quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A maldição de Natal

Na época de Natal há quem seja visitado pelos fantasmas do Passado, Presente e Futuro, eu cá não.
Sou visitada por algo bem mais terrível e que daria, sem sombra de dúvida, um filme muito melhor.
Ora estamos a 10 de Novembro, falta 1 mês e meio para o Natal e a minha maldição este ano deu ares da sua graça mais cedo.
Com certeza não estou aqui a falar de nada novo para quem me segue e está a par desta maldita praga que me assola sempre por esta altura do ano, há 4 anos para cá (podem ver aqui um lamiré do que tem sido).

Este ano a minha lista de desgraças já vai em crescimento:
  • bateria do portátil do trabalho foi-se, posso fazer-lhe um funeral digno (um dia de manhã liguei o portátil e a dita tinha tirado bilhete para o céu das baterias);
  • amanhã chega a minha máquina de lavar nova (a anterior torrou o painel principal);
  • e, existe uma multifunções lá no trabalho que começou esta semana a desenvolver problemas existências com a minha pessoa... vamos ver no que vai dar.
Analisando isto, e tendo em conta o meu vasto historial de derreter equipamento electrónicos nesta altura do ano , acham que seria relevante avisar a minha entidade patronal?

Uma colega é da opinião que não, ainda me arrisco a ser colocada numa mesa sem nada, a um canto, até que chegue o próximo ano.

Comigo é assim, a desgraça nunca se sente desamparada...



3 comentários:

Cláudia disse...

Lol este pai natal está o máximo!!!
Vê lá se alguém aí da empresa vê isto e te põe mesmo numa mesinha sozinha. ahahah

albana disse...

Gosto do teu pai Natal!!!

Bom fim de semana e não inventes mais maldições tá?

Rosa Santos disse...

LOL Não és a única, eu esta semana também queimei a placa do meu portátil e já vou no 3.º transformador. A brincadeira não me ficou nada barata!