quarta-feira, 31 de outubro de 2007

I see the world through you

Simplesmente sem palavras... até a dormir me ecoa na cabeça.
Fiquei de joelhos por esta música, sinto-a do fundo do coração.

terça-feira, 30 de outubro de 2007

more and more

Confesso que nunca fui uma fanática por música, inclusivé ouço de tudo.

Mas desde que tenho tido mais tempo para estar por casa tenho-me embrenhado completamente e ontem delicie-me por inteiro com o novo albúm de David Fonseca, hoje com o "lado a lado" de Mafalda Veiga e João Pedro Pais.
A nível estrangeiro estou a desventrar Motorhead e agora dei numa de Sisters of Mercy.

O Regresso - Parte II

A "caracoletas" voltou!!

Depois da saga de deixar crescer o cabelo para o tão falado penteado de casamento finalmente (sim finalmente!) cortei as gadelhas e os caracois voltaram leves e flutuantes.

Agora sou novamente a "caracoletas" cá de casa! E ameaçada de divórcio se corto o cabelo mais curto...

Os homens têm cá cada fetiche mais estranho! E eu a pensar que ter fetiche com fardas era estranho... hummm

ès o meu orgulho

Todos dos dias descubro novos sentimentos em mim, novas facetas desta minha dupla, tripla personalidade...
Todos os dias descubro mais o quanto amo viver,
Respirar o ar da manhã, encher bem os pulmões e sentir...
Todos os dias descubro mais o quanto amo as pessoas que me rodeiam,
Todos os dias descubro mais o quanto amo cada pedaço em mim e em ti.

Amor, tu bem sabes que não sou de puxar ao sentimento assim tão facilmente.
Bem sabes e poucos mais como me fazer chorar e ficar lamechas... de beicinho e carente.

Mas amor, tenho tanto orgulho em ti!

Infelizmente não consegui tirar fotos do momento que me deste o prazer de presenciar...
Tu meu amor, recebeste uma medalha por teres cumprido já 5 anos do teu voluntariado.

Não posso negar que não fiquei de lágrima no olho quando na cerimónia te vi colocar as divisas no teu pai e ele te colocar a medalha.
Ali eram só vocês os 2!!
Como senti o vosso sorriso um para o outro e o vosso orgulho. Tal pai tal filho...

Ao meu lado a minha sogra chorava, essa nunca se contêm!!

Mas agora giro, giro amor foi quando foste ao banho. Não te valeu a pena espernear e barafustar, tinha que ser.


Depois molhado mas feliz desertinho para te vingares nos que ainda estavam secos. Eu cá ainda apanhei umas pingas e uns ameaços do comandante que para o ano se não estarei eu lá também para ser baptizada!
- Meu amigo, tire dai o cavalinho. Estamos entendidos?

É assim que te vejo todas as noites em mim...

Saliento que para ai 75% daquele pessoal apanhou banho de mangueira elegantemente manejada pelo meu sogro, sim porque existe por lá muitos rapazes novos que não lhe chegam aos calcanhares.

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Anulação

Hoje, mais uma vez, andei às voltas com o meu nariz... finalmente fui ao médico!
E isto de ter um marido bombeiro é um privilégio no atendimento ( não fosse ele o menino querido de muitas senhoras bonacheironas lá daquela casa!) e lá fui de nariz iluminado saber o veredicto do homem da bata branca! Nada de grave.

A partir de agora o meu nariz é como as minhas orelhas: "Mexer só ser for com os cotovelos!"
E a pomada espero que seja milagrosa já estou farta de andar a dizer "não me toques no nariz!"

Para a semana devo voltar, mas por outros motivos...

factos casuais|| ou constatações fatais

Hoje enquanto fazia aqui uma limpeza em tudo o que está guardado neste pc para que amanhã se faço um up-grade à tanto necessitado descobri pastas (coisas já com bem mais de 1 ano) com link's de sites e blog's que já não visitava à séculos e antes de apagar não fiquei sem dar uma última olhadela...

E que fique claro, eu até gosto que citem aquilo que escrevo mesmo sem colocar as fontes, podem falar bem ou desdenhar... mas é sinal que sentem curiosidade de vir ler.

E isso afinal é que importa!!

E a minha mãe sempre me disse "Quem desdenha quer comprar!"

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

e o galo cantou!

