segunda-feira, 4 de abril de 2011

A ti, meu amor

Devias de pensar que eu deixava passar ao esquecido a tua bela acção deste fim-semana, que eu ignoraria a tua atitude.
Mas elas ficam cá gravadas e quando me pisam os calos, amigos viro o diabo!
Não te apanhei em flagrante foi a tua sorte porque se eu tivesse visto neste momento de certeza que a tua querida família te estava a fazer uma visita no hospital mais próximo.

Só para avisar que a antena que me roubaste do carro também já era ela roubada.
E como para filho da p*** só se lá vai com outro, aviso que vou roubar outra para substituição e espero ardente que acerte no teu carro.


Sempre ouvi dizer que "ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão" mas isso não invalida que eu ande com vontade de te dar nos cornos.


Escrito sobre os efeitos do SPM.

Sem comentários: