sexta-feira, 13 de novembro de 2009

a despedida

Numa sexta feira 13 entre risos forçados e tentativas de trabalhar as lágrimas foram a minha companhia.
Não sou mãe mas tenho sentimentos de mãe.
E hoje despedi-me de ti!

Custou-me tanto.
Mas tenho que nos próximos meses ler e reler, acreditar e lutar para acreditar no que diz o pequeno papel ao lado do meu pc (escrito por uma colega de trabalho).
Tu foste para ser feliz!
A egoísta hoje fui eu...

2 comentários:

Cláudia disse...

Se era uma coisa que ele tanto queria, ele deve estar muito feliz... Mas quem ama sofre com a distância. Não és egoísta por isso.
É o teu menino e sempre será... E agora mais que nunca ele precisa de todos vocês, para o ajudarem e para assistirem à realização do sonho dele. Não há nada melhor que isso.

Forca querida*

Isália disse...

E vai de certeza. Ele vai ser muito feliz e tu vais orgulhar te muito do trabalho que ele vai desenvolver lá :) Sê forte