domingo, 22 de junho de 2008

Os dias têm passado

Os dias têm passado atordoados.
Não saber propriamente o que ando a fazer e dormir de mais de 12h por dia.



A medicação foi mudada. As pessoas têm-me dito que ando estranha... eu acho que sempre fui algo estranha.
Esta semana disseram "Ela riu-se!" como se de um milagre se trata-se.
Tenho passado os dias calada de volta do meu trabalho, como recusei o facto de ir de baixa, tenho cumprido as minhas funções lá no escritório de forma muito eficaz, confesso.
Mas... entro calada e saiu muda. Não me apetece falar, vou para o jardim às horas de almoço ou fico lá sossegada no escritório de volta de alguma encomenda que traga na mala e ninguém se mete comigo.
Tenho-me sentido bem.
Tirando o facto do atordoamento diário, estar proibida de conduzir e não estar a cumprir, valeu-me ontem uma jante riscada por não conseguir medir bem a distância com o passeio e um corte num dedo digno de pontos e que o marido se passou por não conseguir estancar o sangue. Mas se eu digo que ando completamente dopada é para me levarem a sério.

Esperemos que isto seja uma fase de curta duração porque já deveria ter subido a dose da medicação mas assim acho que me fico mesmo pelo "meio comprimido".

E vivam as nuvens!

4 comentários:

Cartas a Si disse...

Eu não ando dopada, mas também ando a dormir em pé. Tenho andado tão cansada que parece que o trabalho não rende, às vezes tenho vontade de dar um safanão em mim mesma para ver se recupero a energia, outras apetecia-me dormir durante uns dias, para poder ficar longe de tudo e descansar um pouco.

Espero que melhores rápido, para termos o teu sorriso todos os dias.

Abraço

andie disse...

Oh, rapariga, realmente isso até se nota no escrever...lol!
Quando tiveres mais na terra, volta a ler o post e vê os erros!!!Não leves a mal. é para rir mesmo!
Jinhos, amanhã falamos!

Gabriela... disse...

P/ CARTAS A SI

Fazes-me lembrar a mim própria há umas semanas que dizia que queria dormir 15 dias seguidinhos... mas agora irrita-me dormir tanto. Tempo mal aproveitado, credo.

Gabriela... disse...

P/ ANDIE,
Quais erros? Calúnias!
Eu não vejo lá nadinha (pelos menos acho que corrigi tudo...).
Hoje já estou mais em terra, amanhã já vai um inteiro e que venham novamente as núvens que já sinto falta delas.