sábado, 30 de abril de 2011

Direito a expulsão

Passadas quase 2 semanas e melhoras de saúde tem dias (uns dia sim e uns dias não, onde é que já ouvi isto?) começo a achar que o meu corpo accionou uma acção de despejo à minha alma.
Mais uma noite sem dormir, madrugada a tentar comer e tomar a medicação, 1h depois não fez efeito e segui o protocolo e tomei mais, passado um bocado saiu tudo antes se quer de ser digerido... posto isto foram horas de dor para nada uma vez que os comprimidos todos foram parar à sanita.
Ora ainda passei pelas brasas embrulhada numa manta no chão da casa de banho... no caso de mais agonias e a prever a situação de não conseguir chegar a tempo.
Passei a manhã no sofá e a tarde aqui pelos cantos.

A poucos dias de fazer 31 anos acho que o meu corpo está a rejeitar a minha alma, devo ser mesmo má pessoa.
Já agora para os interessados em emagrecer: arranjem uma enxaqueca de longa duração. É tiro e queda!

Imagem retirada daqui.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Monotonia onde andas?

Comecei o dia como futura funcionária pública, 
a meio da tarde andei em negociações para ser futura  funcionária do privado 
e vou acabar o dia tal e qual como comecei.



Posto isto informo que a partir de 2.ª feira estou socialmente ocupada por tempo indeterminado...

Fora de ar!

O que já era inevitável aconteceu e ontem saiu de ar o meu antigo blog Páginas da Minha Vida!

Como sabem não sou muito agarrada ao que passado e não tinha qualquer significado para mim continuar exposto uma pequena fase da minha vida.
Um dia, inevitavelmente, este deixará de ter sentido e dará lugar a outro, ajustado às novas realidades que virão.




E, talvez, já não falte assim tanto tempo!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Uma pergunta

O que fariam se andassem na vossa vidinha normal pela rua, mais propriamente a sair da estação de correios, e um indivíduo começa-se a miar para vós?

Levavam a peito ou ignoravam?

Caminhei a passo de desportista a pensar: "Raio, será que me conhece de algum lado?"

terça-feira, 26 de abril de 2011

Did you miss me?

Of course not!

E ainda houveram engraçadinhas que me andaram a mandar mensagens a perguntar se eu tinha ido de férias sem avisar!
Nada disso, eu ir de férias se avisar? Claro que não! Estive ocupada demais desde o final da semana passada a tentar morrer... muito melhor que ir de férias.
Mas nem nisso sou bem sucedida e valeu-me uma ida às urgências, umas horitas a soro e andar a tomar uns comprimidos cor de rosa feitos a partir de uns extractos de morfina que mesmo assim não me tiram as dores.
Hoje finalmente consegui aguentar sem grande problema a comida cá dentro do estômago e fui fazer-me à vida e tratar das cenas todas que tinha pendentes. 
Depois de mais uma visita à farmácia preve-se que vá andar assim mais uns dias porque supostamente deveria ter atacado isto logo quando apareceu (na 2.ªfeira) e não ter esperado até sábado para ir ao médico.
Mas agora eu pergunto: Eu sou bruxa, é?

Estar em casa faz mal à saúde!!!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Eu e as fadas, as fadas e eu


Quanto mais me nego mais curiosidade provoco em mim própria.
Já acabei de ler o 1.º livro da história das fadas, confesso que as primeiras 20 páginas custaram a mastigar como o raio, mas depois em 2 dias não descansei enquanto não li o livro todo.
Afinal as fadas até são engraçadas!
Posto isto temos um livro em que as personagens principais são Aislinn (a humana que se transformou em fada) e Kennan (O Rei do Verão), por incrível que pareça não ficaram os 2 juntos no fim apesar de Ash ter aceite o convite dele e ser a sua Rainha de Verão, aceitou o cargo como um simples emprego e enrolou-se com um mortal (Seth, um humano deveras interessante).
Kennan, o corno da história, acabou agarrada à Rainha do Inverno (relação proibida uma vez que deviam ser quase inimigos).
Ora para quem enrolanços de humanos com vampiros não é nada de transcendente, este de uma fada com um humano não me surpreendeu.
Proponho aqui que transformem isto em filme o mais rápido possível porque o humano despertou a minha atenção e acho que quero encomendar um assim para mim. "Se fax favor!"

