terça-feira, 30 de junho de 2009

Viva!

Ao fim de 3 anos a viver aqui no prédio consegui fazer a minha primeira colheita de ameixas 100% biológicas!
Saliento, da única árvore de fruto que se encontra em bom estado, e com a promessa de para o ano dar o quádruplo!
É que sou a única que me preocupo com o que vai por este jardim, eu rego as plantinhas todas em redor da minha varanda, arranco as ervinhas e trato da minha querida ameixieira que se encontra mesmo na esquina da minha varanda e está enorme e viçosa.
Fiz a colheita toda só de uma vez porque ouvi aqui por casa boatos que um dos vizinhos do outro lado da rua diz que as ameixas são muito boas.
"Mas que raio quem é que tratou da árvore? Fui eu não fui? Então são minhas!"

Assunto encerrado, já cá moram todas na barriga agora esperemos que eu passe mal dos intestinos com tanta gulodice.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Desgraças, hoje? Não!


  • Desconjuntaram-se as sandálias que trazia calçadas, tive que comprar outras à pressão;
  • Fui pagar uma dívida de um cliente e já tinha entrado para contencioso, tive que me arrastar para a Câmara Municipal e alombar com 30€ a mais do meu bolso;
  • Nas finanças descobri que alguém comprou um T1 a pensar que era um T2;
  • Fui confrontada com fornecedores de consumiveis do meu antigo e actual local de trabalho, parece que "estou um pouco confuso", apeteceu-me mandá-lo à m****;
  • pérola do dia ... rompi também o elástico das minhas cuecas!

Com tudo isto ainda me riu, devo ser mesmo parva.

E sim, ando para ai 75% dos dias vestida com qualquer coisa verde e sim, há mais de 10 anos que tenho o cabelo curto. Tudo o demais que apareça por aí são reles imitações.

Vou hibernar o resto do dia (até estou com medo de pegar no carro!).

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Tesourinhos deprimentes


Estes são os meus!
Ou julgavam que eu por acaso também não tinha pequenos segredos escondidos em baús, pequeninos e coloridos que cabem na palma da mão.
São só 2 e o facto de os trazer comigo ainda não percebi bem o porquê, será uma sinal do cosmos que está na altura de aumentar a minha colecção para 4 tesourinhos? Será?
Para quem sabe o que este tipo de baús contêm, por favor façam segredo.
Abri só uma única vez aqui no escritório e a reacção que houve foi "Ai que nojo!"...

terça-feira, 23 de junho de 2009

O que muda...

De um ano para o outro o que mudou?



  • o cabelo;
  • o estado de espírito;
  • a companhia;
  • o fato de banho.


O que não mudou?

  • a toalha;
  • a areia;
  • o som das ondas.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

[ Não posso adiar mais ]

Ando a adiar um situação há anos.
Não sou de ter deste tipo de atitudes, mas como é algo meu só meu tenho andado a adiar e voltar a adiar.
Hoje já se me encheram os olhos de lágrimas só de pensar que tem que ser mesmo, o mais rápido possível porque estou a piorar.
Nervos, raiva, medo... sim medo e depois?
Hoje fiz uma comparação parva, só mesmo vinda da minha cabecinha mirabolante: de certeza que me custa menos ir às consultas do Hospital e ouvir chamarem o meu nome no micro e dizerem "Ginecologia/Esterelidade"do que ir ao otorrino e ouvir chamar pelo nome.
Confesso, piorei muito nas últimas 3 semanas, não sei se por causa do raio do calor, só sei que estou cada vez mais surda.
É um facto, sou surda e prontos!
Oiço música em altos berros no carro, falo cada vez mais alto... deixei de ouvir os sons mais agudos que ninguém ouvia e cada vez consigo entender menos o que dizem se não estiver a acompanhar com a leitura dos lábios.
Hoje pareço uma barata tonta, não sei que fazer.

- esperar que passe...
- marcar a maldita consulta, mas nem sei com quem nem onde...

A última vez que estive no médico por causa disto foi em Lisboa no Hospital Santa Maria há para aí uns 17 anos... desde aí que me recusei a voltar a meter os pés num otorrino.
Só eu sei as dores que tive, o pavor que foi ir ficando surda de dia para dia até chegar ao ponto de não ouvir quase nada em meu redor.

