segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Contradições

Eu nos pós fim-semana perco muito a vontade de escrever, talvez pelo stress ou muitas vezes devido à tentativa frustrada de cumprir agenda muitas vezes cheia demais... tarefas ou emoções carregadas demais para mim.

Mas este fim-semana marcaram-me contradições

Boas
Trabalhar na minha bancada em peças novas e ter o marido a tocar baixo nas minhas costas. Os dois ali costas com costas (como passamos muito tempo), a conversar, a rir... a viver

Sentada no chão juntinho à lareira de volta das minhas lãs, a inventar, o marido a meu lado e os gatos a dormir aos nossos pés na sua mantinha polar


Más
Tentar trabalhar na minha bancada em peças com data marcada de entrega (tipo para ontem) e o marido experimentar acordes no baixo de música da pesada... em que vai falalhando quase todos

Sentada no chão juntinho à lareira de volta das minhas lãs a tentar engendrar um cachecol com um ponto de outra peça qualquer, os gatos fugirem-me com os novelos, queimar-me com uma carrasca e o marido ainda me vir tapar o calor



Ontem aclamei ao mundo que gostava que os domingos não existissem e que gostava de vir para a agência todos os dias... mas hoje já mudei de ideias.

Sem comentários: