segunda-feira, 30 de setembro de 2013

I'm back?

Sinceramente andei lampejante nestes últimos dias.
Completamente afastada de tudo e de todos, passei 2 semanas em casa com tempo demais para pensar no que cá dentro muda a cada dia que passa.
Este meu canto andou periclitante, de um lado o que me tem feito afastar-me dele e do outro o que me liga... um fio prateado viscoso, humano ou simplesmente vivo que o tornou uma parte de mim.
Decidi que apesar de tudo o que muda/eu mudo, vou por aqui continuar.
E que por mais que se sintam felizes por acharem que doente, incapacitada, debilitada eu serei menos feliz?
Que frase passo eu a vida a repetir?
Tudo na vida depende da perspectiva com que olharmos para ela...
15 dias em casa doente, começando com uma alergia que nada fazia efeito até uma ida ao hospital com uma costela que se deslocou sem a minha autorização e me mandou para casa com uma "nevralgia intracostal" (eu até tive que anotar de tão lindo que o nome era).
No final?
Foram das melhores férias que tive para descansar, nunca me senti tão calma e cheia de vontade de abraçar um trabalho que adoro.



Talvez mais uma prova que o que não nos mata nos torna mais fortes.


domingo, 15 de setembro de 2013

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Teorias do "povinho"

Eu tento acreditar que o "povinho" consegue ir um pouco mais além do que isto, que são pensadores o suficiente para não dar o óbvio como dado adquirido e simplesmente considerar a possibilidade como outro caminho.
Eu tento interiorizar que talvez seja pela minha idade, por ter uma vida e relação estável que seja bombardeada por conclusões tão... vá chame-mos-lhe absurdas.

Comento que estou a ser seguida por um ginecologista: Estás a tentar engravidar?
Vou fazer vários exames hormonais e outros mais aprofundados: A senhora está grávida?
Ando a vomitar pelos cantos e passo os dias com cara de enjoada: Vem aí bebé?

Ora eu posso estar a sofrer de uma doença gravíssima, em estado terminal e mesmo assim o povinho só lhe discorre para a procriação e trazer mais crias a este mundo, que não sei se já repararam está em crise?
Por acaso é doença, mas ainda não é gravíssima nem terminal, mas se por acaso tiver que ser operada de certeza que "vou para o hospital para parir o rebento".

Haja pachorra!

terça-feira, 10 de setembro de 2013

De volta ao jogo do hipopótamo

Quase 1 mês e meio depois voltei de novo à piscina e se me pedissem para escolher qual a atividade que eu goste mais de fazer: nadar!
Podem-me considerar anti-social mas nada me dá mais paz e prazer que mergulhar na água sem conhecer ninguém que me rodeia e passar 30/40 minutos simplesmente absorvida nos meus pensamentos e sonhos.
Sim, porque sonhar acordada é um dos meus passatempos favoritos!

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Competition_swimming_pool_block.jpg
Aos poucos e poucos espero que a rotina volte porque tem dias que a minha vida parece um verdadeiro parque de diversões!

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Música à segunda



Para começar a semana o video clip polémico do momento!
Serei das poucas pessoas que ache que a "Hanna Montana" tem todo o direito de crescer e passar para um registo completamente diferente?
Adorei a música e o clip.

Boa semana!

domingo, 8 de setembro de 2013

Weeding day



Ontem um casamento na praia, lindo!
Mais um vestido a somar à minha coleção e pássaros a prender o cabelo!
Eu e o gajo nunca nos sentimos seres humanos tão brilhantes quando deitámos a cabeça na almofada e hoje ainda estamos com umas certas dificuldades em nos vermos livres de tanto brilho!
Isto merece música de fundo (ponto final)

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

5 dias / 5 saias

Ao 5.º dia acobardei-me e devido ao frio que sentia fui de calças...

Normalmente ao fim de uns dias sem dormir quase nada encarno um ser que não sou eu e um bocado a caminhar para o medroso!

Mas depois acho que consigo fazer 5 dias de calções...

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

5 dias / 5 saias



Tenho um apelo fascinante e ameaçadoramente grave pela cor preta, recentemente decidi que iria começar um programa de desintoxicação e confesso que melhorei imensamente, já consigo passar dias sem usar uma única peça de vestuário preta e tenho evitado comprar.
Mas continua a ser a que faz os conjuntos que mais gosto.


Aqui com uma saia da Zara com vincos e que foi em muito subida a bainha, uma top aberto nas costas oferecido por quem já não usava e a minha compra louca deste verão.. sandálias super altas com laços pretos às bolinhas brancas.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

5 dias / 5 saias

Calor, muito calor e um dia de passeio a pé pela cidade!


Saia dada por quem já não usava e que era um vestido e foi transformado em saia, top da Stradivarius, sandálias de comércio tradicional.


terça-feira, 3 de setembro de 2013

5 dias / 5 saias

Bolas que diazinho o meu... ainda não parei de correr hoje.
Como prometido aqui vai o 2.º dia!


Então a saia é de tecido lisa da La Redoute (sou cliente desde que me lembro), a camisa  foi uma oferta de alguém que já não queria, sandálias do comércio tradicional e hoje o cabelo ainda estava com mais mau feitio que já só deu bem atadinho!
Constatei que saias é algo escasso no meu roupeiro, ver se oriento para a semana toda... se fossem vestidos orientava ai para uns bons dias tendo em conta que ainda ontem encomendei outro!

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

5 dias / 5 saias

Como sugerido pela Sandra do blog Nobre Sonho, e uma vez que a boa disposição abunda novamente, aqui vai o meu desafio desta semana: 5 dias, 5 saias!


Top cor de laranja da Uscita em algodão já bem velhinho e que foi recentemente alterado, saia de ganga de cintura subida que acho ser da Stradivarius (não fosse eu arrancar as etiquetas a tudo), cinto e sandálias em camel de comércio tradicional.
Cabelo em dia de mau feitio!

Só hoje olhando para esta foto tive realmente noção o quão magra estou a ficar...

Música à segunda




"What else could the ocean be 
What else is the sea 
But a hundred million drops of water 

What else but a memory 
Of faded memories 
Was everything that came before you 

And I don't know 
Where we'll go 
Or where we're gonna be 
I don't know, much at all 
But when i think of you 
I do 

Roll the dice again to see 
The roads we choose to tread 
Then go whichever way you want to 

What else could I ever be 
But the man who lost his head 
And let his cold cold heart adore you 

And I don't know 
Where we'll go 
Or where we're gonna be 
I don't know, much at all 
But when i think of you 
I do 

I won't fight it anymore 
As we wash up on the shore 
I still love you 
I do 

What else could the ocean be 
What else is the sea 
But a hundred million drops of water"


Esta música faz parte do soundtrak do filme Lagoa Azul - o despertar, tocou-me especialmente tanto pela melodia como pela letra.
Uma excelente música para o início de semana em que a minha contagem decrescente para as férias começa...

domingo, 1 de setembro de 2013

(( poker face ))

Lista de profissões que eu nunca poderei ter: moça de recados!

Eu para ele: "Perguntaram por ti hoje quando saí?"
Ele: "Quem?"
(silêncio de minutos)
Eu: "Não me lembro..."