terça-feira, 30 de outubro de 2007

ès o meu orgulho

Todos dos dias descubro novos sentimentos em mim, novas facetas desta minha dupla, tripla personalidade...
Todos os dias descubro mais o quanto amo viver,
Respirar o ar da manhã, encher bem os pulmões e sentir...
Todos os dias descubro mais o quanto amo as pessoas que me rodeiam,
Todos os dias descubro mais o quanto amo cada pedaço em mim e em ti.

Amor, tu bem sabes que não sou de puxar ao sentimento assim tão facilmente.
Bem sabes e poucos mais como me fazer chorar e ficar lamechas... de beicinho e carente.

Mas amor, tenho tanto orgulho em ti!

Infelizmente não consegui tirar fotos do momento que me deste o prazer de presenciar...
Tu meu amor, recebeste uma medalha por teres cumprido já 5 anos do teu voluntariado.

Não posso negar que não fiquei de lágrima no olho quando na cerimónia te vi colocar as divisas no teu pai e ele te colocar a medalha.
Ali eram só vocês os 2!!
Como senti o vosso sorriso um para o outro e o vosso orgulho. Tal pai tal filho...

Ao meu lado a minha sogra chorava, essa nunca se contêm!!

Mas agora giro, giro amor foi quando foste ao banho. Não te valeu a pena espernear e barafustar, tinha que ser.


Depois molhado mas feliz desertinho para te vingares nos que ainda estavam secos. Eu cá ainda apanhei umas pingas e uns ameaços do comandante que para o ano se não estarei eu lá também para ser baptizada!
- Meu amigo, tire dai o cavalinho. Estamos entendidos?

É assim que te vejo todas as noites em mim...

Saliento que para ai 75% daquele pessoal apanhou banho de mangueira elegantemente manejada pelo meu sogro, sim porque existe por lá muitos rapazes novos que não lhe chegam aos calcanhares.

2 comentários:

Sílvia disse...

Parabéns ao Hugo! Mas parabéns mesmo... O que ele faz é de louvar e muito. 5 anos de voluntariado... 5 anos a dedicar uma parte da sua vida aos outros... 5 anos a viver para os outros...
PARABÉNS!

Gabriela... disse...

Obrigado amiga, o marido daqui agradece o elogio babado.
Mas aquilo não é só trabalho também tem a sua parte gira como as festas e o recente torneio de matraquilhos... motivo para se deixar a mulher sozinha em casa. Snifff