segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Sinto que andam a picar-me

Nunca fui de ceder a chantagens, aliás numa retrospectiva rápida a 30 anos de existência não recordo qualquer altura em que alguém tenha atingido os seus objectivos através de uma fraqueza minha sem que o permitisse e conscientemente sempre deixei fazer o que quisessem.
No fundo nunca fui muito de fraquezas, sempre fui sentimentalista mas q.b., digamos que lido bem com o sofrimento... passado uns tempos farto-me e parto para outra.
Mas admito que a pior coisa que me podem fazer é insinuar que eu não consigo fazer algo!
Ontem numa sessão familiar muito restrita (só eu e a mãe) vimos o Lua Nova e escapou-se-me um
"-Adoro o cabelo dela!"

Logo ali se gerou uma conversa entre ele (o gajo) e ela (a minha suposta mãe):
Ele - "Não o conseguias meter assim?"
Ela - "O quê, vermelho? Isso era o mais fácil! Nada que ela não tivesse já feito."
Ele para mim - "Podes pintar o cabelo assim na boa tens é que o deixar crescer do tamanho do dela!"

Não denotam ali um desafio camuflado ou sou só eu que andei hoje o dia todo a encucar com isto?
Eu não sou capaz de deixar crescer o cabelo e pintá-lo de vermelho? Eu o quê?

Eu vou deixar crescer o cabelo e depois de me fartar do louro vai ficar assim vermelho!

2 comentários:

Janine Bettencourt disse...

Olá Gaby :)
Tenho a agradecer pelas tuas palavras, pelo incentivo, que bem soube.

No que diz respeito à tua publicação acho que vermelho é uma belíssima cor para pintar o cabelo e como adoro o cabelo da Victoria apoio-te nessa mudança. ;)

Deixo-te o meu email no caso de quereres adicionar no msn: janinebettencourt@msn.com

Beijo e obrigada novamente,
Jana

'Mimi disse...

Podes sempre ir variando :)