Se já sou gozada por gostar de vampiros, mais fada menos fada é na boa.
Só gostava de saber porque não gozam com que gosta do Senhor dos Anéis... aquilo tem Elfos que para mim são fadas com orelhas bicudas...

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Sinto que hoje perdi

Eu que não gosto de perder nem a feijões acho que o gajo hoje safou-me melhor que eu na sessão com a psicóloga.
Depois de sairmos e termos trocado umas ideias da entrevista individual que tivemos, fiquei com o sentimento que ficou lá registado que sou uma psicopata que acha que umas boas palmadas no momento certo são educação (ou pior, que sonho em espancar criancinhas).
O gajo não só conseguiu dar a volta, como omitiu (não mentiu) algumas cenas e eu simplesmente ataquei com outras perguntas para me conseguir safar das situações, mas não me safei de ser confrontada uma data de vezes com a mesma pergunta... que acabei por não responder. Mas ele, sem dúvida, saiu-se melhor!
Posto isto podemos resumir que as melhores coisas da nossa vida não foram nos termos conhecido nem termos casado (ora mais uma vez se prova que romantismos não é connosco) dado que cada um deu como exemplo da melhor coisa que lhe aconteceu na vida, ele o concerto dos AC/DC e eu trabalhar em algo que gostava.
Já a pior coisa das nossas vidas é mesmo a morte, dado que foi o que apresentamos os 2, a morte de um parente.

E juro a pés juntos que ele falou mal de mim e do meu mau-feitio quando a gaja lhe perguntou o que achava da minha pessoa.  Se eu descubro ateio-lhe o fogo ao carro!!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Harry Potter e os Talismãs da Morte - Parte I



Até ao fim.
Gostei dos filmes do Harry Potter desde o 1.º, que vi vezes sem conta (meninices minhas) e apesar de não ter visto os filmes mal sairam fizemos uma maratona e vimos os 6 há uns tempos.
Ontem vimos o último que saiu e digamos que me caiu tudo de desgosto.
Tentaram enfiar tanta coisa num só filme que quase que perdi o nexo à história e ao porquê das coisas.

Se o penúltimo filme da outra saga que sigo for tão mau como este preparem-se porque em Novembro vou ter uma depressão grave.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

História de um vestido de noiva

... e efeitos secundários do casamento.


Hoje fui levantar o meu vestido de noiva à lavandaria, acho que ao fim de quase 3 anos e meio seria já uma boa altura para o mandar lavar.
Acontecem coisas engraçadas quando se manda limpar um vestido deste tipo e que nos fazem pensar sobre a decisão que tomámos uns anos atrás e que nos fizeram enfiar em tal vestimenta.
Primeiro as pessoas têm uma convicção enraizada que é um tipo de vestido que não temos qualquer necessidade nesta altura do campeonato, ouvi uma piada da senhora da lavandaria quando perguntei sobre a data prevista para o poder ir levantar:
"- Também não vai precisar dele, por isso não há pressa!"
Ora não respondi porque se responde-se ia ser alvo de severos olhares de reprovação quando disse-se que ao fim de 3 anos e meio vou precisar do meu vestido! Dos sapatos, do colar, pulseira e dos brincos!
Já agora se andar por aí alguém que me empreste um saiote com armação agradecia.
Há coisas na vida de uma mulher que simplesmente não se conseguem explicar e por isso remeto-me ao silêncio da minha actual necessidade que o meu vestido de noiva esteja impecável!
Chegada a casa, e pela primeira vez neste tempo todo, voltei a vestir aquele conjunto de seda, tules e rendas e o raios que o partam e constatei que casar faz muito bem à saúde.

Estou mais magra, consistente e ganhei cintura! Arriscaria até dizer que tenho uns quase músculos na barriga...

