segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Eu fui, eu vi





E sai da sala de cinema o mais desolada que se pode imaginar!
As 2h de filme foram pequenas para enfiarem tanta informação que têm a 1.ª parte do livro e que deixou um gosto a cenas cortadas e enredos por mostrar...
Não vou esquecer nos próximos tempos o meu sentimento, literal, de pânico ao caminhar para a saída e perguntar "Mas eu não ouvi a música da Christina Perri, ouviste?"
Dizer que estou desiludida não será bem o termo porque eu ainda sou persistente e já pedi aqui ao gajo para me arranjar o filme para eu analisar seriamente, sozinha, e poder finalmente assimilar tudo o que fizeram. Talvez ainda vá agravar mais a minha tristeza mas prontos.
Querem saber o porquê?
Eu passo a explicar: o vestido de noiva era horroroso, eu quero lá saber que tenha sido Carolina Herrera a criadora, era feio (os sapatos também eram feios)!
Os Cullen estavam todos feios, terá a epidemia de piolhos que eu vaticinei à uns tempos chegado lá e por isso terem cortado o cabelo a todos?
Sexo viste-o? Eu cá não!
Sempre pensei que tivessem realçado mais a grandiosidade da gravidez, a parte em Eduard comunicou com o bebé a primeira vez foi tão... nem sei explicar "de empurrão".

Respira fundo Gabriela.



Muitas coisas da minha vida neste momento deixaram de fazer sentido, os meus pins foram uma delas.
Ele não a trincou... ela foi mastigada literalmente!

1 comentário:

Isália disse...

é mesmo. gostei do filme, porque foi a sequência da história deles, no entanto, penso que o facto de ter lido o livro antes, fez com que imaginemos as coisas de outra forma. A musica da Christina Perri, tive agora a ver aqui umas cenas, e ouvi-a na cena em que eles saem para a lua de mel. Quero ver o filme outra vez para confirmar. Há muitas coisas que ficam nas entrelinhas, ficou muita coisa por entender. Gostei da traseira do vestido, da frente não, parece um fato de esgrima,os sapatos gostei, apesar de demasiado altos...A lua de mel, também gostava...ahahah ai se gostava