cena, então, um grupo de caçadores de fantasmas para  ajudar a limpar o ambiente. Dos produtores de “A Branquelas” e “Todo Mundo em Pânico”." retirado de MegaFilmes 


Para mim... (-1 estrelas)
Num dia em que não tinha nada para fazer, só preguiça para mudar de canal.
Muito pior do que ainda podia esperar, sem dúvida o pior do ano.




Título: Lucy
Ano: 2014
Género: Ação / Fição / Aventura
Duração: 89 min.
Realização: 
Luc Besson
Intérpretes:  Scarlett Johansson, Morgan Freeman, Min-sik Choi
Ratings: 6.6/10


"Quando a inocente jovem Lucy (Scarlett Johansson) aceita transportar drogas dentro do seu estômago, ela não conhece muito bem os riscos que corre. Por acaso, ela acaba absorvendo as drogas, e um efeito inesperado acontece: Lucy ganha poderes sobre-humanos, incluindo a telecinesia, a ausência de dor e a capacidade de adquirir conhecimento instantaneamente." retirado de Adoro Cinema


Para mim... (1 estrela)
Para quem não sabe existe um "Top 10" dos trailers que são melhores que os filmes, para mim este era um dos filmes que devia lá constar.
Desde o primeiro minuto que entrei na sala desejei ter comprado bilhetes mas era para os "Guardiões da Galáxia".

terça-feira, 7 de outubro de 2014

[[[ karma's a bitch ]]]

Tive que mudar de óculos e tenho que andar a fazer sessões de terapia aos olhos (tenho a vistinha preguiçosa).
Há dias em que me levanto e só me pergunto: "Mas não há mais merda nenhuma paranormal que não me aconteça?"

Agora deve ter sido o choque para muita gente: ela que já foi surda afinal também usa óculos!

Culpem os meus pais... é tudo somente culpa deles.


domingo, 5 de outubro de 2014

Encomendas...

Oito longos anos depois de ter criado o "Cantinho dos Miaus" ter encomendas entre mãos ainda continua a fazer parte dos meus dias.
Apesar de agora se remeter a um passatempo dá sempre gosto fazer algo a pedido e ao jeitinho de alguém.

Agora ando de volta de uma destas...



sexta-feira, 3 de outubro de 2014

"Houston we have a problem" para não variar

Como lidar com uma pré-adolescente de 8 anos?
Manual, precisa-se.
(Acho que vai ser desta que vou perceber o que a minha mãe sempre se queixou do karma que passou comigo).

Arranjamos-lhe quase na estreia...


Reclamou, reclamou!

Eu fiquei com bichos carpinteiros e pulgas em sítios estranhos, meti-a a ver isto...


Foi o êxtase!
Desde soundtrack, personagens, história ao ponto de já ter pedido para ver uma 2.ª vez.
Para grande desgosto do marido já ando a prepará-la para uma apresentação ao mundo Twilight e toda uma via láctea de filmes de fição "fofinha"!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Boas notícias

"Quem maltratar animais já pode ir preso"

Que a partir de agora se faça a devida justiça à tanto esperada pelos que não têm voz, pena que uma lei destas tenha demorado tanto tempo a sair.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Mania da perseguição

Filha: "- Ó mãe tu quando atendes o telefone pareces uma pessoa diferente..."
Eu (cara de choque como se tivesse a ver um fantasma)
Filha: "- A tua voz fica diferente e falas diferente!"

Mas porque raio as pessoas me dizem isto?
Porquê?

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

De pequenino é que se torce o pepino




Eu tenho um problema grave com criaturas como a Fada dos Dentes, o Pai Natal e o Coelhinho de Páscoa... cá em casa este pessoal pseudo-mítico não entra.
Posto isto a Joana teve que fazer a caixinha para guardar os dentes dela, que desde a altura da foto até hoje já acrescentou mais um à coleção.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

