domingo, 7 de novembro de 2010

Ode à entidade patronal


O SR. que actualmente me paga o ordenado saiu na capa da Revista Exame.
Bem o haja por tudo!
Pela oportunidade de durante uns tempos fazer parte desta grande empresa, pela formação, pela rígida ética, pela motivação, pelos incentivos, por fazer ver que a roda já foi inventada só temos que tirar o máximo partido das ferramentas que temos e acima de tudo pela máxima "qualidade, profissionalismo e cliente".

Sei que muitos não sabem o que actualmente faço, desde que decidi sair do ramo imobiliário ficou uma incógnita. Ora estou na delegação de Leiria da Otis Elevadores, na parte administrativa e apoio ao cliente, faço o que me está destinado a fazer desde que nasci ... lidar com dinheiro! E prontos, satisfação do cliente, que confesso que até tenho um certo jeito. Mas, também estou com funções de O.C., explicando, Operadora de Cobranças.
Basicamente temos o meu departamento, o superintendente, departamento comercial, departamento técnico que se divide em manutenção e reparação. Tudo pessoal porreiro, tendo em conta que sou a única mulher sou tratada de uma forma muito especial.

Vai deixar saudades!

7 comentários:

Patricia disse...

Muitos Parabéns... ainda não sabia o que fazias...

bjs

Isália disse...

É pena não haver hipóteses de ficares...:( mas no fundo ainda tenho esperança que eles te queiram na equipa e deixam por lá um lugar para ti :)

Gabriela... disse...

P/ PATRICIA,
Muita gente não sabia porque até agora não tinha falado abertamente sobre isso. Tive uma saída tempestiva do ramo onde estava e onde me encontro actualmente é temporário.
Mas sinto que faço algo que sempre estive destinada a fazer!
Beijo,

Gabriela... disse...

P/ ISÁLIA,
Duvido, como já te disse não tem lugar para 2 técnicas administrativas, a delegação não é muito grande!
O máximo que pode acontecer é eu ficar mais uns tempos só para compensar o reduzido horário que a moça que estou a substituir vai fazer.

Cartas a Si disse...

O meu sonho era trabalhar numa empresa assim, em que houvesse rigor e ética em que se seguisse essa máxima "qualidade, profissionalismo e cliente".

Espero que consigas continuar a fazer o que gostas. Às vezes a vida reserva-nos surpresas boas, quem sabe...

Anónimo disse...

Palavras mágicas Colega :)
se a minha empresa abrir os olhos deixa ficar duas pessoas. quando entrei na OTIS, tb foi temporario e acabei por conseguir. NUNCA DESISTAS.

Gabriela... disse...

Ok, depois do último comentário fiquei em estado de choque.
Agora vou andar com um pé atrás com todas as pessoas com que me cruzar e falar na empresa...