domingo, 19 de dezembro de 2010

Relativamente às prendas de Natal

Pela primeira vez comprámos prendas, são poucas porque só nos limitámos aos que nos são e dizem muito: pais e irmãos (aqui generalizo os dois lados da família).
Deu motivos de palhaçada esta pequena tarefa que fizemos a 2, porque o que eu gosto ele não gosta e vice-versa... acabámos por escolher eu umas e ele outras. Só para não haver pancadaria em pleno centro comercial, era má publicidade!
Temos desde cuecas de fio dental, comandos de TV tamanho XXL a fotos nossas (egocentristas que somos).
Mas ontem o gajo conseguiu chocar-me quando apregou alto e bom som que me tinha comprado uma prenda de Natal... contam-se pelos dedos de 1 mão as prendas que ele me deu desde que nos conhecemos... foi o choque.
Pediu-me se eu lhe arranjava papel de embrulho, eu arranjei, diz que não chega 1 folha inteira que vai ter que fazer uns remendos. O CHOQUE!
Eu comprei-lhe roupa, uma sacada de roupa, mas que raio me terá ele comprado?
Perguntei se me ia oferecer os gatos todos dentro do embrulho! Diz que não e que não adivinho... estou um bocado assustada (assim em jeito de desabafo). Nunca gostei muito que me dessem prendas ainda mais quando não faço ideia o que me espera do outro lado.

Com as visitas que tivemos cá em casa esta semana e antes de ele dizer que uma folha inteira de papel de embrulho não chegava, por momentos pensei que ele me fosse oferecer daquelas cenas que se fumam e dizem que fazem rir...




Também podia ser uma tatuagem assim como a dela...

5 comentários:

Tita disse...

fizeste me rir... isto deles terem prendas para nos oferecerem aundo não é habito assusta um pouquito... bjs

Janine Bettencourt disse...

"cenas que se fumam e dizem que fazem rir" deve ser muito bom... Nunca me passou pela cabeça oferecer disso a alguém, mas fica a sugestão pro ano que vem.
No que diz respeito à tatuagem é só falares que arranjo-te um tatuador em quem se pode confiar a 100% e faz um preço de amigo ;)

Anónimo disse...

Bonito texto, má imagem... desculpa mas não se enquadra no espirito natalicio... a não ser que seja a tua prenda para o hugo...

Gabriela... disse...

Anónimo nunca na vida iria fazer um lacinho no rabo... não se enquadra nos meus objectivos de vida!
Já agora, ele adorou a imagem e isso é que importa!
Está dito!

Anónimo disse...

oh s fosse um presente....