quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Para 2010

Decidi repetir o ritual da passagem de ano anterior, tudo está onde devia de estar e não entro em 2010 com muitos pendentes (pelo menos dos que me tirem o sono).


Passei a tarde de volta dos tachos e estes folhadinhos de salsinha já estão prontinhos e embalados para seguir viagem. Aproveitei o tempo livre e continuei a cozinhar e uma feijoada apetitosa já acaba de cozinhar e 2 pães quentinhos também já estão prontos.
Só falta vestir uma roupa quentinha e confortável e seguir para o local de encontro.

Para 2010 o que desejo?
Talvez muitas das coisas que desejei em 2008, saúde é uma delas. Continuei durante todo este ano debilitada e à base de antibióticos, pelo menos uma coisa positiva estou completamente fora dessa coisa nova que anda por aí chamada de Gripe A. Os meus antibióticos são anti essas coisas!
Desejo finalmente conseguir resolver o meu grande calcanhar de Aquiles.
Desejo, por incrível que pareça, um trabalho melhor. Mudar nem sempre nos enche as medidas e fica-se por vezes com a sensação que conseguimos fazer muito mais e ser mais, é essa a sensação que tenho. Também acho que tenho uma carga horária laboral muito cansativa e isso afectou-me em todos os outros campos da minha vida, passei o ano a tentar equilibrar-me mas foi um equilíbrio que nunca alcancei. Para 2010 entro com as portas abertas a uma nova proposta e quem sabe se não entra alguém por essa porta. E quando falo de realização pessoal falo também de realização financeira... tenho-me sentido um pouco Madre Teresa de Calcutá.
E não "dou graças a Deus pelo ordenado que tenho" porque acho que mereço bem mais, mas isso vai ser areia para mais uma camioneta e essa guardo para 2010. Porque quem os quer eficientes tem que lhes pagar por isso... se não fosse assim tinha-se ficado exactamente como estava.
Como prevêem 2010 vai ser um ano de mudança a nível de trabalho para mim! Tenho-o dito!
Desilusão é sentimento que não cabe na minha carteira e é isso que tenho sentido relativamente ao meu trabalho.
A nível familiar quero que o meu mano volte dos EUA, isto sem ele não mete piada nenhuma.
Desejo conhecer mais pessoas e alargar os meus horizontes, desejo crescer ainda mais do que cresci até agora.
Os astros dizem que vai ser um excelente ano para as pessoas do meu signo e de mudança a nível profissional e para melhor, estou cá firme e confiante que 2010 vai ser um ano muito melhor dos que têm passado.

Que 2010 seja para todos nós um ano melhor do que foi 2009 e que possamos na próxima passagem de ano estar aqui a partilhar os nossos desejos para um novo ano.

Amigas entrem com o pé direito que vou estar a pensar em todas vós!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Muito pelo contrário

Desenganem-se quem pensa que ando receosa com o ano que se aproxima a passos largos.
Devo de ser das pessoas mais positivas quanto a 2010.

Talvez a minha nostalgia se deva ao meu inconsciente "rewind " de todo o 2009 e isso causa-me sempre um certo desconforto. Nunca fui de olhar muito para o passado, aliás sou do tipo de pessoa que toma as decisões e acabou-se. Nunca pensei muito como seria se tivesse seguido outro caminho, se abraço algo com a cabeça e o coração é para ser.
Quando não abraço nem me sinto abraçado não vai durar muito tempo, têm se aplica-se tanto ao amor como a projectos profissionais.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Solidão

Tenho andado e sentido estranha, apetece-me estar sozinha e tenho a sensação que ninguém ouve o que tenho para contar e falar.
Tenho-me sentido como num mundo à parte, solitária.
Não me apetece estar nem sentir que não me ouvem, tenho partido sozinha e passado horas só eu e os meus pensamentos.
Tenho passado horas sentada no meu carro a olhar para a vida enquanto ela passa rápido demais...


Chamo-lhe melancolia de fim de ano.

