sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

2011

Li algures que um novo ano não é razão para uma mudança, cada dia, esse sim, é dia de mudança.

Este ano que termina dentro de poucas horas foi um ano de muitas mudanças, cada dia foi um desafio, cada dia foi "o dia"...
Digamos que foi um ano de amor/ódio e uma das minhas maiores vitória foi ter conseguido mudar de emprego e finalmente ter atingido objectivos que para mim são essenciais para existir.
Mudança essa que me permitiu trabalhar para viver e não viver para trabalhar, meter a minha família em primeiro plano, a nível monetário conseguir em 6 meses ganhar quase o mesmo que em 12 na empresa anterior, ter imenso tempo livre, passear, ler imenso, ouvir música ainda mais, rir muito,
Deste ano levo na memória a descoberta da minha intolerância à lactose que me obrigou a deixar de beber leite e comer iogurtes (agora a minha vida ronda em torno da soja), levo o regresso do meu irmão para Portugal, levo a morte da minha avó, levo a minha descoberta pessoal que vivia dentro de um armário do qual podia livremente sair (e sai) fazendo de mim uma pessoa em tudo diferente do que era antes.

Finalizei o ano com o encerrar de uma grande decisão e entregar toda o processo para iniciar a avaliação para podermos adoptar.

2011 será sem dúvida um ano de mais metas e maiores desafios mas eu sei que algo grandioso me espera um dia e o meu destino é simplesmente seguir os meus sonhos...

Façam um favor ao mundo e tratem de ser felizes...


Ah, não esquecendo que 2010 foi o ano em que pela 1.ª vez me tornei fã(fanática) de algo!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sem dormir

Tenho auditoria daqui a 1h...
Em resumo estou uma pilha de nervos, não dormi nada, não sei o que levar vestido e desconfio que vou gaguejar quando me fizerem perguntas sobre procedimentos internos.


I'm freaking out!


quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

resoluções de ano velho e ano novo



Pensar em 2010 e 2011 desperta em mim o desejo de rezar!
Mas por agora bastaria-me de ter a voz dela.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Falando de férias, as tais

Hoje "supostamente" deveria ser o meu último dia de trabalho antes de ir de férias prolongadas.
Mas ainda não sabem o que fazer comigo!

Eu sei! Arrasto-me...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Quando o sol me foge

Sabem a sensação quando algo já não está mais nas vossas mãos e dependem de outros?

Sinto que entreguei a alma ao Criador e aguardo que a devolva...

Não tenho paciência para esperar algo dos outros, que outros decidam, ou pior, tenham a palavra final sobre o que quero ou deixo de querer.
A vida não deveria ser assim!
O pior sentimento com que se pode viver é a esperança, não digo que seja mau, mas também não é felicidade duradoura.
Mais cedo ou mais tarde uma centelha de escuridão acaba por nos invadir e apagar qualquer réstia de luz que prevaleça e faça o corpo (e a alma) sobreviver.



O criador têm me feito ver nestes últimos dias que não podemos atingir tudo o que queremos na vida, ou pelo menos, está-me a fazer ver que ainda preciso de dar umas cabeçadas e que não sou suficientemente boa para o que quero!
Meses de esforço para se resumirem a uma carta que me estragou a véspera de Natal, dias seguintes e ainda os que estão por vir. Porque há coisas que não me saem da cabeça e uma delas é que não fui suficientemente boa para aquilo que queria e um 3.º lugar "isn't good enough for me".
Já chorei o que tinha a chorar agora dei lugar à raiva!

domingo, 26 de dezembro de 2010

Nunca ninguém está satisfeito!

... estás mais gordinha.
... estás mais magrinha.
... gosto mais de te ver de cabelo curto.
... o cabelo preto fica-te melhor.
... de saia?
...



For God's Sake, Shut Up!

sábado, 25 de dezembro de 2010

O que é que eu ganhei no Natal?


Isto!
E 1h sentadinha sossegadinha...

Agora reflectindo poderão dizer-me as diferenças da foto acima para esta, tirada no início do ano.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

As coisas que não gosto no Natal

Hoje é dia de almoço de Natal.
Hoje é dia de jantar de Natal.



Amanhã é dia de uma belíssima dor de estômago... vá, de Natal...





P.S. Vou tentar trazer fotos, os cornos de rena vão no saco... pode ser que tenha oportunidade de me envergonhar mais um bocado publicamente!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A love story

Nunca fui de histórias de amor, nem em filmes nem na vida real...

Mas com a chuva a bater na janela, o cansaço que tomou posse de mim nos últimos tempos, um frio que me gelava e fazia doer os ossos e a certeza de mais uma noite sozinha fez-me deambular sobre como ocupar a mente para esquecer o corpo
Virei as dezenas de cd's que estão espalhados na mesa dele numa tentativa de fugir ao normal e não voltar a ver os mesmos filmes pela centésima vez ( o que já não causa qualquer espanto a ninguém) encontrei um que há anos queria ver, ele arranjou e eu nunca mais me lembrei... agora era o dia!



Eu nunca fui de histórias de amor, ainda mais das que têm um final triste...
Mas de vez em quando sabe bem ver uma história de amor e imaginar que afinal o amor eterno existe e que a beleza do mundo continua preservada algures, nem que seja numa tela de cinema.
Nunca fui de histórias de amor mas gostei do filme...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

100 verdades sobre mim

REGRAS: Uma vez que foste 'taggado', é suposto escreveres uma nota com 100 verdades sobre ti. No fim, escolhes 20 pessoas para fazeres tag. Tens que fazer tag da pessoa que te taggou.Tagged significa 'Eu estou interessado em saber quais sao as tuas 100 verdades'', ou é aleatório LOL. (Para fazer isto, vai para ''notas'' debaixo dos tabs no teu perfil, copia e cola esta nota, apaga as minhas respostas e escreve as tuas, faz tag de pessoas e depois clica publicar.)

Vi no blog da Patrícia e achei piada, aqui vai:



QUAL FOI A TUA:

1. Última bebida: Gasosa

2. Última chamada telefónica:Mãe, Mãe

3. Última sms: "Mensagem não enviada"... acabou-se a porcaria do saldo

4. Última música que ouviste:Música Natal 2010 da Rádio Comercial

5. Última vez que choraste: para aí em Outubro quando fui ao médico




ALGUMA VEZ:

6. Namoraste com alguém duas vezes: infelizmente, não se pode ser perfeito!

7. Foste traído: Não faço a mínima ideia, é possível...

8. Beijaste alguém e arrependeste-te: Claro que não!

9. Perdeste alguém especial: Sim, já várias.

10. Estiveste deprimida: acho que é um estado natural de uma mulher, toda ela alguma vez na vida deprime...

11. Estiveste bêbado e vomitaste: 2 vezes, sou alérgica a vodka... é a única bebida que me faz deitar tudo cá para fora (hehehehe).



LISTA TRÊS CORES FAVORITAS:

12.Verde. (CLARO!)

13. Azul

14.Preto



ESTE ANO TU:


15. Fizeste um novo amigo: Amigos? Acho que não, conhecidos sim, vários.


16. Ficaste caído de amores (apaixonaste-te):Pelo Rob Pattison conta?

17. Riste até chorar: Não, não costumo chorar assim com tanta facilidade... só quando estou de volta das cebolas.

18. Conheceste alguém que te mudou: Não este ano.


19. Descobriste quem eram os teus verdadeiros amigos: Ao contrário, descobri que não era meu amigo.

20. Descobriste que alguém andava a falar de ti: A inveja é do piorzinho, anda sempre alguém a morder.

21. Beijaste alguém da tua lista de amigos: Sim!


22. Qual foi a melhor coisa que te aconteceu: Muitas: mudar de emprego, mudar de atitude, mudar um bocado de mim e mudar de amigos!



