sábado, 19 de junho de 2010

Um dia perfeito

Ainda estou aqui a assimilar que passei uma manhã de sábado em casa sem estar de férias, sem estar doente, sem estar a faltar ao trabalho e sem ir ser ameaçada de descontar para dia de férias (há merdas que só me acontecem a mim).
Simplesmente passei uma manhã normal (como as pessoas normais) em casa a dormir e agora a dar uma arrumadela na casa.
Sinceramente já não sabia qual era esta sensação e acho que vou ficar a curtir durante mais uns tempos.
Para o dia ser completamente perfeito era só estar sol para eu à tarde poder rumar à praia e esticar-me ao sol tal lagartinho que sou.
Mas prontos, não se pode ter tudo.

Ontem perguntaram-me se me arrependo?
Não, em nada, deveria ter sido era há mais tempo. É que nem saudades...

3 comentários:

Cidchen disse...

Ainda bem que não estás nada arrependida!

Continuação de óptimos sábados! :P

Beijinhos

Poetic GIRL disse...

´Às vezes temos mesmo que fazer o que é suposto, deixar os medos para trás e enfrentar o que não nos agrada, ter coragem de mudar! Fico feliz por ti linda, bjs

Monica disse...

obrigado pela parte que me toca a mim