sexta-feira, 1 de julho de 2011

"The chosen one"



Um filme nada ao estilo "Rob Schneider", para quem estaria à espera de uma comédia "pura e dura" depara-se com um calmo e "soft" filme moralista.
No geral gostei da história por enfatizar algo que defendo de unhas e dentes: as pequenas coisas que fazemos contam para um grande feito.
Um dia alguém disse-me que aquilo que eu fazia não contava para nada, eu sempre disse que pelo menos eu faço algo e esse algo faz parte de um feito tão grande que ultrapassa a nossa compreensão.
Ao estilo da frase que um bater de asas de uma borboleta aqui provoca um tufão no outro lado do mundo.
Atentem, as pequenas coisas que façam pelos outros ou para salvar este mundo, por mais pequenas que sejam são grandes!

1 comentário:

Cartas a Si disse...

Essa é também a minha opinião. As pequenas coisas fazem toda a diferença na nossa vida e na dos outros.

Quantas vezes um gesto simples da nossa parte significa imenso para outra pessoa e sem sabermos esse pequeno gesto foi uma ajuda imensa.

São também as pequenas coisas as que mais felizes nos fazem.

Deixaste-me curiosa, tenho ver o filme.

Um abraço