quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Chegou a hora

Desde "o corte" em Abril à data de hoje já devo ter cortado o cabelo umas 3 vezes, está a tornar -se viciante. 
Ainda nem há 2 meses cortei a última vez e ele cresce desenfreadamente, sem qualquer respeito pela minha vontade matriarca de ainda não o querer.


30 minutos separam esta foto destas fotos...



Ostento uma franja à Justin Bieber que decidi que vai chegar ao queixo nos próximos meses.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

15/2017




Título: Desaparecidos
Autor: Michael Grant

Pontuação: 3*

"Michael Lander é o homem mais perigoso da América. Todos os fins-de-semana pilota um dirigível da televisão sobre estádios de futebol e tem um fascínio particular por explosivos. Por essa razão, no próximo domingo, no jogo para a Supertaça, o planeta inteiro assistirá ao assassínio sangrento do presidente dos EUA e um dos maiores massacres alguma vez visto. A menos que alguém descubra os planos de Michael Lander... E o consiga abater." retirado de Alfarrabista


Para mim...
Custaram os primeiros capítulos, nunca pensei vir a ler um livro de fição sobre a Mossad e atentados terroristas, mas passada a parte inicial de história acabamos por nos embrenhar na trama e ansiar pelo desfecho.
Nunca fui fã de Hannibal nem outras histórias do autor mas devo-lhe exaltar a profundidade com que escreve.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

domingo, 12 de novembro de 2017

I feel music #45



"Heathcliff, it's me, I'm Cathy
I've come home, I'm so cold
Let me in through your window
Ooh, it gets dark, it gets lonely
On the other side from you
I pine a lot, I find the lot
Falls through without you
I'm coming back, love
Cruel Heathcliff, my one dream
My only master"

Quantas vezes não me apanho a cantarolar o refrão desta música...

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Always Bella!

DEZEMBRO!!!



E como extra Matt Lanter, que para quem não sabe concorreu para o papel de Eduard Cullen da Saga Twilight e não conseguiu o papel, posteriomente filmou o "Vampires Suck" onde encarnava a personagem de Eduard Sullen!
Personagem principal na série que seguia "Star-Crossed" e que infelizmente não foi toda passada em Portugal!

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Eles perguntam eu respondo

Porque tenho eu o vício de andar sempre em bicos dos pés?


Porque os meus pais não souberem fazer-me com os tão desejados 10 cm adicionais, fazendo de mim com uma altura abaixo da média. 
Até para estar a um balcão a tratar de um qualquer assunto tenho que me elevar para estar à altura da situação.
Mas note-se que dado a isso possuo uma musculatura dos membros inferiores bastante desenvolvida, é isso e "running"!

terça-feira, 7 de novembro de 2017

14/2017


Título: Desaparecidos
Autor: Michael Grant

Pontuação: 4*

"E, de repente, nada! Os telemóveis deixaram de funcionar assim como os computadores e todos os outros aparelhos eléctricos e electrónicos. Sem pufs, flashes, luzes ou explosões. Nada. Mas há mais: não há nenhum adulto no perturbador universo de Desaparecidos. 

Desaparecidos, do escritor norte-americano Michael Grant, é um livro inquietante sobre um mundo em que não há adultos e onde a tecnologia não funciona. A fazer lembrar Harry Potter, Stars Wars e Senhor dos Anéis, Grant estreia-se de forma auspiciosa no nosso país.

São mais de 400 páginas de pura emoção e muita expectativa que se lêem num ápice. Num mundo tão diferente daquele em que vivemos, sem muitas das comodidades que deixámos de valorizar pelo facto de não conseguirmos imaginar a vida antes delas, Desaparecidos é um livro perturbante, emocionante e, acima de tudo, muito original.

Tudo começa dentro de uma sala de aula quando, num piscar de olhos, o professor desaparece. Alarmados, os alunos saem da aula em busca do professor. É então que começam a perceber que todos os adultos desapareceram. E que estranho se torna o mundo sem adultos."
retirado de wook.pt


Para mim...

Este foi daqueles livros que tropecei nele por mero acaso, uma compra em 2.ª mão num dia menos bom em que a frase da capa me estampou um sorriso no rosto por descrever tão simplesmente o que sentia.
"E se de repente desaparecessem todos os adultos?"
E efetivamente foi isso que aconteceu, todos com mais de 15 anos simplesmente desapareceram, ficaram as crianças com bebés a seu cargo numa cidade fantasma, alguns deles desenvolvem poderes sobrenaturais, os animais também evoluem e obedecem a uma poder obscuro a que chamam de Sombra... e humanos temem o dia do seu 15º aniversário quando se esfumam se hipótese de salvação.
Sam e Caine lutam pelo poder sobre a cidade, um pelo simples poder outro pelo bem de todas as crianças e descobrem que afinal são irmão gémeos separados à nascença.
Um livro de leitura ligeira, que prende ao fim, mas sem grandes suspense ou arrebatamento.