sábado, 2 de janeiro de 2010

2010 benvindo

No segundo dia ainda nada se pode concluir, foi um ano que começou estranho.
A passagem de ano mais estranha que tive até hoje... anotado mentalmente que não é para repetir naquele sítio é que ainda me por cima me comeram os folhados de salsicha todos às escondidas (fiquei roxa de raiva).

Tenho tanto para fazer e que quero fazer este ano que duvido que  os 365 dias cheguem.

Uma coisa é certa, entrei em 2010 calma e confiante que este ano vou vencer em tudo o que quero, vou ter e ser tendo em conta tudo o que trabalhei estes anos.


2 comentários:

Anónimo disse...

Minha querida,
já não deves lembrar-te de mim. Fui eu que te apresentei a Marilena Viegas numa feira de artesanato da Parede e te comprei umas coisinhas poucas.
Folgo em ver-te radiosa, tão diferente da carinha que tinhas nessa altura.
Que 2010 te traga montões de coisas boas, para que este sorriso dure muito.
Elisabete

Gabriela... disse...

P/ ELISABETE,
Claro que lembro, já te mandei alguns mails... sem resposta. A vida dá muitas voltas é verdade mas faz-se sempre o possível que seja para melhor e tenho conseguido.
Sou de longe a menina que conheceste há uns anos... SOU FELIZ!
Vou experimentar mandar-te mais um email, pode ser desta que chegue ao destino.
Beijo enorme e com saudades,
Gaby