(clicar para aumentar)
Let's "Trash the dress"

domingo, 17 de abril de 2011

I don´t like to be judged

(tem dias que os sentimentos e pensamentos soam melhor em inglês)

Não gosto, nem nunca gostei de ser julgada e na outra ponta o facto de também não gostar de ser adorada e venerada.
Tenho sentido nos últimos tempos que as pessoas andam a reagir comigo nestes dois extremos, no momento em que o que eu mais preciso é um meio-termo.
Nunca gostei de ser julgada pelas boas ou más decisões que tomei ou venha tomar e longe de mim ser adorada pela mesma razão das mesmas.
Mas quando tocamos em assuntos tão profundos como é uma adopção temos que estar preparados para estas duas situações e eu ainda estou a aprender.
Para mim, o simples facto de ter tomado uma decisão e estar preparada para o "bom" ou "mau" que daí advenha para mim, já é uma vitória.

A única coisa que é desejo não é julgamentos mas sim um simples apoio, será pedir assim tanto?

Não me interessa o que as pessoas acham de crianças com 10 anos ou da hepatite... simplesmente quero que deixem de "achar"!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Ser positiva é...

Ao fim de 2 meses desempregada não ter ficado louca.
(Ok, os livros de fadas estão a ser uma aventura, mas como diz a minha amiga Cláudia: "Gabriela, tens que alargar os horizontes!")
Passada a fase dos filmes, que digamos são tão efémeros como uma paixão de verão, passei para as séries e, ironicamente, ando a catalogar as séries como para : "desempregados de longa duração" e "desempregados de curta duração".
Comecei a ver a 1.ª temporada de "Glee".... freaky girl!!
Ora ser positiva é ao fim de 2 meses ainda estar confiante que isto vai durar pouco tempo.
Mau sinal era se eu tivesse decidido começar a ver os "Lost"...



quinta-feira, 14 de abril de 2011

PR1 GOI (corrigido e completo)



E assim fica a marca de um dia no meio da serra.
Mais uns km's!
Um grupo simplesmente fantástico... do melhor.

Aqui fica a para a posteridade a molha que o gajo me deu, mas cá se fazem cá se pagam e não aceito desculpas!

^the final countdown^



Já só falta mais 1 manhã a levantar às 7h da matina.
Depois podem voltar a fazer perguntas difíceis que a resposta vai voltar a ser fácil!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Mais recente aquisição

Esta semana fui levantar o mais recente livro que comprei e que (empolgada) ao ler a contra-capa deparo-me com as seguintes regras:

Regra #3
Não olhar para fadas invisíveis

Regra #2
Não falar com fadas invisíveis

Regra #1
Nunca chamar a atenção delas

Ora fiquei em estado de choque: "Comprei um livro que fala de fadas? Estou f*****!"

Quando encomendei a colecção (sim, vão ser 3 livros pelos vistos sobre fadas) a descrição dizia que era uma colecção que arrebatou os fãs de Twilight, Marcada e Sangue Fresco, claro que encomendei logo os 3!

Mas fadas...

terça-feira, 12 de abril de 2011

Back to reality

Depois de uns dias completamente "out" e ainda sem grande vontade de fazer o quer que seja deparo-me com um mundo que anda a rodar rápido demais para o que consigo acompanhar.
Sinto-me sem tempo, sem me poder mexer, totalmente impossibilitada de fazer tudo o que tenho em mente.
O tempo passa e eu sinto que cada vez mais tenho que me cumprir e que me estou a atrasar a mim própria.
Sinto-me como se estivesse a aproximar-se uma grande mudança que necessita de uma grande preparação e não estou a conseguir dar conta do recado....

sábado, 9 de abril de 2011

Posso...

Emigrar para o Pólo Norte?

Duvido que hajam por lá muitas pessoas, eu e os pinguins e as focas de certeza que nos iríamos dar muito bem ... hoje trocava as "pessoinhas" todas por um iglo e olhar para o nada.


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Comunicado Urgente!

A todas as pessoas que agora passam por mim e não me cumprimentam por não me conhecer.

Eu sei que grande parte de vós, por muitos ou poucos anos que me conheçam, sempre me viram de cabelo curto, preto ou com reflexos vermelhos e com uns kilogramas a mais.

Mas agora por eu ter cabelo comprido, estar loira e mais magra (com tudo no sítio basicamente) não estou assim tão diferente. Eu não fiz nenhuma plástica!