Agora, tenho quase 30 anos e estou a piorar!

O karma é uma coisa lixada, se o apanha-se na rua dava-lhe um pontapé nos tomates!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Pérolas " Keyword Analysis"

    Há gente que vem parar ao meu blog por isto:

  • o que é o que quanto mais quente me sinto [hummm? é o quê? Tens a certeza que não estás sentado onde não deves? A minha mãe sempre me disse para não meter a mão no fogão quando estivesse ligado]


  • não consigo limpar a casa [isso é lixado, eu chamaria isso mais de "calanzice"]


  • gaja stressada [vieste ter ao sítio certo, vive aqui uma]


  • quanto custa 1k de trigo ? [não há lojas na tua terrinha? Porra, temos até o Continente Online, é preciso vir ao meu estaminé cuscar disso. Dass]


  • coisas que odeio em ti [uiii, se eu fosse aqui a enumerar as coisas que odeio em muita gente tinha que ter um blog dedicado só a isso]


  • mensagem eu desisto [opá não desistas, isto não é tão mau quanto parece!]


  • quase trinta [também eu, é lixado não é?]


  • 9 elevado a 29 (potencia) [matemática a esta hora da manhã??? E a máquina de calcular do pc, não funciona?]


  • crimes em freixianda [que eu saiba nunca aconteceu por lá nada de muito especial. Agora atentados!! Uiiii, faz-se com cada um... quanto mais não seja ao código da estrada. Terrinha maravilha!]


  • música agata - que tu e ela iam viver os sonhos [Xôooo, sai para lá pimba]


  • gatas na lua [corrijo "gata" só há uma e a minha mãezinha não pode fazer mais nenhuma infelizmente!]


  • carta de amor para gabriela ["vai mi liga!]

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Mais um momento publicitário


Já lá vão 5 semanas que nós os 2 [eu e ele] começamos a tomar estas cápsulas para o cansaço.. fazem efeito, recomendamos vivamente a que experimentem.
Quanto a efeitos secundários, não me venham com merdas, mas eu engordei! Já corri fóruns e mais fóruns e apesar de muita gente dizer que não fazem engordar pelos vistos existem por aí umas alminhas espalhadas pelo mundo que tiveram o mesmo efeito secundário que eu.
Não é que me fique mal um pequeno pneuzinho, nunca fui amante dos esqueletos ( e já conheci uns quantos que não tinham por onde se agarra-se) mas mete-me um bocado de nervos conseguir agarrar a minha própria barriga com esta facilidade. O médico (sim, já passei uma vergonhaça no médico) diz que estou no ponto ideal (óh, meu deus!) mais é gordura, menos é magreza. Enfim, homens!
Mas mesmo assim, esta semana tenho andado de rastos, não sei se é por causa deste tempo que não se parece com nada... deito-me estoirada e stressada e custa-me tanto a levantar de manhã.


------------------ Férias precisam-se!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Para o lanche



Pão de leite (uma das versões)

320 ml água morna
100 gr de manteiga (eu derreti antes de juntar)
2 c. chá sal
7 c. chá açucar
11 c. chá leite em pó
600 gr farinha
fermento para pão

Tirei esta receita da net mas as medidas que vinha quando fiz saiu uma bela porcaria, então refiz tudo para colherzinhas de chá!!
Esta está testada e aprovada pelo marido.
Meter tudo na máquina pela ordem normal (1.º liquídos depois os sólidos).
Programa rápido (1h) eu depois acrescentei mais 20 minutos de cozedura porque gosto deles bem cosidinhos.
Ficou super fofo e óptimo!

sábado, 13 de junho de 2009

Dreams... e que sonhos


Tive um sonho estranho esta noite. Acho que grande parte dos meus sonhos são estranhos, a outra parte é com trabalho.
Sonhei que tinha uma criança a chorar à entrada do meu prédio sempre que chegava a casa ao final do dia... todos os dias.
Um menino muito sujo, a choramingar. O resto não me lembro.
Hoje quando me levantei dei de caras com um cartão de uma psicóloga que me deram o ano passado, coincidências a mais.
Mas enquanto vinha para o trabalho vim a pensar e a remoer isto tudo. Será que não preciso mesmo de ir falar com alguém?

Tenho alturas que acho que consigo agarrar o mundo todo na minha palma da mão, noutros momentos sinto tudo a esvair-se como pequenos grãos de areia por entre os dedos e por mais que eu aperte mais eles caem.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Estou...

... arruinada das costas.
Doem-me tanto!

Passei estes feriados encerrada na minha garagem a pintar móveis, mas dei por terminada a tarefa, aproveitámos e metemos prateleiras na garagem e arrumámos a ferramenta toda que andava por lá espalhada.
Passamos uma manhã inteira às compras de tralha lá para casa (já não cabia mais nada dentro do meu mini-carro) e perdemos um dia espectacular de praia graças a isso.
Mas primeiro o dever e depois o lazer.

domingo, 7 de junho de 2009

Parabéns crominho!

Apesar de toda o pessoal hoje te ligar a dar os parabéns e todos terem errado em quantos aninhos fazes...
Desejo-te muito parabéns e que os 33 venham só para o ano!!

sábado, 6 de junho de 2009

Adiar de decisões

[Foto retirada daqui]


Não imaginam a quantidade de pessoas novas... a maior parte sente-se à distância porque é que ali estão, que de dia para dia vão aparecendo nas consultas no hospital.
Ao fim destes meses todos que também eu comecei a ir lá continuam a sentar-nos na mesma sala que as grávidas e outras mulheres com os mais variados problemas.
Nós aqueles que não, continuamos ali a sentir o compasso dos minutos a passarem, umas vezes lentos demais outras vezes a correr sem que consigamos fazer parar.
A última vez que lá fui, não à tão pouco tempo como isso, levava uma decisão. Decisão essa que com os minutos lentos da sala de espera, o respirar o mesmo ar que aquela gente toda, o ver casais ( cada vez mais) ali com a esperança que um dia voltarão por outros motivos e deixarão de ser "aqueles que não", a minha decisão desvaneceu-se.
Daqui a 1 ano.
Agora não, não quero, não aguento mais isto, já não sei efectivamente se quero. Tenho medo de estar a lutar contra o que não é para ser.
Ao fim deste tempo todo pela 1.ª vez senti que tenho dúvidas.
Preciso parar, pensar, viver, esquecer tudo isto e tudo o que já passei.
Preciso respirar fora daquela sala de espera!
Preciso não sei bem de quê nem de quem...
Daqui a 1 ano, no dia dos meus 30 anos, voltarei, vou sentar-me naquela mesma sala juntamente com as grávidas, aqueles que não e todas as outras mulheres e ai sim, não posso recuar tenho que ter perdido este medo que se instalou e dizer que sim ou não.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Em recuperação



Nós fomos e ADORÁMOS!

Um verdadeiro espectáculo musical, estes senhores têm mais genica do que eu e estão ali para as curvas.

Se por acaso voltarem a Portugal de certeza absoluta que estaremos lá para ver... eles movem multidões.

Confesso que me senti uma catraia no meio daquele estádio repleto de gente... abundavam os seguidores na casa dos 40, 50,60 aninhos...

Hoje estou aqui completamente K.O., dormi pouquissimo e mal (fui a única que não pude tirar hoje o dia de férias) de resto estão todos em casa em recuperação. Bolas!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Record pessoal

Ontem bati um record meu pessoal (pelo menos dos últimos anos)...



... deitei-me era 21h11 e adormeci quase logo.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Manual de sobrevivência IV

IV - Não confiar em ninguém!
Hoje aplicou-se à letra aquela frase de cinema "tudo o que digas pode ser usado contra ti", hoje aprendi que ser simpática e amiga é crime.
Partilhar o que somos é crime.
Hoje vim para casa piúrsa da vida, mas passem por cima que não me importo porque ao fim e ao cabo quem ainda vai curtindo qualquer coisa sou eu e isso ninguém me tira.

Ou terá isto tudo hoje sido uma conspiração por eu ter ido trabalhar de vestido e sapatos de tacão?
Cambada de ***************************************************************

Mas raivas internas à parte, hoje tive uma notícia deliciosa. Afinal todo o meu esforço nestes 4 meses tem valido a pena e o SIM ouvi hoje, como se de um casamento se trata-se e eu claro que ACEITO.