SOBRE TI:

23. Quantas pessoas da tua lista de amigos conheces na vida real: Depende da lista de amigos, a mais extensa é a do facebook e conheço para ai 75% na vida real.

24. Quantos filhos queres: 2 ou mais

25. Tens algum animal de estimação: 7 gatos

26. O que é que fizeste no teu último aniversário: Festejei com os colegas de trabalho e marido.

27. A que horas acordaste hoje? 10:30

28. O que estavas a fazer à meia-noite da noite passada: Na net a ver vídeos do Glee no Youtube.


29. Diz algo pelo qual NÃO consegues esperar mais: Quando os meus rins me atraiçoam e as dores são fantásticas mato qualquer um que se me atravesse na frente a caminho das urgências.


30. A última vez que viste a tua mãe: Boa pergunta... acho que à 15 dias.


31. Qual é a coisa que desejas mudar na tua vida: São tantas: ter filhos, voltar para a minha terra Natal, trabalhar numa rádio, ter um carro eléctrico...

32. O que estás a ouvir neste momento: Empire State of Mind

33. Alguma vez falaste com uma pessoa chamada Tom: Não.

34. Quem é que te está a irritar neste preciso momento: Ter os pés frios e ter um monte de roupa no estendal para apanhar.


35. Web page mais visitada: Facebook e Google Reader


36.Qual é o teu verdadeiro nome: Gabriela (cravo e canela)

37. Nicknames: Gaby ( neste momento: a rena mais jeitosa cá do sítio)

38. Estado de Relação: Casada


39. Signo:Touro (acautelem-se)


40. Masculino ou Feminino: Feminino e em dias macho masculino!

41. Escola Primária: Freixianda

42. Escola Secundária: Escola Secundária Jácome Ratton- Tomar

43. Universidade: ESEL

44. Escreve o quer que seja aqui (o que te apetecer): Tem dias que me apetece chegar a casa, fazer as malas, ir para o aeroporto e meter-me num avião para nenhures e começar tudo de novo... tipo mudança de identidade!

45. Longo ou Curto: Longo (dia, café, conversa...)

46. Altura: 1.63cm (infelizmente)

47. Tens uma atracção por alguém: Hehehe, sim


48. O que gostas em relação a ti: Gosto de tudo, é algo que se aprende

49. Piercings: Pode-se considerar 2 (são considerados como piercings... para mim são só mais brincos, 10 no total)

50. Tatuagens: Uma e com a segunda pensada mas falta € para fazer

51. Destra ou esquerdina: destra


PRIMEIROS:

52. Primeira cirurgia: nenhuma


53. Primeiro piercing:Se contar os de acima foi para aí em 1999

54. Melhor(es) Amigo(s): A minha mãe

55. Primeiro desporto: Exercício fisíco... não sou muito dada a isso. Nada.

56. Primeiras férias:A sério? Bragança!

57. Conheceste alguém que mudou a tua vida: Sim, há uns 10 anos atrás.


58. Primeiro par de ténis: O primeiro que fui eu que escolhi: All stars



NESTE MOMENTO:

59. A comer: Nada.

60. A beber: Nada, mas vou fazer um cházinho de hortelã-pimenta


61. Estou prestes a: Ir para a máquina de costura arranjar os meus corninhos de rena

62. A ouvir: música e o gajo a jogar Playstation na sala

63. À espera de: sinceramente que isto acabe para ir fazer qualquer coisa de jeito

64. O teu futuro:Não faço ideia, é um grande ponto de interrogação em todos os sentidos.

65. Casar: Robert Pattison, sem pensar 2 vezes


66. Carreira: Não faço ideia, é um túnel mal iluminado, agora sei o que estou a fazer para o ano logo se vê... Escort Girl pelos vistos está excluído!



O QUE É MELHOR:


67. Lábios ou olhos: Hummm, esta tem rasteira! Gosto dos olhos mas os lábios, meus amigos os lábios...


68. Abraços ou beijos: Com a idade comecei a preferir mais os abraços

69. Maior ou mais pequeno: Maior sempre!

70. Mais velho ou mais novo: Mais novo, para velha já basto eu


71. Romântico ou Espontâneo: Espontâneo, romantismo nunca foi comigo.

72. Boa barriga ou bons braços: Bons braços, odeio barrigas.

73. Sensível ou espalhafatoso: Sensível, mas não romântico!


74. Nada sério ou Relações: Depende do estado de espírito.

75. Criador de problemas ou hesitante: Humm, outra com rasteira mas escolho hesitante

ALGUMA VEZ:


76. Beijaste um estranho: Já!

77. Bebeste um licor forte: Tantos, resmas, paletes!

78. Perdeste os óculos/lentes: Não, isso era o fim do mundo.

79. Sexo no primeiro encontro: Sim!

80. Partiste o coração de alguém: Sim, mais do que uma vez!

81. Foste preso: Não, infelizmente ia sendo, ia, ia.

82. Deitaste alguém abaixo: Já, mas também já me deitaram a mim.


83. Choraste quando alguém morreu: Das últimas vezes não, ando numa de sofrer só cá dentro.

84. Já te apaixonaste por uma rapariga: Não, mas gostava.

85. Apaixonaste-te por uma amiga: Não.



ACREDITAS EM:

86. Ti: Acima de tudo.

87. Milagres: E nas bruxas, que os há, há.


88. Amor à primeira vista: Não, atracção sim. Acho que não acredito no amor no geral.

89. Céu: Não! Nem no Inferno.

90. Pai Natal: Não!


91. Beijo no primeiro encontro: Sim.

92. Anjos: Acredito que tenho um que me tem ajudado ao longo de toda a minha vida.




RESPONDE SINCERAMENTE:
 
93. Há alguma pessoa com quem queiras estar agora: Tantas.

94. Tiveste mais que um namorado/a ao mesmo tempo: Namorado não, mas um arranjinho já.

95. Cantaste hoje: Sim... mas o gajo mandou-me calar!


96. Alguma vez traíste alguém: Sim e não me arrependo. Era teenager e inconsciente!


97. Se pudesses voltar atrás no tempo, quanto tempo recuavas: Nunca, isso era a mesma coisa que me jogar da primeira ponte que me aparece-se. Desejei eu uma vida inteira para crescer e agora voltava atrás? Nunca!

98. O momento em que escolherás reviver:Não faço ideia, talvez os de paixão... já que duram tão pouco.

99. Tens medo de te apaixonar: Não, faz tão bem.


100. Tens medo de postar isto como 100 verdades: Não, já estou habituada a enterrar-me socialmente sem ajuda de ninguém.

(escrito no domingo à noite)


Agora estejam à vontadinha para escrever 100 verdades sobre vocês!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O futuro

Quando estava a acabar o secundário (e à luz de algo que publiquei há uns tempos) os professores perguntavam o que previamos de futuro dali para a frente.
Eu e o meu grupo de amigas respondíamos que com a crise que na altura já havia no sector do trabalho muito certamente iríamos ganhar a vida como "Escort Girls" ( um nome mais pomposo para o que efectivamente dizíamos).





