sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Questão de saúde ou questão de perspectiva

Há muita coisa que não entendo neste país, muitas delas são nesta terra onde moro, uma delas (a que quero falar) tem a ver com o Centro de Saúde daqui.
Aparece constantemente nos jornais pelas filas que se formam para marcar consulta no dia antes, pelo SAP que vai fechar, por não haverem médicos... recentemente recebi por mail mais uma daquelas petições sobre o bendito Centro de Saúde.
E continuo a não entender se o problema é do Centro ou é das pessoas... estou a pender para as pessoas.
Nunca fiquei sem consulta, nunca fui mal atendida, recorri imensas vezes ao SAP e também acho que não se justifica estar aberto de noite uma vez que temos um hospital a pouco mais de 15km, marco consultas com facilidade e acima de tudo usando o novo serviço na internet marco consultas para quando quero e a que horas me dá jeito e corre tudo na perfeição.

Mas as pessoas continuam a queixar-se de quê?
Não entendo...

2 comentários:

Janine Bettencourt disse...

Algumas das que se queixam talvez nem saibam bem porquê, mas a sua natureza exige-lhes isso :)

Cartas a Si disse...

Se tivessem um centro de saúde como o da minha zona, logo viam. Desmarcaram-me uma consulta quatro vezes e em nenhuma das duas me avisaram.

Consultas pela internet é mentira.

O hospital mais próxima fica a mais de 40km.