Também faço parte


Dessa enorme cambada de malucos viciados num jogo online chamado Farmville, colher árvores, ordenhar vaquinhas, plantar e lavrar é connosco.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O que faltava já veio


O que faltava para o meu ano (vulgo maldita época natalícia) acabar em grande?
A juntar a isto só faltava mesmo um dos carros se passar completamente... e como eu sou a mais atrita a esta onda de azar calhou-me a mim.
Saiu hoje do trabalho, sim há pessoas que trabalham nesta semana, e vou para pegar no dito 4 rodas e estava morto.
Completamente mortinho, nem tosse tinha. Eu dava à chave e ele nada... "morreu".
Graças às abençoadas novas tecnologias a "dita" falta de bateria desprogramou o resto do carro todo o que é um bocado a caminhar para o nojento.
Dada a morbidez da situação fiquei ainda sozinha, no escuro do estacionamento, a ponderar sobre as hipóteses que tinha: ligar ao Hugo e ser gozado a próxima década toda ou ligar ao reboque (mas é o Hugo que conhece o moço do reboque) assim fiquei reduzida a uma só hipótese... ser gozada.

"Então o teu super carro deixo-te a pé?"


ARRRGGGHHHH! Que lhe trinco as canelas!

Vá dar um encosto com os malditos cabos e toca a andar a ver se aquilo carregava um pouco, mau feitio como sou ainda fui às compras e meter gasolina só naquela a ver se o filho da p*** se ia abaixo novamente.
Chego a casa... deprimida como é óbvio. Carrego os sacos e meto-me no elevador, APAGARAM-SE AS LUZES TODAS ESTAVA O ELEVADOR ENTRE PISOS!
Ia-me ajoelhando e desmachando a chorar e a rezar, só pensava "esta merda vai parar, esta merda vai parar" nisto a porta abre-se... nunca sai tão rápido de um elevador.

Juro que se pude-se trocar qualquer coisa que tenho por amanhã acordar e ser 2010 nem pensava 2 vezes.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Música dos últimos dias...



Neste momento toca em 2 pc's cá de casa e um dos carros.
Foi mais um casa de "primeiro estranha-se depois entranha-se" e acaba-se por andar a trautear a melodia inconscientemente.
Gosto!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

humm...

Pressinto que vou ficar doente. É daqueles pressentimentos lixados...
Estou com os pés completamente encharcados ( e neste momento gelados) desde manhã cedo, o meu boss não me deixa ir para casa porque diz que isso é muito mariquinhas.
Na merda desta empresa não há um aquecedor.


Prontos, já reclamei.


Se amanhã não vier trabalhar já sabem porquê. Fui.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Hummm?

Quem é que deixou as portas da arca congeladora aberta?


Não se pode com tanto frio e vento, bolas!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Leiria, a outra face

Porque há coisas que só vemos quando nos embrenhamos na cidade de máquina em riste e um casaco bem quentinho... num dia de inverno de gelar.
Gosto de Leiria mesmo dos seus prédios em ruínas que não aparecem como atracção turística.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Não tem nada a ver

Apesar de ser época de Natal nem tudo o que se dá (ou recebe) tem a ver com a época em causa.
Ainda mais eu que sou uma anti-natalícia não quero cá ligações da minha prenda acabadinha de estrear com aquele senhor vestido de vermelho e que teima em não rapar as barbas brancas.

A minha lógica é mais esta: se o marido ganhou um carro novo então e eu?Um portátil, nada mau.

Agora estou aqui a torrar ao pé da lareira e a meter a minha "cibernética" em dia.


P.S. Finalmente estou a dar uso à wireless que se meteu cá em casa!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

E já passou

P.S. ( e logo para começar) - Por acaso até tenho um pouco de vergonha de escrever aqui os comentários que a dita candidata deixou lá escrito no caderninho, digamos que me pisaram um pouco o ego. Mas serviram para algo muito importante... corrigimos na 2.ª tentativa.

E já passou pela prova a 2.ª candidata e digo-vos foram 2 dias deliciosos! Não estou a falar isto porque ela nos comprou uma caixa enorme de miniaturas para comermos ao lanche. Não! Nada disso influenciou a minha opinião (mas que eram bons eram).
Sinceramente, já que temos que passar pela mudança que pelo menos tenhamos que trabalhar com alguém que nos agrade.
Mas como não sou eu que decido, só tenho que apresentar o relatório dos 2 dias e a minha opinião pessoal daqui a pouco quando o "big boss" me ligar, unicamente posso é fazer figas.

Mas agora tenho uma dúvida existencial muito grave:

- Se eu opinar erradamente será que vamos as 2 para o olho da rua?



... a reflectir nos próximos tempos!