12 anos depois fico feliz por se terem aberto mais opções... é que eu nem para isso servia...

domingo, 19 de dezembro de 2010

Relativamente às prendas de Natal

Pela primeira vez comprámos prendas, são poucas porque só nos limitámos aos que nos são e dizem muito: pais e irmãos (aqui generalizo os dois lados da família).
Deu motivos de palhaçada esta pequena tarefa que fizemos a 2, porque o que eu gosto ele não gosta e vice-versa... acabámos por escolher eu umas e ele outras. Só para não haver pancadaria em pleno centro comercial, era má publicidade!
Temos desde cuecas de fio dental, comandos de TV tamanho XXL a fotos nossas (egocentristas que somos).
Mas ontem o gajo conseguiu chocar-me quando apregou alto e bom som que me tinha comprado uma prenda de Natal... contam-se pelos dedos de 1 mão as prendas que ele me deu desde que nos conhecemos... foi o choque.
Pediu-me se eu lhe arranjava papel de embrulho, eu arranjei, diz que não chega 1 folha inteira que vai ter que fazer uns remendos. O CHOQUE!
Eu comprei-lhe roupa, uma sacada de roupa, mas que raio me terá ele comprado?
Perguntei se me ia oferecer os gatos todos dentro do embrulho! Diz que não e que não adivinho... estou um bocado assustada (assim em jeito de desabafo). Nunca gostei muito que me dessem prendas ainda mais quando não faço ideia o que me espera do outro lado.

Com as visitas que tivemos cá em casa esta semana e antes de ele dizer que uma folha inteira de papel de embrulho não chegava, por momentos pensei que ele me fosse oferecer daquelas cenas que se fumam e dizem que fazem rir...




Também podia ser uma tatuagem assim como a dela...

sábado, 18 de dezembro de 2010

O lado obscuro da força...

Gosto de estar sozinha, gosto de trabalhar sozinha, gosto de estar sossegada a ver tv, gosto de dormir sozinha, gosto de ir ver o mar sozinha e ficar sentada na areia a ver a ondulação.
Sou um ser solitário!
Mas tem dias, como hoje, que a solidão é demais e nada do que me rodeia me parece ser suficientemente interessante, em dias como hoje, apesar de ser fim semana, rumei a Leiria e fui trabalhar.
Passei a tarde no escritório sozinha, a trabalhar num pc e um filme a passar noutro e gostei.
Vim preenchida...
Ao chegar a casa, à mesma hora como se um dia de trabalho se trata-se, fiquei no carro (como é hábito) a ouvir música. Correndo todas as estações e parando sempre que toca-se alguma melodia que me prende-se, até que ouvi esta que me era totalmente desconhecida...



Por vezes do lado de cá nem sempre é bom, tem dias que temos que ir ao lado de lá.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Querido Pai Natal,

(existe um anúncio que passa na Rádio Comercial que adoro e é mais ou menos assim...à minha maneira)

Querido Pai Natal,

Este ano sei que não me portei lá muito bem, aliás nada bem!
Mas sabes, NÃO PRECISO NADA TEU!
Por isso podes enfiar as prendas e as renas onde bem quiseres e poupares a viagem aqui para o sítio (eu até nem vou estar por cá).

Ahahahaha

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Cala-te pequeno duende e vai embrulhar presentes...




lalalalala...

Definições


Começando com apresentações.
Apresento a minha sala (para quem ainda não conhecia), a Matilde (para os desatentos), a manta do gajo, o Cãocodrilo, a árvore de Natal e as almofadas de pêlo lambidas pelo Ruca.

Tenho uma definição muito restringida de lar, não existe se não estiver composto por aquelas pequenas coisas que me caracterizam e que nos fazem ser o que somos como pessoas.
O meu lar é assim uma mistura do que sou lá fora misturado com o que sou cá dentro.

E sim, temos uma catrefada de gatos e a sala costuma estar sempre assim!
Bem sempre assim não, que bem à pouco tempo era toda cor de rosa e beringela... inclusive a cor do sofá era diferente!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Coisas do Ebay

Incentivada pelo meu irmão tenho lido umas coisas em inglês e o bichinho está a crescer e a querer ganhar asas (tal borboleta em transformação).
Um dias destes enquanto deambulava pelo Ebay a ver livros em inglês fiz uma compra fantástica, um livro que há muito queria e a um preço simbólico.


Usado, mas como novo, nem por 3€.
Chegou ontem vindo directamente do United Kindgom ainda com direito a marcador de página super colorido!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Tempo de Antena

Caros leitores,

Este espaço e os demais não estão a ser devidamente actualizados graças ao Harry Potter.
Sim, leram bem, "graças ao Harry Potter".
Temos passado os nossos serões a ver a saga dos filmes, ontem vimos "Harry Potter e o Cálice de Fogo" onde o Robert Pattison (no papel de Cedric) morreu...


Houveram comentários deprimentes:
"Raios do vampiro, finalmente morre em qualquer lado!"

Agora ide divertir-vos, que nós vamos ver o 5.ºfilme, Harry Potter e a Ordem de Fénix.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

domingo, 12 de dezembro de 2010

Hair wishes

Perguntaram-me recentemente afinal qual era o meu objectivo ao fim de 11 anos em deixar crescer o cabelo pela primeira vez e querer mudar de cor radicalmente, uma vez que me mantive sempre pelo preto, castanho, laranja ou vermelho.

Como é óbvio tenho um modelo em vista, aquele que quando começo a desanimar por esta m**** demorar tanto a crescer me faz respirar fundo e ganhar paciência... é este aqui:


Já faltou mais, tanto no tamanho como na cor!

sábado, 11 de dezembro de 2010

Pensamento de sábado à tarde...

"My life is not perfect, I think nobody life is perfect!"
Apesar de tudo posso considerar que tenho tudo o que quero, com os anos achei um pequeno lugar onde tento encaixar tudo o que sou e o que tento ser na vida.
Ganhei o respeito dos homens e aprendi a parecer bonita aos seus olhos. Como já referi um dia aprendi a ser graciosa e a deambular entre estes seres andantes de modo a que notem a minha presença ou não... depende da minha disposição.
Casei, é um facto.
Mas ao fim deste tempo todo e apesar de feitios tão diferentes continuamos a respeitar as diferenças um do outro. A liberdade é um bem precioso demais para ser desperdiçado em vão.
Mais do que nunca considero sagrado os pequenos momentos que disponho sozinha, poder dedicar-me aos meus pensamentos e a mim.
Sou egoísta sempre o fui, a vida tornou-me assim, prefiro a solidão aos amigos.
Prefiro dias fechada em casa a 1001 telefonemas a desafiar-me para algo.
Por vezes acho que nunca encaixei neste mundo, sempre senti que andava aqui a tropeçar e deambular, mas esforço-me e acho que o meu esforço tem sido o meu sucesso para ser aquilo que sou...




(escrito após quebrar o jejum de mais de 1 ano e beber meia garrafa de vinho do Porto (a minha bebida preferida). Possivelmente vou parar ao hospital nos próximos dias mas que se lixe.)

Querida família,

Tenho uma pedido especial para este Natal, mais propriamente para a noite de Natal...

Podemos ir à Missa do Galo?


É que posso morrer antes do final do ano e era mais uma coisita que gostava de riscar da minha lista.







Se não quiserem azar, vou sozinha.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Novamente trabalho

Esta semana fui a uma entrevista de emprego, sala fechada, 3 pessoas a entrevistar, situação de meter os nervos em franja a qualquer um.
Às páginas tantas a conversa desenrolou-se assim:

- "E línguas? Inglês sabe?"
- "Sim."
- "Falado e escrito?"
- "Sim."
- "Posso fazer-lhe uma pergunta em inglês?"
- "Claro que pode!"
(silêncio)
- "É melhor não, vamos passar para a próxima pergunta."

E o senhor queria dizer o quê com isto? Alguém me explica?
Ele teve medo de se envergonhar ou que eu me envergonha-se... vou andar com dilemas existenciais nos próximos meses às custas disto.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Quanto maior é a subida maior é a queda

Nunca esta frase tinha feito tão sentido como hoje, quando encontramos alguém que subiu rápido demais e consequentemente caiu rápido demais.

É por estas e por outras que prefiro ficar pelo Equador... é mais quentinho e mais seguro!

Falando de redes sociais

Lá na empresa possuem um ritual diário (ao qual tive que aderir), todos os dias sem falhar confraternizamos em mesas redondas tomando o café e ganhando forças para mais um dia de luta.
Várias são as conversas que são postas na mesa, desde actualidade, futebol ( o maldito futebol), as minhas hilariantes aventuras no mundo da corrupção, trabalho (elevadores, clientes) e um dias destes conversou-se sobre a internet e as redes sociais.
Entre cepticismos e discordâncias poucos do presentes confessaram usar a internet na sua vida diária, outros como eu e um colega, afirmamos que usávamos  a internet para tudo inclusive para vender uma imagem, a nossa imagem.

Nunca tinha pensado nesta perspectiva mas tenho plena consciência de que é o que tenho vindo a fazer aos longo destes anos nas várias plataformas online que uso, criar e vender a minha imagem.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Hummm, a sociedade baralha-me

 Numa era em que se fala tanto e luta contra a exploração infantil, alguém me explica o que é isto?



Exploração infantil milionária?

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Quando tudo ou nada nos segura (venha o Diabo e escolha)

Sempre me considerei uma saltimbancos.
Desde tenra idade que tive que aprender a viver por mim (diga-se alimentar-me e criar regras de vivência a mim própria) e nunca me alonguei em demasiado em sitio que fosse ou com que pessoa fosse.
Mudei inúmeras vezes de trabalho, de casa e até de relações.
Nunca fui muito longe, sempre rondei as mesmas paragens, mas sempre em sítios diferentes.
Sempre senti um bichinho! Um bichinho que chega a uma certa altura e começa a moer, e moer, e deixo de conseguir pensar claramente ou retirar qualquer aspecto positivo do que me rodeia.
Pensei que com a idade o bichinho acalma-se, que se aumenta-se os laços que me prendem a um sitio (como uma casa e um marido) esta vontade cega de mudar e partir se desvanece-se.
Mas não!
Hoje fui alertada para me ir preparando (psicologicamente) para a possibilidade de receber uma grande proposta de emprego antes do final do ano, uma daquelas propostas que nos elevam o ego ao expoente máximo e a conta bancária... mas... essa proposta implica que eu me desloque para Lisboa ou Porto.


Hoje, mais do que nunca, quero dizer chegou a hora e partir mais uma vez!

Companheiras de armas

Só nós sabemos o que é isto de ser mulher, ter que viver um rol de mudanças, ter a capacidade de gerar outra vida, viver numa luta constante com os modelos de beleza da sociedade... passar a vida a fazer dieta ou a tentar engordar, lutar contra as rugas, mudar e voltar a mudar o cabelo, aprender a andar de saltos altos, usar o poder do belo do decote e da mini-saia, odiar e ao mesmo tempo amar, suportar o carrocel que são as hormonas que numas alturas nos fazem cantar e ver passar a vida calmamente como noutro dia nos apetece matar e estripar qualquer ser que se mexa ou emita qualquer som que interfira com a nossa tentativa de paz.
Durante anos desejei ter nascido homem, eles não se preocupam com nada e é tudo tão simples, mas agora vejo que andei a desejar erradamente... ser mulher é muito mais giro e é ser muito mais gira!

Mas acho que descobri a Caixa de Pandora e nela veio a cura para o SPM.


Óleo de onagra!
Estou em fase de testes e até agora resulta, sinto-me mais calma e tenho dormido como um ser humano normal.
Daqui a 3 meses faço uma análise mais aprofundada (se matei ou não alguém até lá).

domingo, 5 de dezembro de 2010

Como uma verdadeira fã

"Sometimes we discover things in the most unexpected ways" e muitas vezes ao contrário.
Mas tudo é como um cabo eléctrico, conduz energia aos seus extremos não interessa em qual comece, assim foi comigo.
Descobri a partir de um filme, parti para os outros, ingressei nos livros e hoje acabei de ler um "draft" escrito por ela no âmbito da saga Twilight.


Para os fãs (como eu) aconselho a lerem o projecto "Midnightsun" que podem descarregar directamente do site da Stephenie Meyer, um projecto de livro escrito sob o ponto de vista de Eduard Cullen.

Não sendo má língua ou provocadora, mas se os livros tivessem sido todos escritos no ponto de vista dele teriam sido muito mais interessantes. Antes os dilemas de um vampiro de 17 anos apaixonado por uma humana que os de uma humana, frágil e normal, apaixonada por um vampiro.

Pode já ficar na lista para o Pai Natal: NómadaDanças Malditas e (the last but not the least) A Breve Segunda Vida de Bree Tanner.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Coisas do cosmos

O meu signo prevê que para o ano, mais propriamente em Abril, vou andar com queda para problemas com a lei e até prisões... aconselham a regrar-me e fazer o possível para não criar problemas com as autoridades.

Mais ainda?

Eu já não tive problemas que me chegassem nos últimos 2 anos?

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Há sempre uma solução

Mesmo quando o mundo parece conspirar contra nós e parece que por mais que tentemos é dificil resolver tudo, digo-vos "Só não há solução para a morte!".
Essa é certinha e não há voltas a dar.
No seguimento deste meu post informo que uma semana depois tudo se desenrolou.
A formação na Segurança Social ( a primeira opção entre todas as outras exigências) fez-se, a consulta no hospital foi remarcada para o final do mês (valeu o meu sarcarmo com a mulher ao dizer-lhe que para dezembro do ano que vem era ideial) e o melhor hoje fui contactada para realizar a entrevista na próxima semana.

Sou uma sortuda eu sei! Até me apetece cantar...





Encontra-me!





Tenho-me sentido desamparada... como se o peito tivesse sido aberto e tudo o que de mais sagrado guardava simplesmente tivesse voado.


Sinto-me vazia!


Sinto-me cansada!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Cooking things

É do conhecimento geral, aliás já deve vir nos livros da História de Portugal, que não sou grande cozinheira.
Fico ali algures entre o zero à esquerda e o 10 (negativo), a isto chamo auto-estima em grande. Basicamente cozinho para sobreviver e dar sobrevivência a quem tem que viver comigo.

Nos dias "SIM" dá-me um daqueles laivos de inspiração e sai disto:




Normalmente é só quando temos visitas, tenho visitas com muita sorte!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Que venha esse barbudo, não tenho medo de ninguém!

Este ano decidi que vou fazer algo contra aquilo que sinto ( e pelo meio vou matar o marido de colapso cardíaco).
Vou celebrar o Natal!
Decidi que vou comprar um pinheiro, decorar a casa e comprar prendar e guardar tudo religiosamente ao pé da árvore... mas vou tentar fazer também um presépio.
Eu que comecei a odiar o Natal, casei com um gajo que odeia profundamente o Natal (morreu-lhe uma pessoa que ele amava muito por esta quadra) digamos que é época que me sempre me deu cabo dos nervos.

Este ano vai ser diferente!
"Raios ma partam se não vai!"

terça-feira, 30 de novembro de 2010

[pensemos]



Quando é que vamos aprender a agradecer a vida que temos?
Será que vamos passar toda uma vida a "desejar", a "amargurar"?

Seremos poucos a aprender a agradecer e realmente a viver...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Ainda não é desta


... que partilho "bloguisticamente" o que fiz ao cabelo, prontos, e em que tamanho já ele vai...

o que fomos e somos...

Na formação inicial para a Adopção ensinaram-nos que o nosso "background" é como uma mochila que carregamos.
Todos nós carregamos uma, inclusive as crianças.
Nós, pais adoptantes, temos que aprender a lidar com isso, ajudar a criança a carregar aquela mochila, ajudar a abrir e fechar sempre que ela sinta necessidade para.

domingo, 28 de novembro de 2010

Dita o calendário

Que algures no início deste mês celebrámos 4 anos de vida em comum.
Se me dissessem para rever esses 4 anos em fotos seria qualquer coisa assim...




A música foi escolhida a dedo (ele odeia-a profundamente).

sábado, 27 de novembro de 2010

Um projecto de vida

As pessoas têm-se demonstrado curiosas quanto à nossa ida de ontem à Segurança Social, dada a nossa cultura este tipo de assuntos revestem-se de um determinado sigilo infundado... talvez tudo advenha do tabu que é não poder ou não querer ter filhos de sangue.
Raramente se encontram pessoas que digam sem preconceito, vergonha ou sem ser em sussurro "Eu vou adoptar!".

Nós vamos adoptar assim que o sistema nos permita!

Segundo a cronologia deles ontem foi o nosso 2.ºpasso: formação inicial sobre a adopção, obrigatória e da qual recebemos um diploma de frequência.
Contam como 1.º passo o requerimento que fizemos a demonstrar o nosso interesse em adoptar.
A formação não foi nada mais que esclarecer sobre o que é realmente a adopção, quem pode adoptar, quem pode ser adoptado, como se processa legalmente.
Pessoalmente gostei. Mas... é triste ver uma sala cheia de casais (quase todos mais velhos que nós) e ver que todos têm o mesmo objectivo: adoptar um bebé! Depois ficaram chocados quando são informados que a média de tempo de espera são 6 anos para aquele escalão de crianças 0-3 anos.
Findo este passo informo que estamos já a preparar o processo para entregar, desde certidões de nascimento, casamento, registo criminal, certidão de união de facto (agradeço às minhas testemunhas o jeitinho para esta aqui), estão só a faltar os atestados médicos e preencher os inquéritos.
Depois segue-se a avaliação psicológica e visita domiciliária.


Hoje enquanto começava nas arrumações aqui por casa dei por mim parada no meio do corredor entre o quarto das visitas e o escritório e a pensar: 1 ou 2?

Ainda temos muitas decisões pela frente.

ÉS MEU

Honestamente não é o meu tipo de leitura, um livro consagrado à possessividade, crises de identidade, doença terminal, eutanásia, dilemas existênciais.
Um livro carregado demais de amargura e sentimentos negativos, um livro forte demais para a leveza com que tento carregar a vida.
No fundo uma carta a uma enfermeira por uma mulher que desliga a máquina à qual o marido estava ligado para poder sobreviver na fase terminal de um cancro.


Mesmo assim retirei grandes frases com muito sentimento para mim:

"O amor por alguém, quando é grande, deveria tornar-nos apaixonados e tolerantes, amigos e compreensivos, felizes e em estado de graça - mas não é assim, infelizmente que as coisas se passam."

"... podemos ser três coisas e todas em simultâneo.
Primeira: o que somos, o que sentimos. Segunda: o que pensamos que somos e sentimos. Terceira: o que queremos que pensem que somos e sentimos."

"Nada tenho de contemporâneo quando se trata de cumprir a minha natureza e de fazer dela uma prioridade sobre tudo e todos, mas sei que a força para ignorar ou vencer o bicho que nos habita não é tão facultativa como nos dizem os padres."

Penso um dia ganhar coragem e experimentar outro livro da Rita Ferro na esperança que não seja tão pesaroso como este.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

[parentescos]

Ando aqui com uma entalada desde a morte da minha avó que me anda a custar engolir.
Esta coisa dos parentescos nunca me afectou tanto como agora, fiquei um tanto ou quanto sensível com o falecimento da minha avó em relação a este assunto.
Lá por ter casado com o Hugo não faz dele neto da minha avó!
Lá por o meu primo ter casado não faz da mulher dele minha prima!
Lá por ter casado com o filho de alguém não faz dela minha mãe!

Há coisas que não concordo nesta coisa dos casamentos, é como se nos obrigassem a perder a nossa própria individualidade e marca de existência.
Lá por casar nada me obriga a ter o sobrenome dele, tanto que não o meti e continuo a ser eu, com o nome com que o meu pai me registou aquando do meu nascimento.
Proibi os meus sogros de me tratarem por filha, nunca na minha vida desejei tal coisa. Pais só há uns os meus e mais nenhuns!
O meu marido é só meu marido, não é da minha família, não é do meu sangue, nada o fez ficar irmão do meu irmão ou sobrinho dos meus tios.

É um caso que digo: Amigos, amigos, negócios à parte.



E não vale a pena porque sempre pensei assim e sempre vou continuar a pensar!


P.S. Agora  que olhava com olhos de ver para a foto ainda hoje não percebo quem raio meteu uma das minhas rosas de encomenda (que deram cabo dos nervos à florista) no bolso do casaco do gajo!

Outstanding!

Possuo uma vasta lista de coisas que quero fazer enquanto andar cá pela terra, pequenos nadas que quero cumprir para poder dizer que sim, valeu a pena viver.
Entre eles estão criar outro eu, fazer voluntariado num hospital, escrever um livro ou algo parecido (já quase pude considerar esta feita, mas pronto), aprender a tocar guitarra, visitar Nova Iorque, trabalhar no estrangeiro, filiar-me num partido político e a lista continua por meandros mais obscuros que prefiro não falar.
Muitos já fui cumprindo, já tive aulas de inglês, já trabalhei em 1001 áreas, já vivi sozinha muitos anos "and so on", e o que seria de viver sem aprender a dançar?

É inadmissível passar por uma vida terrena e não deixar de ter 2 pézinhos esquerdos.

Sendo assim a partir de hoje é oficial estou a aprender danças de salão!

E como quando faço, gosto de fazer com classe e em grande, o sítio foi escolhido a rigor, nada melhor que o velhinho Ateneu de Leiria com chão de madeira e uma professora formada numa escola da dança parisiense.

A 1.ª aula já cá canta e valeu por tudo, divertido, fez mexer todos os músculos, conheci imensa gente, fui agarrada por uma data de idosos, sou tipo o brinquedo novo lá do sítio...

Valeu aí Todo Poderoso, obrigado pela força para dar este primeiro passo.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Eu e o meu carro

Tenho uma história de amor/ódio com o meu carro.
Um noivado que já perfaz 8 anos que me deu muitas alegrias e alguns dissabores, não muitos, mas podiam ter sido menos.
Nos últimos tempos tenho sido bombardeada com a afirmação:
"Tens que começar a pensar em trocar de carro!"
Eu fico em estado de choque, primeiro porque não me vejo sem o meu bolinhas, segundo porque não há carro nenhum no mercado que me diga o quer que seja (sou uma insensível eu sei).
Delicadamente respondo sempre: "O carro que quero ainda não saiu no mercado, lá para 2012 penso no assunto!"
Gosto de ver o ar de pasmo das pessoas, do tipo "Mas esta gaja bate bem?".
NÃO!
E não digo mais que a verdade... o carro que quero é este:

O protótipo inicial há quase 2 anos era este.

Este ano já com um formato mais normalizado foi este o apresentado em Paris.
Nunca fui fã da Renault mas sou fã deste carro (Renault Zoe), já estou inscrita para ser das primeiras a fazer test-drive (nem que tenha que pagar pré-reserva).

Sigo os avanços do carro quase tanto como sigo as filmagens do filme Amanhecer! Tenho-o dito!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Chapada de luva branca

Só ainda não consegui perceber se só a dei ou se também a levei...

... a amizade tem destas coisas, para muitos só existe em determinadas ocasiões e para quando lhes bem interessa.

Decisions, decisions, decisions...

Passámos toda a vida a ser submetidos a provas, a obrigarem-nos a escolher caminhos e decidir sobre assuntos que não temos a mínima certeza.
Considero que ainda estou na fase de errar, voltar a errar e voltar a errar porque um dia sei que quando tiver que voltar a decidir sei de certeza o que quero.
No próximo dia 26 fomos convocados para uma sessão informativa no âmbito do plano de formação para a adopção no Instituto da Segurança Social de Leiria, no mesmo dia quase há mesma hora estou marcada para mais uma consulta de infertilidade no Hospital com aquela senhora que eu adoro.
Se faltamos à sessão formativa voltamos a perder o barco no processo de adopção e sabe-se lá quando é que conseguiremos lugar noutra formação... se falto à consulta perco o direito às consultas no hospital ( e já lá fui tentar adiar e não tenho solução, não há vagas para outras datas tenho mesmo que ir).

Eu já sofro de insónias no meu estado natural porque obrigarem-me a decidir sobre assuntos destes?

Actualização: Recebi uma convocatória para uma entrevista num dos processos de recrutamento que ando a fazer, passei a 1.ª fase e fui convocada para a 2.ª. Qual dia ? Dia 26 há mesma hora que o resto todo!
Posso dar um tiro algures entre o neurónio norte e o neurónio sul?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Pedido

Todo Poderoso,

Daí-me forças para fazer mais esta maluqueira!
Sei que só sei pedir, conjugo vezes demais o verbo "venha a mim" mas bolas pá, foram muitos anos "dai aos outros".
Só peço coragem e força para ir em frente com esta minha pancada e prometo que é a última coisa que te peço (até ao final do ano) e depois fico sossegada aqui no meu canto.

Quando morrer não quero levar uma lista do que "eu podia ter feito" mas uma do "que eu fiz".

Enquanto puder e me conseguir mexer quero dar alimento a todos os bichinhos que me habitam e experimentar tudo!
Só mais esta! Para quando fizer a retrospectiva de fim de ano possa dizer que este foi um dos anos mais espectaculares que tive.

Quero deixar de arrastar perninha...

Happy Birthday to you


Hoje posso dizer que sou uma "mãe babada" o meu irmão faz 24 aninhos, está bem criado!

Parabéns puto!



Estou ainda mais feliz porque voltou do EUA e não trouxe com ele nenhuma americana gorda que só sabe comer hambúrgueres.

domingo, 21 de novembro de 2010

Liberta o animal que há em mim

Enquanto ouvia uma conversa, alheia a tudo o me rodeava, reflectia sobre o motivo inicial a que tinha levado àquela discussão que para mim considerava parva o suficiente para me fazer perder tempo a ouvir.
Mas no fundo tinha sido iniciada por algo que raramente tinha pensado muito: as pessoas que nos tiram do sério!
Existem pessoas que me tiram do sério?
Aquelas que nos fazem com que o nosso animal interno ruja e deixe sair as garras de maneira brusca e nos esfarrape as roupas e muitas vezes a própria carne. Eu tenho um desses.
De menina calma e bom trato consigo passar a demónio que não vê nem sente ninguém e meter essa coisa do respeito enfiada no fundo de um saco e partir para a violência. Levo para a cova já umas quantas histórias de pancadaria... nesses tempos que deixava o animal sair com mais facilidade e não tinha grande controle sobre ele.
Mesmo assim ainda hoje existe pessoas que conseguem que ele ruja e mostre as garras: o Hugo, a minha sogra, ex-patrões, uma gaja que me fez uma entrevista de emprego muito recentemente, uma gaja que tive a infelicidade de partilhar uns anos da minha vida (essa tirava-me do sério) e a última a ginecologista que me assiste nas consultas de infertilidade no Hospital (esta merece lugar de destaque porque nestes últimos 2 anos é das poucas que me consegue meter a chorar de raiva em menos de 2 minutos).


Aviso que se Deus existe o Demónio também, nos invólucros mais bonitos!

(post com seguimento)

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

So you think you can dance?

Quem me conhece sabe que não vejo muita TV, não vejo nenhum dos canais nacionais, não vejo programas da moda... nunca vi nem 1 segundo desse tão falado "Casa dos Segredos", não sei o que são novelas e programas de entretenimento com "quiça" o Manuel Goucha ( a bixa).
Mas para compensar vejo muita AXN, Fox, Fox Live e hoje nas minhas deambulações à procura de algo para servir de barulho de fundo enquanto arrumava a cozinha deparei-me com isto:



Sempre gostei mais destes programas na versão original e este é demais!
Confesso que acho o stripp uma dança, não percebo o porquê da embirração com a menina do lacinho vermelho que dançou tão graciosamente (cof, cof).
Vou continuar a seguir!

(ainda bem que sempre fui uma miúda recatada, os meus país não teriam sobrevivido a um ataque do coração se me vissem a fazer uma daquelas)

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Só a mim

Quando preciso de descontrair e não há nada que mereça tamanha honra nada melhor que as "keyword analysis" dos meus fiéis leitores que aqui vêm parar, vá de paraquedas!
Algumas delas são dignas de ficarem aqui gravadas para a posteridade:
  • elevadores Shindler (não amigos, trabalho para a concorrência! Já agora se prefere qualidade, segurança e profissionalismo talvez reconsidere a escolha e procure a Otis. É só uma ideia!);
  • cartas de amor para Gabriela (ainda? Há meses que este é um dos "top ten" das pesquisas que vêm aqui parar. Eu sou Gabriela mas não sou dada a cartas de amor);
  • como ser doméstica (para o ano que vem eu explico);
  • gata dopada no fero (não entendi, podia repetir?);
  • clube das anorecticas (humm? Estou mais magra, já tive anorexia mas curei-me. Está tudo na nossa cabeça);
  • gajas de Leiria (ora esta foi a melhor, desde já aviso que se algum filho da p*** me vir em Leiria e me reconhecer pelo header o meu kung-fu é forte e não tenho medo de o usar).

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Pequenos muitos em mim

Por mais anos que viva, alegrias que passe e adversidades que tenha que ultrapassar sinto que nunca me vou conhecer por completo.
Todos os dias tenho a felicidade de descobrir coisas novas em mim, nem que sejam pequenos sentimentos, pequenos gestos que me fazem lidar com situações, pequenas acções que me fazem feliz, pequenos nadas que acabam por ser muito.
Desenvolvo uma dupla personalidade, mudanças de humores bruscas como se me habita-se 2 ou mais entidades por elas bem distintas. Todos os dias aprendo a lidar com elas e hoje aprendi que consigo com um simples gesto alternar a existência de cada uma.
A música!
Oiço música consoante o meu estado de espírito mas nunca, até hoje, com o intuito de alterar o quer que seja.
Descobri mais uma pequena arma em mim, espero saber usá-la para o meu melhor...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Alguém?

Quem quer que seja que me saiba explicar o porquê de eu precisar de estudar a legislação aplicável aos bombeiros para concorrer para trabalhar num serviço de âmbito escolar?
Eu não entendo, a sério que não...

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Sinto que andam a picar-me

Nunca fui de ceder a chantagens, aliás numa retrospectiva rápida a 30 anos de existência não recordo qualquer altura em que alguém tenha atingido os seus objectivos através de uma fraqueza minha sem que o permitisse e conscientemente sempre deixei fazer o que quisessem.
No fundo nunca fui muito de fraquezas, sempre fui sentimentalista mas q.b., digamos que lido bem com o sofrimento... passado uns tempos farto-me e parto para outra.
Mas admito que a pior coisa que me podem fazer é insinuar que eu não consigo fazer algo!
Ontem numa sessão familiar muito restrita (só eu e a mãe) vimos o Lua Nova e escapou-se-me um
"-Adoro o cabelo dela!"

Logo ali se gerou uma conversa entre ele (o gajo) e ela (a minha suposta mãe):
Ele - "Não o conseguias meter assim?"
Ela - "O quê, vermelho? Isso era o mais fácil! Nada que ela não tivesse já feito."
Ele para mim - "Podes pintar o cabelo assim na boa tens é que o deixar crescer do tamanho do dela!"

Não denotam ali um desafio camuflado ou sou só eu que andei hoje o dia todo a encucar com isto?
Eu não sou capaz de deixar crescer o cabelo e pintá-lo de vermelho? Eu o quê?

Eu vou deixar crescer o cabelo e depois de me fartar do louro vai ficar assim vermelho!

sábado, 13 de novembro de 2010

Novamente "família"

Pela hora do post deduzem logo que seja agendado, mas engane-se quem ache que estou a dormir... muito pelo contrário.
A estas horas já estou a caminho do aeroporto de Lisboa acompanhada de mãe, pai e marido para recolhermos a nossa parte perdida (o meu irmão) que deve ser despejado lá algures por volta das 6h quando chega o vôo de Nova Iorque.
Deduzo que esta vá ser uma viagem tensa, para reduzir as tensões já me precavi uns dias antes e dobrado na mala levo este mini-cartaz para aliviar stresses e como sempre aplicar um pouco do meu bom humor (ou sarcasmo, como lhe queriam chamar).



A piada das botas é uma "private joke", quando elas aparecerem eu conto.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

"O Brasil está louco meu mundo!"

Como fã assumida que sou tenho seguido os passos das filmagens de "Breaking Dawn" e digo-vos, o Brasil está ao rubro.
Nunca vi tanta filmagem, fotos e o diabo a sete de umas filmagens, basicamente já tenho ideia de como vai começar (shame on me)


Fiquei logo deprimida, a Bella vai andar de tacões logo ao início...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

( A origem)




Confuso, engraçado mas confuso.
Éramos para ter ido ver ao cinema mas depois esquecemos-nos (acontece aos melhores) e acontece com grande parte dos filmes... depois acabamos por ver aqui em casa.
Digamos que poupamos em média 12€ por cada filme que acabamos por não ir ver ao cinema. Se fosse a fazer as contas já tinha uma grande poupança... esturramos na net prontos.
Quanto ao filme, vale a pena, pura ficção e um bocado amalucado mas com uma boa história que quem sabe um dia não poderá ser verdade.
Depois de estarmos deitados ainda deu motivos de risota quando eu muito calmamente perguntei:
- "Mas afinal eles sempre roubaram o que queriam?"
(perdi a história para ai a 10 minutos do princípio... deprimente eu)..

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Uma foto por dia nem sabe o bem que lhe fazia...


O danado está a crescer a olhos vistos ou então sou eu que ando aficionada ao ponto de me parecer que ele todos os dias está maior.
O cabelo amigos, o cabelo!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Coisas que não me encaixam

Eu não percebo nada de publicidade, nem tenho o mínimo interesse... mas gostava de saber quem são aos atrasados que fazem as músicas de Natal da Popota (ok, eu também odeio o desenho animado, mas tirando essa parte).
Quem teve a ideia de m**** de estragar uma música secular e fantástica como esta:


BONEY M - DADDY COOL
Carregado por bout2chou. - Ver os últimos vídeos de musica em destaque

domingo, 7 de novembro de 2010

R.E.D. (retired extreme danger)



Uma das grandes estreias que por aí vêm.
Aconselho vivamente, o filme está fantástico... ao estilo do Bruce Willis e com a participação das estrelas Morgan Freeman, John Malkovich e Helen Mirren.
Quando na apresentação se referem a uma "explosiva comédia de acção" não ficam a dever em nada a uma excelente descrição.

Mais um para a lista dos "last seen movies".

Agora para a tarde tenho ali um bem antigo e que fez criar cabelos brancos ao gajo para arranjar, para juntar à queda de cabelo ao estar a tentar satisfazer o meu pedido de todos os filmes do Harry Potter. Ser marido é difícil...

Ode à entidade patronal


O SR. que actualmente me paga o ordenado saiu na capa da Revista Exame.
Bem o haja por tudo!
Pela oportunidade de durante uns tempos fazer parte desta grande empresa, pela formação, pela rígida ética, pela motivação, pelos incentivos, por fazer ver que a roda já foi inventada só temos que tirar o máximo partido das ferramentas que temos e acima de tudo pela máxima "qualidade, profissionalismo e cliente".

Sei que muitos não sabem o que actualmente faço, desde que decidi sair do ramo imobiliário ficou uma incógnita. Ora estou na delegação de Leiria da Otis Elevadores, na parte administrativa e apoio ao cliente, faço o que me está destinado a fazer desde que nasci ... lidar com dinheiro! E prontos, satisfação do cliente, que confesso que até tenho um certo jeito. Mas, também estou com funções de O.C., explicando, Operadora de Cobranças.
Basicamente temos o meu departamento, o superintendente, departamento comercial, departamento técnico que se divide em manutenção e reparação. Tudo pessoal porreiro, tendo em conta que sou a única mulher sou tratada de uma forma muito especial.

Vai deixar saudades!

sábado, 6 de novembro de 2010

(o Final)



Uma descrição em 2 simples palavras:


GROTESCO e SURREAL

Não estava mesmo a contar com um final assim (estar até estava) mas não desta maneira, com estes pormenores.
Percebi logo o ponto de corte entre os 2 filmes e sou sincera que vou considerar e reconsiderar se vou ver o que vai sair em 2011, acho que vai ser profundo demais e aterrador... se esquadrinharem ao ínfimo pormenor todas as sensações que a 1.ª parte nos transmite, como será de prever. Eu ansiei por acabar aquela parte, por tão profunda e aterradora me estava a fazer sentir.
Ver toda a história pelos olhos de Jacob foi mais difícil do que pensava.
Idealizámos aquela doce e frágil Bella que durante centenas de páginas se desfaz (literalmente) e fica morta...
Respirei fundo, sinceramente a personagem da Bella sempre me irritou um pouco, talvez pelo excesso de fragilidade em tudo contra aquilo que sou.
A 2.ª parte essa fascinou-me em cada palavra, aí gostei um pouco mais da Bella, mais, fiquei fascinada pela nova Bella. Poderosa! Vi na sua nova personagem o que sempre desejei para mim, ser forte, sentir tudo, ser invencível...
Só pela sua nova vida valeu toda a 2.ªparte porque a vinda dos Volturi não foi assim nada de transcendente (até foi "soft" demais). Vou ficar assim em pulgas até 2012!

Hoje era o gajo para mim ao ver-me arrumar o livro no saco de "coisas a levar à mãe":
"- Já acabaste?"
Denotei algum choque no olhar dele, mas pelas minhas contas demorei 3 semanas a ler os 4 livros, até foi meio lento!

Agora ide, ide, dedicar-se a coisas mais sérias... como trabalhar e ler Rita Ferro.

Shiuuuu

Devo ser das poucas pessoas que guarda notas de 20€ dentro do portátil... cada vez que aqui venho tenho que meter o dinheiro para o lado para poder trabalhar.
Quando acabo junto religiosamente as notas e fecho a tampa.

Acho que arranjei um mealheiro moderno!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Jingle bells

(esta do Bells não tem nada a ver com o Twilight!)

Como estamos a aproximarmos-nos a passos largos da época natalícia, aquela em que as pessoas gostar de gastar rios de dinheiro em coisas supérfluas, porque não investir e oferecer qualquer coisa de jeito.

Para mim não precisam de pensar muito, só quero isto...


(Nixon, versão Rayna)

ACTUALIZAÇÃO: Acabei de saber que a representante da marca em Portugal me reservou o relógio numa loja em Alcochete... eu só perguntei onde podia encontrar à venda! Nem o preço me disseram!! 
Estou em estado de choque, preciso urgentemente de um voluntário para me fazer esta oferenda. Vá podiam fazer uma "vaquinha" entre todos?

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Respondendo a questões

Mesmo sem efectivamente muita gente o perguntar, outros até se atrevem, esclareço o que mudou tanto em mim nos últimos tempos.
Será da idade?
Será um amor novo?
O que será?
Não tenho receio de expor com todas as letras aqui o que me vai na cabeça todos os dias e todas as noites, aliás sempre foi esse o objectivo de ter este pequeno espaço, pode ser loucura... mas acho que sempre fui louca:

1. Tenho um trabalho que adoro, apesar de que o que é bom dura pouco, estou a aproveitar todos os momentos que me restam;
2. O dinheiro não é a felicidade mas ajuda ( e muito);
3. Tenho o gajo ( nem sempre é bom, mas também não é mau) é o que escolhi para mim;
4. Tenho amigos e mais que nunca digo-lhes que os amo;
5. Tenho feito o que realmente gosto: ler, passear, ver filmes, sofrer de insónias, estar com a família, dizer baboseiras, "and so on";
6. Tenho uma paixão platónica por uma estrela de cinema que me mete um sorriso nos lábios todos os dias (estou a pensar em forrar a minha agenda de 2011 com fotos dele);
7. Gosto de mim como nunca gostei até agora, isso inclui olhos, cabelo, corpo, sorriso... estou apaixonada por mim;
8. Estou a aprender a gostar de coisas que nunca pensei que me fizessem feliz;
9. Ando sempre com a cabeça na lua (o título do blog nunca foi por acaso);
10. e por último posso dizer que estou a adorar viver!

espera, há mais...
11. Disse a pessoas do meu passado que nunca as esqueci e que sempre estiveram no meu coração!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Sobre a fé

Fé sempre foi algo que requereu a minha atenção, muda-se a música de fundo, muda-se o estado de espírito para escrever sobre algo que existe mas poucos ao certo sabem em que acreditar.
Todos temos fé em algo, pelo menos a fé em nós próprios.
Mas falemos da fé dos homens, a fé de acreditar num Deus (não vou projectar-me em nenhuma religião) pode ser ele branco, negro, perfeito ou com todos os defeitos tal como todos nós temos.
Fui educada na fé da Igreja Católica Apostólica Romana, fui Baptizada, fiz a Comunhão Solene e a Crisma, penso que uns 10 anos de catequese... fui madrinha de Crisma e casei pela Igreja.
Para quê?
Quando agora consciente de tudo o que ouvi e aprendi nestes anos de vida, que tive a felicidade de viver, tive que resolver as minhas próprias dúvidas sobre o que realmente acredito.
Acredito em Deus, não no Deus que me foi incutido mas em DEUS, algo superior a todos nós e que nos dá a alma que temos (que alguns têm ou não sabido estimar).
Deixei de acreditar nos homens que pregam a palavra de Deus... acho que deixei de acreditar nos homens num todo.
Nesta nova etapa da minha vida sinto-me plena por acreditar em algo e saber em que realmente acredito e consigo extrair de tudo o que me rodeia a minha própria religião.
Este fim semana que passou fui à Missa (não ia desde o ano em que casei) e soube bem, não a cerimónia em si mas sentir-me aconchegada por toda aquela gente que acreditava em algo superior. Rezei...
Este feriado que passou fui ao cemitério prestar a minha homenagem aos que fizeram parte da minha vida um dia e sai com um aperto no coração.

Acredito em algo forte demais que tudo isto! Tenho a minha fé.

Primeiro Deus criou o homem... depois teve uma ideia melhor

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Come as you are



Tentei fugir, consegui,
Tentei amar e amei,
Tentei esquecer-te, impossível,
Tentei apagar-te, mas estavas sempre lá,
Tentei sentir-te, estavas longe,
Tentei sorrir-te, não me vias,
Tentei de tudo...
Tentei seguir em frente, segui,
Tentei viver sem ti, consegui,
Tentei fingir que não significavas nada para mim, não posso,
Simplesmente porque foste algo demais para mim.
Foste a peça que sempre faltou no meu puzzle!
Hoje vivo sem ti, mas no meu pensamento estás sempre comigo, como a voz da loucura e da razão ao mesmo tempo.
Relembro o teu olhar e o teu sorriso nas pequenas coisas que só tu gostavas.
É possível amar duas pessoas...

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Grey Damon versus Deus Grego


Alguém me explica onde é que eu andei estes últimos anos?
Ou eles simplesmente ainda estavam em fase de crescimento...
Respira fundo Gabriela, respira fundo.

domingo, 31 de outubro de 2010

Eu e o TT

Sem palavras!
Um dia maravilhoso no pinhal de sua realeza, corri que nem uma louca, comi camarinhas (verdes ainda), vi medronhos mas não me atrevi!
Respirei ar puro suficiente para os próximos meses!

sábado, 30 de outubro de 2010

Eclipse

Finalmente vou entrar no mundo do desconhecido...
Ao acabar de ler o 3.º livro fiquei com um sabor estranho, pensei que fosse sentir algo diferente tendo em conta a acção do filme mas não... achei o livro sentimental demais.
Aliás foi o único até agora que me fez ficar com as lágrimas a rasar os olhos. Elf gostei do filme mas no fundo  gostei mais do livro.
Uma infinidade de sentimentos que não consigo descrever povoaram a minha mente enquanto lia, a tentativa sexual existente em muitas partes do livro que não existem no filme, a arrebatadora parte entre Bella e Jacob que simplesmente me reteram vezes sem conta as ler os mesmo parágrafos, a cedência...
Apesar de somente ser uma história muita vezes nos identificamos com o que lemos e o que li fez-me pensar muito nos últimos dias sobre a dualidade do amor, a possibilidade de amarmos duas pessoas em simultâneo sem que o amor de uma afecte o amor a outra...  é possível amarmos alguém e amarmos outra pessoa ainda mais.
Acredito em almas gémeas (como já falei nela há muito tempo atrás) e não há dia que passe em que não pense nela... mas amo outra pessoa de maneira diferente e defini a minha vida com os padrões nos quais vivo agora.
Se tivesse feito a outra escolha como seria? Não sei... acho que nunca saberei.

Richard volta, por tudo quanto é mais sagrado!



Depois de ver este filme chorei de saudades tuas! Eu sei que era a gozar mas mesmo assim doeu!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

100% citadina...

...quando me dou ao luxo de ler em pleno trânsito (completamente estagnado, como agora tem sido em Leiria).
Nunca pensei eu, euzinha a ler em pleno trânsito tal como se vivesse em plena cidade (daquelas verdadeiras).

Recrear está na moda

Muitos dos filmes da minha infância pelos vistos estão agora a dar ideias a novos filmes, entre muitos tivemos a excelente recreação do Esquadrão Classe A com os "The Expendables", hoje ouvi rumores de um novo Top Gun.

Com uma nova armada de aviões dos mais modernos, um dos nomes lançados para o ar como substituto do nosso maravilhoso Tom Cruise não é mais nem menos que Taylor Lautner.... ufa (até suei).



Vermos os Asas Indomáveis mas assim...

Hummm, ando com queda para homens mais novos, assumo!