quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

[mudanças]

Quando as situações são do outro lado temos uma perspectiva completamente diferente da vida, opinamos de uma maneira assertiva e cientes de toda a sabedoria que nos preenche.
Julgar os outros sempre foi mais fácil que nos julgarmos a nós mesmo ou simplesmente admitirmos que errámos ou que podemos fazer melhor.
Com os anos e situações aprendi que as pessoas não mudam, nós é que aprendemos a adaptarmo-nos uns aos outros de modo que a vida em sociedade decorra sem demais problemas.
Segui recentemente de perto uma situação melindrosa de uma separação com filhos implicados que acabou por descambar num "voltar".
Semanas depois de estarem de novo juntos uma das partes confessou-me:

"Afinal fui só eu que mudei!"

Fiquei sem palavras...

1 comentário:

Tita disse...

como eu percebo essas palavras... quando há um "voltar" as mudanças e adaptações devem ser de ambas as parte, mas infelizmente nem sempre assim ocorre...bjs