2.º P.S. - prometemos que se ela fica-se lhe contávamos a história do caderno. Há pessoas que não se contêm e mete-se a falar no caderno... deu-me vontade de te esganar!

domingo, 13 de dezembro de 2009

"Big Fuck"

Ainda faltam mais de 2 semanas para acabar o ano, raios!
Os finais de ano custam-me particularmente a passar, parece que ando envolta numa nuvem negra que me estraga o bom humor (natural em mim) e toda a sorte que costumo ter.
Este fim de ano tenho andado especialmente rancorosa e com vontade de dizer às pessoas umas quantas verdades.
Passei por uma situação esta semana que me fez ficar digamos que quase a espumar de raiva e por motivos de trabalho nos próximos 2 dias vou ter que passar tudo de novo.
Passo a explicar: a minha entidade patronal anda a recrutar uma coordenadora e não faço ideia porque carga de água decidiram que as candidatas deveriam passar 2 dias inteiros comigo para perceberem como funciona isto de brincar ás imobiliárias (esse o motivo porque tenho andado desaparecida... ando a ser vigiada).
A 1.ª candidata que teve que gramar comigo na tarde do 2.ª dia já não deu a cara (devo ser mesmo muito boa rapariga) e até deixou o caderno onde estava a tirar apontamentos. Ora eu, inocente e parva como sempre sou, ia a arrumar o caderno na gaveta naquela que ela voltaria a passar para levar. Azar do caraças abri aquilo e deparei-me com uma página inteira a falar mal de todos nós da agência!!
Posto isto tenho um comunicado a fazer a todas as pessoas que andam à procura de emprego:

- " Pessoal, se querem mesmo vingar e ter um lugar numa empresa não andem a escrever comentários pouco agradáveis nos cadernos onde tiram apontamentos... é que as pessoas em causam podem ler. Entendido?"

Amanhã começa a 2.ª candidata, estão a ver a minha moral não estão?

Será que será de bom tom dar-lhe o caderno da 1.ª para ela tirar ir anotando o que quiser?

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

tu, tu, tuuuuuuuuuuuuu

É assim que tenho estado e os meus telemóveis: ausentes em serviço externo.

Volto no fim semana.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O que já não me assusta


Hoje mais de 30 post's escondidos apareceram aqui, no meu canto cheio de teias de aranha e cheiro a mofo.
Não são novidade, em tempos estiveram visíveis aos olhos do comum mortal mas num determinado período da minha vida senti a necessidade de os ter só para mim e não partilhar com mais ninguém o que já senti nestes 3 anos.

Tive um dia muito complicado, o de hoje, dias em que tenho que ir fazer exames médicos são sempre muito difíceis para mim. Ainda mais quando o fantasma da endometriose se voltou a levantar e assombrar-me.
Agora já não me assombra, já estou em casa e estou bem. Agradeço a todas a que tentaram ligar e mandaram mensagens para saber os resultados dos exames (estas coisas agora sabem-se na hora).
Estou fina que nem o papel!
Tenho uns rins que muita gente desejava nem uma pedrinha para causar tristezas, de resto o que vai cá por dentro desta barriga é tudo normalíssimo e de saúde que até se recomenda.
Mas saí do centro com um extra, um quisto com mais de 4 cm.
Há quem seja seguidor de uma banda, outros de actores e até existem os maluquinhos do futebol... eu nos próximos meses vou ser seguidora de um quisto ( a minha vida é mesmo deprimente).

Voltei a conseguir pronunciar... endometriose
... infertilidade

Porque por mais que me assustem eu não posso continuar a ter medo delas, tenho que viver com elas ou com o sentimento de as poder ter.

We can do anything



O que é nacional é bom!

domingo, 6 de dezembro de 2009

O caso misterioso da antena "aparecida"


O meu carro, dada a facilidade, é vítima de roubo de antenas. Agora nem tanto porque ao final do dia dou-me ao trabalho de recolher a antena e colocar na porta do carro, mesmo assim já voaram umas quantas.
Mas nestes últimos tempos a situação inverteu-se.
Esta semana estava eu a sair para ir trabalhar (stressada) e vou, já por gesto mecânico, abrir a porta para tirar a antena e meter mas... quando olho vi que tinha antena colocada no carro, pensei:
"Estúpida, olha a sorte que tiveste de não ter ficado sem mais uma!"
Mas depois vi que aquela não era a minha antena, olho para a porta do carro e estava lá a minha.
Toca a andar!
Com isto já é a 2.ª que aparece misteriosamente e "só naquela" comecei a fazer stock na garagem.
Será que estou a ser alvo mais uma vez da lei do retorno?

sábado, 5 de dezembro de 2009

Desafios

Ora aqui está algo que não fazia há meses, um bom desafio...
Desafiada pela minha amiga do coração aqui vai um pouco de mim em revelações que não são quase em nada revelações e sim constatações.


1º Seguir as regras
2º Levar o selo acima que identifica quem está, esteve ou estará no desafio
3º Completar as seguintes frases:

a) Eu já... pensei em desaparecer e tentei eliminar-me do Universo (mas Deus não me quis fora daqui tão cedo);

b) Eu nunca... consegui deixar um animal indefeso na rua a sofrer;

c) Eu sei... que tenho algo grande destinado para mim ( e espero pacientemente!);

d) Eu quero... ou melhor "eu gostava" de um dia ser mãe;

e) Eu sonho... não em ter dinheiro mas ter saúde, trabalho e uma família estável;


4.º Depois de completar a frase com as 5 respostas indicar 5 blogs para dar sequência ao desafio.


Então passo a citar a minhas vítimas:

- Patrícia (linda à recepção, fax favor);
- Mónica ( da Luz lol);
- Isália (pergunta ai ao marido se vai uma aguardente de medronho?);
- Carla ( um dia amiga, um dia a gente ainda vai curtir a vida as 2);
- Isabel ( eu vou ai a cima, está prometido, está prometido).

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Auuuuuuuuuuuuuuu


Tive aquilo que chamo de "semana de cão".
Aquelas que acontece tanta coisa, tanta novidade, tanta informação para processar que não se tem tempo para nada nem dar um beijo de amor nem pensar no que se está a sentir.
Posso dizer que estou a entrar no meu período de descompressão, apesar de amanhã ir trabalhar o sentimento já não é o mesmo e a sensação de responsabilidade também amaina um pouco.
Esta semana aprendi que devo aprender a calar-me e não me "gabar" de saber fazer "tarefas" extra a minha função. Mas como ainda não aprendi a esconder o que vou aprendendo nos meus tempos livres esta semana levei por tabela e fui FORÇADA a passar horas e mais horas a trabalhar em firewoks... ao ponto de ficar com dores de cabeça horríveis que me davam vontade de chegar a casa e dormir. Mas adiante que a tarefa está quase cumprida (espero que haja compensação por tarefas extra função de coordenadora).
Para além disto tivemos uns desaires financeiros, nada anormal para a altura de azar (vulgo "Natal") que estamos a atravessar. Como já disse o Natal para nós simplesmente é uma fase catastrófica de acontecimentos nada bons.

Enquanto o forno continua avariado, os gatos doentes, trabalho a acumular na secretária eu vou ali deitar-me e deliciar-me com a minha compra mais recente... um livro sobre chás.
Ando fascinada desde que li de chás que levam pétalas de papoila!






P.S.: Cortei o cabelo quase rente

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

A noite passada

Fugi ao normal e fomos ao cinema.
E ver o quê?
Ora pois claro, o 2.º filme da saga Twilight...

Adorei! Será que estou a ficar viciada?
É por estas e por outras que não sou dada a modas, é tipo um adrenalina e agora vou ficar em sofrimento até sair o próximo. E posso ser cardíaca! (Deus ainda me vai castigar por dizer tanta vez isto, daqui a uns anos descubro que sou mesmo cardíaca e é mais uma para o meu rol de doenças).

Sem sombra de dúvida que foi mais romântico que o 1.º ao ponto de arrebatar tanto que dava vontade de saltar da cadeira e irmos nós lá dar um beijo aos moços (eu ia sem pensar muito).
Apesar do lobisomem musculado que meteu aos saltos para ai 75% da população que estava naquela sala comigo (saliento que era quase tudo "pitas" ainda com as fraldas agarradas e sem idade sequer para sair de casa) eu continuo arrebatada por aquele vampiro de pele branquinha.
Com ele era para toda a vida... e todo o dia! (se é que me entendem)

Agora vou comprar os livros e dedicar-me á leitura, isto é quando tiver tempo, isto é talvez quando for idosa e estiver reformada...