sábado, 10 de julho de 2010

"Olha o cafézinho quentinho!"

Quando eu morrer quero escrito na minha pedra tumular
"A mulher dos 1001 ofícios"

Ficaria deveras orgulhosa por honrarem o que foi a minha verdadeira vida, poderei apelidar-me de biscateira mas é um termo um tanto ou quanto desprestigioso para a grandiosidade de tudo a que me dedico.

Ora qual é a vantagem de se ter um emprego em que não se trabalha ao fim-semana?
É poder ir trabalhar ao fim-semana (se nos apetecer é claro!) e assim foi, hoje às 8h da matina já estava eu a pegar ao serviço no novo negócio da família... no café.
Acho que ainda não tinha dito por aqui mas a minha cunhadita é (recentemente) proprietária de um estabelecimento aqui na terra e como é óbvio recorre à família para ajudar. Visto que sou eu a única que tem mais disponibilidade e alguns anos de experiência (não tivesse sido o meu primeiro trabalho na vida ser empregada de balcão, com muito orgulho) lá passei uma manhã a matar saudades dos tempos idos.
E gostei!
Gostei ainda mais do pagamento de uma manhã de trabalho a atender clientes e fazer umas limpezas.



Agora durante a semana vou fazer de empregada doméstica... à experiência!


Sem comentários: