sexta-feira, 20 de abril de 2018

Sou a melhor mulher para homem casar

Estou farta de dizer ao meu marido quanta sorte ele tem em me ter pedido em casamento e ainda me conseguir aguentar ao fim de mais de 11 anos de vida a dois.

Enquanto as típicas mulheres passam todo o tempo livre no shopping eu passo mal só de pensar que tenho que meter os pés num.
Mas passo efetivamente mal: dores de cabeça e até ameaços de desmaio.

Acabo por, feliz da vida, comprar o que preciso online e arranjar as unhas recostada no sofá a ver uma das minhas séries preferidas. Isto sim é qualidade e vida!


quinta-feira, 19 de abril de 2018

Filmografia



Título: A Cabana
Ano: 2017
Género: Fantasia / drama 
Duração: 2h12 min.

Realização: Stuart Hazeldine

Atores: Sam WorthingtonOctavia SpencerTim McGraw
Ratings: 6.3/10

"Uma história dramática em torno de um pai cuja filha é sequestrada e provavelmente assassinada.
Este drama, baseado na obra do escritor William Paul Young, centra-se na história de um homem que recebe um misterioso bilhete a convocá-lo para regresse à cabana onde foram encontradas as roupas ensanguentadas da sua filha, dada como desaparecida uns anos antes e provavelmente assassinada. O que ele lá vai descobrir, mudará a sua vida para sempre…." retirado de Sapomag


Para mim...
Não me lembro de ter sequer respirado enquanto vi este filme, tinha visto o trailer uns dias antes na apresentação e quando passei por ele na grelha televisiva nem hesitei.
Surpreendente história de vida, bondade de Deus e o papel da fé na vida de um homem derrotado espiritualmente e fisicamente pela tragédia de ter perdido um dos seus filhos.
Pelas críticas que li posteriormente denotei que é um filme de difícil compreensão para quem não entend,e nem está aberto a esta vertente da exploração da fé por isso não me foi difícil encontrar o livro à venda por valores irrisórios que entrará na minha lista de leituras assim que receber.
Uma história que nos faz refletir sobre a nossa fé em Deus, aceitar todas as derrotas e barreiras como um desafio para nos superarmos e que Deus está sempre do nosso lado, não para nos livrar dos momentos difíceis mas para nos ajudar em toda a caminhada.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Dia aniversário!!



9 anos!
Como é possível, quando veio viver cá para casa tinha 5 acabados de fazer e parecia um bebé (bem, vendo nessa perspetiva não mudou muito, continua a ser e portar-se como o bebé cá de casa).

Que a velhice te traga tino rapariga, que eu posso muito bem ser cardíaca.
Eu, pai, irmã, avó, avô, professora... podemos ser todos fracos de coração.

Parabéns BIA!


terça-feira, 17 de abril de 2018

Desperdício zero: Gang do balde


Alguns já vão perceber do que se trata nesta foto, descobri recentemente que afinal já existe oficialmente o "gang do balde".

Em que consiste o "Gang do balde"?

Não é mais nem menos que um conjunto de pessoas preocupadas  com o ambiente que adotaram alguns métodos para poupar o ambiente, neste caso água. Toda a água que deitamos fora no chuveiro enquanto esperamos que a água quente chega vai para o balde e posteriormente é usada na sanita poupando umas descargas.

Nesta altura do campeonato até outras águas vão lá parar, porque para ir ter à sanita qualquer uma serve...

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Menu-semana




Menu vegetariano:
  • Sopa de ervilhas
  • Sopa mexicana
  • Pataniscas de curgete com arroz branco e salada
  • Salada de massa com legumes escaldados e tofú fumado salteado em molho soja
  • Grãozada de cogumelos com arroz


Menu macrobiótico:
  • Sopa de miso: lentilhas
  • Tofú com puré batata-doce e legumes
  • Salada de feijão-frade com legumes escaldados e cevada
  • Mingau de arroz com sultanas

Extra ovo-vegetariano:
  • 3 pães de forma (pelo que me apercebi 1 de centeio, 1 integral e 1 de mistura)
  • Arroz puff com chocolate
  • Pão doce
  • Bolo de laranja com chia

sábado, 14 de abril de 2018

[ Doo wop a doo wop, shoopi doobi doo wop ]





Doo wop a doo wop, shoopi doobi doo wop

Doo wop a doo wop, shoopi doobi doo wop
Doo wop a doo wop, shoopi doobi doo wop
Doo wop a doo wop, shoopi doobi doo wop



Incrível como um refrão pode ser complicado de decorar :)

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Sexta-feira 13

Imagem retirada daqui.

Gato preto não dá azar!
Azar é mesmo não ter um... como os meus 7kg de Cascão que hoje levam mimos a dobrar.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Ovo-vegetariana: Mousse de banana




Ainda a desbravar caminho nisto das sobremesas, depois da saída da caixa a nível da alimentação na qual temos conseguido manter ovo-vegetariana mas maioritariamente vegetariana,  decidi sair novamente da minha zona de conforto e começar a experimentar sobremesas (nas quais nunca tive grande sucesso quando cozinhava um regime omnívoro por isso não se pode esperar grande coisa agora).

Mas enquanto me entretinha a rever umas revistas antigas de "Saúde à mesa" depararei-me com esta mousse de banana (ovo-vegetariana) que me assentou que nem uma luva e uma maneira de eu ir dando vazante às clara que tenho congeladas.

Ingredientes:

  • 4 bananas maduras
  • raspa de limão q.b.
  • 3 claras
  •  2 dl creme de soja (natas para pastelaria, cá em casa uso da Shoyce)
  • 1 c. sopa açúcar amarelo/mascavado ou adoçante

Preparação:

Descascar e triturar as bananas na liquidificadora juntamente com o açúcar e a raspa de limão. 
Reservar.
Bater as claras em castelo e o creme de soja em taças separadas e depois envolver muito suavemente.
Juntar por fim o puré e envolver bem.
Dispor em taças e servir com decoração a gosto.


Notas
- Para as quantidades acima deu para 5 copos bem cheios (usei copos de whisky)


quarta-feira, 11 de abril de 2018

Ligar o "complicómetro"

Confesso que um dos meus grandes problemas a nível neurológico é sofrer de ansiedade, sofro por antecipação e tenho uma larga capacidade de imaginação das 1001 possibilidades que como as coisas poderão correr.
Mas uma coisa que não faço, ou pelo menos evito de morte, é complicar.
E tenho uma grande dificuldade (e pouca paciência, muitas vezes acabando por recorrer ao mau feitio) em lidar com pessoas que complicam tudo o que é possível e imaginário.

Por isso lá estou eu hoje a sofrer de uma crise de ansiedade porque vou ter reunião logo à noite com umas dezenas de pais para a preparação da 1.ª comunhão das nossas crianças.
Tendo em conta as complicações que já ouvi "aí só faltam 3 semanas como vai ser", "aí é tão pouco tempo", "e os convidados", "os vestidos", "os meninos têm que se confessar"...

Ó por amor de Deus! E trabalhos de casa pais? Não?

Por aqui já se começou a falar disso há meses atrás, sobre a comunhão, o acto da confissão ( e de certeza que nenhum daqueles pais têm a minha filha mais nova que o padre vai precisar de tirar meio dia só para a confissão dela), vestido e sapatos já estão comprados e prontos, padrinhos a caminho de ser avisados no caso de quererem assistir, avós avisados, para as fotografias existe uma mãe e irmã... para quê complicar algo que é tão simples?

É essencialmente um momento das crianças, que pela primeira vez recebem Jesus na Eucaristia.

Não vamos desvirtuar este momento tal como tem acontecido com os batizados que mais parecem casamentos e em que os padrinhos/madrinhas nem sequer sabem o significado do papel que assumem (não de tutores ou educadores mas sim auxiliares na educação cristã das crianças, que eu saiba não meti em testamento nenhum dos padrinhos/madrinhas das minhas filhas como tutores das mesmas nem após a minha morte nem em vida... "bitaites" sobre a forma como as educo não é função deles).

Por isso lá vou eu depois de uma aula de yoga (e provavelmente 2 Xanax) consumir-me de nervos...