terça-feira, 2 de agosto de 2011

Em jeito de celebração

As pessoas festejam demais, celebram em excesso e com pompa e circunstância (ridículas) as efemeridades da vida.
Não sendo capazes sequer de ter consciência que o que realmente se devia celebrar lhes passa ao lado como a água de um rio que corre calma e silenciosa todos os dias.
Celebrem a vida, o amor, a família, dêem palavras de carinho aos que realmente amam, desejem e simplesmente façam!
Não se acomodem ao politicamente correcto e simplesmente façam o que querem e sejam realmente felizes.
Quando conseguirem atingir esse patamar aí sim verão o que realmente vale a pena celebrar na vida.

A vida são 2 dias e 1 já passou...

Sem comentários: