sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

amor como é negra a água....

Tenho andado desaparecida... um pouco negra confesso.




Negra, aborrecida, chateada, irritada (ponto final) Todas essas coisas que não se querem no início de um novo ano mas que nos têm atingido. A almofada tem sido a nossa fiel conselheira e aos poucos temos conseguido ver alguma luz no meio desta escuridão.

E depois acontecem coisas que são dignas de ficarem registadas:

1) Desceram-me o ordenado... afinal o aumento não devia ter sido para mim. Bolas!!! O boss comprou um carro novo e 2 pc's topo de gama.... hummm (suspeito!)

2) Hoje fui despedida pelo contabilista da empresa. Serei eu tão boa peça? Mas o que faço mais ninguém aqui o faz por isso continuo na mesma (como a lesma!) como nos últimos 3 anos que ocupo este lugar, com obrigações triplicados e trabalhos dobrados.

3) Hoje fui ver quanto custava um carro imaginário. Sai carito...


São 15h35 neste momento e só agora me lembrei que ainda não almocei. Tenho ido ao ginásio quase todos os dias nem que seja só para estar deitada no chão a olhar para o tecto e conversar com a Ana ( a moça que faz o acompanhamento e dá a parte da aeróbica), hoje fui sozinha e dei-lhe até ficar bem cansada e moída e o stress quase que passou. Hoje estavam lá mais senhoras a inscrever-se e perguntaram-me porque andava eu lá se até era elegante "Eu não ando aqui para emagrecer, eu ando aqui para destressar!"

2 comentários:

Isália disse...

Possa...que cena! Espero que tudo se resolva pelo melhor...boa sorte...bem precisas

Gabriela... disse...

Isália obrigado!
Esperemos que sim e bem rápido porque a minha paciência anda a ficar um pouco escassa.
beijo enorme e bom domingo