quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A mea culpa do destino

Desengane-se quem não acredita no destino,ele existe e está marcado desde o dia em que nascemos... eu acredito ainda mais: a nossa alma tem um destino a seguir desde os primórdios e que vai cumprindo a cada encarnação.
Esta semana eu andava com um novelo no peito, dois objectivos que se debatiam em mim, eu não sabia por qual decidir e isso estava a dar cabo de mim.
Tenho alturas que devia entregar mais as decisões ao destino porque acaba sempre por acontecer algo que decide tudo e desta vez assim o foi novamente.
Em escassos 5 segundos de raciocínio perante algo que o destino me apresentou resolvi o meu dilema.
Podem ter ficado a pensar que fui eu que perdi, desenganem-se novamente, eu ganhei... orgulho, porque agora primeiro estou eu e depois está o mundo!



Sem comentários: