terça-feira, 9 de abril de 2013

Mudanças cansam (parte 2)

Mudanças são necessárias, é todo um processo de crescimento e toda uma metamorfose.
Existe quem seja reticente e outros que as abracem como se fossem alimento para a alma.
Mas nas mudanças muito se perde, um balanço entre o que se ganha e o que perdemos em que muitas vezes a balança pesa mais no que perdermos; perdemos pessoas, perdemos sentimentos, perdemos paixões, perdemos família...
Desde que me considero adulta que a mudança é um estado normal na minha vida, mudanças de paixão, mudanças de casa, mudanças de trabalho, mudanças de sítios, mudanças de hábitos.
Cresci, chorei, ri, perdi, ganhei.
Se colocar tudo na balança posso concluir que as minhas mudanças de agora são mais positivas, em que as perdas são quase mínimas e o ganho é surpreendente.
Mas no meio disto tudo perco amigos.

Não!

Amigos não se perdem...
Se não eram realmente amigos porque hei-de chorar por já não sermos uns para os outros o que éramos quando simplesmente mudámos algo?

Perdi amigos, sim foram as minhas únicas perdas que doem cá dentro no coração, mas ganhei toda uma possibilidade de concretizar sonhos!

Amigos não se perdem, é porque já não eram realmente amigos...



Sem comentários: