segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O que já não me assusta


Hoje mais de 30 post's escondidos apareceram aqui, no meu canto cheio de teias de aranha e cheiro a mofo.
Não são novidade, em tempos estiveram visíveis aos olhos do comum mortal mas num determinado período da minha vida senti a necessidade de os ter só para mim e não partilhar com mais ninguém o que já senti nestes 3 anos.

Tive um dia muito complicado, o de hoje, dias em que tenho que ir fazer exames médicos são sempre muito difíceis para mim. Ainda mais quando o fantasma da endometriose se voltou a levantar e assombrar-me.
Agora já não me assombra, já estou em casa e estou bem. Agradeço a todas a que tentaram ligar e mandaram mensagens para saber os resultados dos exames (estas coisas agora sabem-se na hora).
Estou fina que nem o papel!
Tenho uns rins que muita gente desejava nem uma pedrinha para causar tristezas, de resto o que vai cá por dentro desta barriga é tudo normalíssimo e de saúde que até se recomenda.
Mas saí do centro com um extra, um quisto com mais de 4 cm.
Há quem seja seguidor de uma banda, outros de actores e até existem os maluquinhos do futebol... eu nos próximos meses vou ser seguidora de um quisto ( a minha vida é mesmo deprimente).

Voltei a conseguir pronunciar... endometriose
... infertilidade

Porque por mais que me assustem eu não posso continuar a ter medo delas, tenho que viver com elas ou com o sentimento de as poder ter.

3 comentários:

Isália disse...

Pois é amiga:) é preciso é força nestas alturas...e sabes que mesmo longe eu estou cá

Pocahontas na Cidade disse...

Pensamento positivo!
Pelo menos cancro da próstata não tens ;)
Força Gaby**

Patricia disse...

Um beijinho grande :)