segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Quase inacabado!!!

Diz-se que quando queremos tudo acaba bem e assim o é.

Hoje viste-me rir como já não ria há uns bons dias, hoje ri até fartar no trabalho ( também barafustei mas isso já é da praxe!), hoje falei com a minha mãe a acalentei o seu coração pequenino que sofre sempre por nós os dois aqui... hoje ela disse-me:

"Filha, como eu gostava de viver perto de ti!"

Ou eu de ti, mãe.

Talvez um dia, próximo ou distante, vítima de qualquer situação possamos viver as duas pertinho uma da outra. Para que possas, sempre que quiseres, vir utilizar a internet cá de casa e matar o teu gostinho ( sais à filha, sem sombra de dúvida) de vaguear e eu sempre que quisesse pude-se deliciar-me com os teus mimos e com a tua companhia.

Mãe, a minha vida tem alturas que parece um rally.


Mas é isto que me faz sentir tão viva e cheia de sorte como hoje.
Porque afinal Deus não dá ponto sem nó... nós muitas vezes é que nos emaranhamos no cordel e desistimos de nos queres soltar.

2 comentários:

Sílvia disse...

Gostei...
Gosto mesmo de te ver assim optimista... de bem com o mundo... a dar valor ao que realmente interessa... É assim mesmo! Estou contigo!

Gabriela... disse...

Obrigado amiga!
Tudo conta para nos FAZERMOS sentir felizes.
Beijo