Tenho o estranho hábito de coleccionar objectos tradicionais da maior parte dos sítios que visito.
Da nossa lua de mel como podem imaginar trouxemos um montão deles...
Que um a um aplicamos um selinho a dizer de onde pertence e a data em que lá estivemos, tipo mapa cronológico dos sítios que já visitamos.

E assim vamos enchendo a prateleira de vidro, pedaços de recordações e de sentimentos. A todos eles associamos imagens e histórias que ficaram cá dentro.

Hoje veio mais um morar cá para casa...


Um galinho de Barcelos! Imponente apesar do seu tamanho diminuto, rezingão apesar das suas cores vidas... uma delicia mesmo ao lado do nosso pequeno tambor da Tunísia.

E agora não me venham com cantigas, Barcelos fica mesmo no cú de Judas!!!
Mas valeu a viagem, fui conhecer a minha amiga Sílvia ( uma cliente já antiga lá do Cantinho dos Miaus) , cumprimentei de longe a Francisca... a moça ainda não é muito social e eu também sou um pouco envergonhada. Comi um delicioso lombo no forno com batatinhas e uma mousse de ananás daquelas de trás da orelha e fomos enfeirar.
E meus amigos, aquilo lá sim é uma feira! Nunca tinha visto feira tão grande e com tanta coisa e de lá também veio o meu galinho.
E assim foi mais uma terra conhecida neste nosso Portugal.

Obrigado Sílvia pela visita guiada.

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

A 300 à hora

Hoje é que foi, daqueles entra sai, corre e pára...

No meio dos montes de roupa que seca, outra por lavar, vai-se finalmente e por necessidade comprar o novíssimo estendal de grandes dimensões.
Aproveitamos a viagem e fazemos mais uma paragem, trazemos um novo home cinema cá para casa, mais uns sacos do supermercado e mais uns apetrechos para o meu hobbie. Agora é que vai!

Regressei às minhas sessões de depilação a lazer, mudei de empresa e gostei da mudança.
Confesso que hoje me senti como uma criança...

( e quando for grande quero ter um carro destes e ir viver para o Principado do Mónaco... piadinha pós lua-de-mel... heheheh)



As energias estão renovadas... já sinto falta de ir trabalhar, a sério!

terça-feira, 23 de outubro de 2007

assim foi....

"... e prometo ser-te fiel,
amar-te e respeitar-te,
na alegria e na tristeza,
na saúde e na doença,
todos os dias da nossa vida."




Porque naquele dia fomos só nós os dois e mais ninguém!

Com muito mais que alguma vez tínhamos imaginado...

Porque não são os passos marcados que contam,
O seguimento de tradições...
Mas sim o que vai cá dentro desde há muito tempo!
Não foi o facto de termos assinado um papel que fez com que fosse "para sempre"!
Mas o momento em que partilhamos a nossa alegria e o nosso amor para com todos que estiveram presentes, isso sim é que foi especial!
Estiveram todos os que nos são importantes,
Partilharam a alegria,
As lágrimas...

Fomos uns noivos modernos, super modernos!
Abaixo os cinismos das noivas de branco e os noivos de fraque,
Éramos simplesmente nós como todos nos conhecem!
Em vez de carro de luxo com flores tivemos carro comercial com muitas latas,
Em vez de vestido branco com rendas e folhos flutuantes tivemos o verde simples e crú,
Em vez de véu tivemos penteado fora do normal,
Em vez do fraque tivemos fato de estilista português e t-shirt preta,
Em vez da tradicional cesta das alianças tivemos a caixinha dos sentimentos,
Em vez de tudo... estivemos simplesmente nós!

Rasgados foram os elogios e as mensagens deixadas para a eternidade.
Agora simplesmente descansam ali réstias de dias a correr e que passaram tão rápido que até parece que nem chegaram a acontecer.
Restamos nós os dois abraçados como sempre sentados a ver o pôr do sol do resto das nossas vidas...


Agora a lua de mel, ui... nem vos conto! Isso dava livro de muitas páginas, mas eu prometo entretanto contar!

Infelizmente ainda não temos fotos de jeito, a fotografa devido ao seu estado de graça ( quase, quase a parir) ainda vai demorar e os restantes convidados que tinham máquinas infelizmente, o vinho devia ter grau a mais porque, são poucas as que se aproveitam... mas esperamos por mais contribuições!