segunda-feira, 7 de abril de 2008

Um sorriso não dói

Existem factos engraçados que acontecem no nosso dia a dia que ao início não nos damos conta deles mas que aos poucos vamos sentindo que acontecem, quando acontecem e já esperamos que aconteçam.

Muitas sabem que tenho um senhor já G6I (gajo sexta idade) que me idolatra, que me trata por princesa, que me vem todos os dias desejar um bom dia, que me diz o quanto a cor dos meus olhos lhe alegra o dia... que me oferece caixas de Ferrero Rocher e me fala da ternura dos 40. Hump....

Nos últimos tempos tenho tomado consciência que tenho outro fã, passa aqui todos os dias às mesmas horas, olha para dentro da loja, olha para mim e sorri-me. É um rapaz da minha idade ou pouco mais velho que eu, deve trabalhar aqui pertinho. Já sei que vai almoçar às 12h30 e sai do trabalho às 17h30...
Eu acho engraçado estas coisas, fico um tanto ou quanto embaraçada. Não sei explicar!
Mas sabe bem sentir que há quem saiba que existimos e que não se esquece de nós nesse pequeno gesto que é o sorriso. Da próxima vou retribuir! Não custa nada, não dói...

2 comentários:

Isália disse...

e podes crer...um sorriso alegra-nos o dia..

Tita disse...

um sorriso mantém-nos mais leves e melhora o nosso dia... bjs.