12/2014




Nome: Nómada
Autora: Stephenie Meyer
Pontuação: 5*

"Melanie Stryder recusa-se a desaparecer. 
O nosso Mundo foi invadido por um inimigo invisível. Os Humanos estão a ser transformados em hospedeiros destes invasores, com as suas mentes expurgadas, enquanto o corpo permanece igual e a vida prossegue sem qualquer mudança aparente. A maior parte da Humanidade não consegue resistir. 
Quando Melanie, um dos poucos Humanos «indomáveis», é capturada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Nómada, a Alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, foi avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, excesso de sentidos, recordações demasiado presentes. Mas existe uma dificuldade com que Nómada não conta: o anterior dono do corpo combate a posse da sua mente. 
Nómada esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada - Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos do seu corpo, Nómada começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão delatar. No momento em que um inimigo comum transforma Nómada e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida do homem que amam." em wook.pt



Filme ou livro?
Tenho que dar a mão à palmatória e escolher o filme neste caso.
O livro é fantástico mas o filme tem o seu "quê" de especial, desde atores a toda a encenação.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Estudo avançado de psicologia infantil

Ou o impacto da música portuguesa na criança.

Escolhi ao acaso uma "playlist" de música pop portuguesa, a Beatriz (5 anos) adormeceu mal começou esta:



"Todos lá para trás" de Pedro Abrunhosa & Comité Caviar

E acordou naturalmente quando começou esta:



"Bo tem mel" de Nelson Freitas


Conclusão: há gerações que nasceram geneticamente marafadas!!

domingo, 21 de setembro de 2014

1 semana

Após uma semana completa em casa a servir de taxista das "madames" posso referir que ainda não cometi o pecado do suicídio mas para tal não deve faltar muito.
Uma semana bastou para eu já ter sentido uma necessidade absurda de rever a saga Twilight toda e está a crescer em mim um desejo enorme de ler os livros todos...



Alguém tem cianeto?

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Shiuuuu...

A minha descoberta da semana que me fez parar e ouvir no mais puro silêncio.
Abençoado Spotify!




The Offspring - "All I have left is you"

"I’ll be the one, spin me around
Lifting you up, and holding me down
Inside a storm is raging, it blows up in your eyes
Inside a heart is breaking, rivers running dry

I could run, I could hide
When I’m crashing down who’s the one who saves me?
Oh, intertwined, wrap around me with your thorns

And we’re holding on when
There’s nothing left to hold on to
So don’t tell me when it’s gone
Cause’ all I have left is you ..."



quinta-feira, 18 de setembro de 2014

[[ solidariedade ]]

O 2.º dente da Joana na calha para sair, o Hugo mandava-a abrir a boca, a Joana chorava e berrava, a Bia olhava calada para todo o processo de remoção do dente e eu dedicava-me à cozinha porque sangue não é mesmo a minha onda.
Volta e meia a Bia resolveu intervir:
"- Ó pai deixa a Joana em paz que eu já estou quase a chorar também!"

até eu já estava meio a choramingar também...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Hope

Prestes a iniciar a minha 4.ª tatuagem, desvendo a minha 3.ª que habita comigo escondida de grande parte do mundo.


Em honra de toda a minha família que morreu com cancro da mama, em especial à minha prima.
Não há dia que não pense nela, nas suas últimas palavras para comigo e que o cancro levou antes de feito 30 anos.
Esperança!
Acho que é a esperança que me faz ser a pessoa que sou todos os dias da minha vida e acreditar que o amanhã será um dia ainda melhor. 

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Mais um "primeiro" de muitos

Hoje foi o primeiro dia oficial de aulas e coube-me a mim a árdua tarefa das primeiras duas semanas de aulas.
Ao deixar a Joana sentadinha na sua mesa da sala de aula confesso que saí com os olhos marejados de lágrimas...
Não estou a ficar lamechas e ela não ficou a chorar com toda a certeza.
Mas há situações/sensações que só pais de crianças adotadas conseguem sentir/percecionar, tal como outras que os pais de sangue experimentam e que eu nunca hei-de perceber.
Mas partilharmos a nossa vida com outro ser com um passado totalmente diferente do nosso e que se nos entrega de corpo e alma faz com que as suas marcas se tornem nossas.
Hoje não chorei de tristeza, nem de saudade... chorei simplesmente porque cumpri um sonho de uma menina de 8 anos que nunca pediu um telemóvel ou uma playstation, simplesmente pedia uma vida nova bem longe da antiga.

Hoje foi um dia em que senti que cumpri mais uma parte desta minha caminhada pela terra!