terça-feira, 5 de julho de 2011

A ignorância: um estado nobre

Sempre ouvi dizer que o ignorante é mais feliz, o excesso de conhecimento cria insatisfação.
Depois de hoje acredito piamente que a ignorância traz felicidade, agora que sou detentora da informação não posso deixar de me arrepiar e desejar que tivesse ficado na ignorância.
Contra todas as expectativas fui obrigada a ir a uma consulta assim a "modos" que de urgência ao dentista tudo por causa de um dente que parecia que ia cair.
Afinal é mais um daqueles casos em que abana e não cai... tudo porque falta lá o osso que supostamente o devia de segurar!
Ora estão a ver porque acho que a ignorância é maravilhosa? 
Eu dispensava saber, nesta altura do campeonato, que para além de um dente e uns kilos de carne deixei lá também um bocado do maxilar...

1 comentário:

Cenourit@ disse...

Por isso é que os nossos antepassados (avós, bisavós...) eram muito nais felizes...