Isto abrange as que não dizem nada de propósito, por dor de cotovelo.
Sabem que a inveja faz com que a passagem cá por cima seja mais difícil? É verdade, "life it's a bitch"!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Sempre com inovações

Mais uma inovação do blogger: http://luagata.blogspot.com/view/snapshot

"I was born this way"



Não sou fã da Lady Gaga, aliás acho o seu lado excêntrico um pouco "excêntrico" demais.
Mas esta música conquistou-me, a letra está simplesmente fantástica... talvez por me identificar com ela.

"...Whether life's disabilities
Left you outcast, bullied or teased
Rejoice and love yourself today
'Cause baby, you were born this way

No matter gay, straight or bi
Lesbian, transgendered life
I'm on the right track, baby
I was born to survive

No matter black, white or beige
Chola or orient made
I'm on the right track, baby
I was born to be brave

I'm beautiful in my way
'Cause God makes no mistakes
I'm on the right track, baby
I was born this way

Don't hide yourself in regret,
Just love yourself and you're set
I'm on the right track, baby
I was born this way, yeah..."

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Só pode ser um bom presságio


Eu ao fim deste tempo todo retomei o marranço com o pudim e mostrei-lhe que afinal que manda aqui sou eu.
Pudim de limão feito com farinha maisena! Delicioso e não desmoronou.

Isto só pode ser bom presságio que feitos maiores virão por aí, eu andava agoirada era pelo pudim.
Tenho-o dito!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Hereafter



Quando a expectativa não é assim muito grande a desilusão é sempre na mesma proporção.
Este foi mais um caso.
Adorei o início mas depois comecei a achar o filme enfadonho e muito de encher com cenas para fazer tempo.
Queria ter visto mais ficção, mais contactos com o outro mundo, mais suspense.
Ficou-se assim pelo medíocre.

Maus hábitos

Isto de levantar às 7h da matina confesso que já me tinha desabituado.
Nunca fui muito de dormir (quem é que ainda não saberá) mas confesso que ando por aqui meio ensonada.

Mas sabe tão bem sentirmos-nos novamente úteis!!


Foto tirada algures em alto mar em 2007.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

A ti, meu amor

Devias de pensar que eu deixava passar ao esquecido a tua bela acção deste fim-semana, que eu ignoraria a tua atitude.
Mas elas ficam cá gravadas e quando me pisam os calos, amigos viro o diabo!
Não te apanhei em flagrante foi a tua sorte porque se eu tivesse visto neste momento de certeza que a tua querida família te estava a fazer uma visita no hospital mais próximo.

Só para avisar que a antena que me roubaste do carro também já era ela roubada.
E como para filho da p*** só se lá vai com outro, aviso que vou roubar outra para substituição e espero ardente que acerte no teu carro.


Sempre ouvi dizer que "ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão" mas isso não invalida que eu ande com vontade de te dar nos cornos.


Escrito sobre os efeitos do SPM.

domingo, 3 de abril de 2011

Foi uma "Fame" que se lhe deu

Isto de estar doente tem destas coisas, a inspiração para escrever esfuma-se algures entre os espirros e os comprimidos azuis que tenho que tomar.
Mas estou melhor! E assim sendo venho relatar a mais recente inauguração aqui da rua.

Para quem não sabe (fica a saber agora) tenho uma discoteca na minha rua e também um bar nas traseiras ( o pessoal gosta de ficar perto da farra)!
Ora a dita discoteca tem estado fechada há imensos meses e sinceramente as saudades também são poucas. Mas, suspeito eu com nova gerência, reabriu com o nome de "Fame" e a inauguração foi no passado dia 1. Ora eu já sonhava aqui em rematar a inauguração com uns carros da PSP à mistura no caso de me sentir inspirada... o gajo aqui já fez isso há uns anos (para ai quando casámos) e foi para a varanda curtir o espectáculo.
Mas nada, não vi movimento nenhum... tive que guardar o milho para fazer as pipocas noutra altura.
Ontem sábado à noite ouvi música, pensei "É hoje!", mas carros nada.

Sinceramente acho que foi uma "Fame" que lhe deu... e não vai passar daí. 


Retirado daqui.

sábado, 2 de abril de 2011

The chaperone



O filme de ontem à noite, enquanto eu ainda continuava a lutar por conseguir respirar...
Não foi nada de especial.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Karma sucks

Alguém me explica porque é que agora que fiquei doente, mesmo doente de quase não poder sair de casa, é que tenho que ir trabalhar 2.ª feira?