sexta-feira, 22 de junho de 2018

7 meses depois

Pela primeira vez na minha vida tenho problemas psicológicos com o meu cabelo e um certo apego que me custa a tomar a decisão mais prática para a caminhada para Santiago que ando a preparar.

Cabelo curto seria muito mais prático, menos trabalhoso, mas... 

Depois de ter feito uma quantidade de cortes radicais por necessidade, 7 meses depois do último ele cresceu desalmadamente e está completamente selvagem.


Para quem perdeu a história aqui vai um resumo: devido ao meu problema de sangue fui sujeita a uma série de tratamentos a nível hospitalar que me fizeram o cabelo começar a cair todo, mesmo após de 6 meses de tratamento capilar intensivo ele teimava em continuar a cair e tomei a decisão hérculea de deixar de pintar e cortar quase rente.
O meu pai sempre me disse "se não morres da doença vais morrer da cura".
Mais uma fase menos boa ultrapassada e agora doí-me de morte só de pensar em voltar a cortar.

Por isso a minha mochila para Santiago pode não levar muita roupa, mas vai levar um bom champô, espuma para caracóis e sérum para pontas secas.

Karma is a bitch

Domingo à noite
"- Hugo, por favor, passa-me aquela roupa que falta na máquina de secar para já ficar arrumada."
"- São só toalhas, ninguém vai precisar delas, junta-se com a roupa da semana que vem."


Quarta-feira à noite antes do treino
"- Mas onde anda a minha toalha??"

Really?




quinta-feira, 21 de junho de 2018

Going...


Quando a minha vida nas últimas semanas e nos próximos tempos se resumem a um só objectivo.
A minha aventura de 2018 com um grupo de desconhecidos, 24h por dia durante 8 dias, a partilhar o que mais de profundo existe em nós.
Dizem que o caminho é de transformação, mágico, eu só espero que seja de limpeza, aceitação e acima de tudo uma provação a mim própria em como supero todo e qualquer obstáculo.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Nova série


Este ano tem sido sempre a dar-lhe em séries, começando agora com a 2.ª temporada de Jamestown que simplesmente adorei a 1.ª.

Isto após 1 semana em que vi a 3.ª temporada de "The Magicians" de enfiada para estar pronta para que mais viessem.


terça-feira, 19 de junho de 2018

Too quiet

Então é esta a sensação de se ter só um filho!
Meu Deus o que eu perdi...

Nos próximos 15 dias ficámos subtraídos em 1 criança (confesso que a mais barulhenta e que ocupa mais espaço) e somos pais a 200% de uma criança de 9 anos que ficou de olhos trocados quando lhe expliquei que tinha um pai e uma mãe só para ela.

E eu estou a adorar o silêncio. Quase que era capaz de me acostumar a isto mas não ter a minha parceira do crime por perto dá um vazio cá dentro.


E para onde foi a matulona?
Para casa dos avós maternos onde ela adora estar, a minha miúda adora aldeia como eu, fazer de dama de companhia do meu pai que piorou de saúde.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Menu da semana


Ali entre a limpeza da casa e o jantar, tipo naquele intervalo de poucas horas tive que fazer aparecer o menu da semana toda prontinho, por isso esta semana foi básico e tradicional.
Nunca falha!

Menu vegetariano:
  • Caldo verde
  • Sopa de ervilhas secas
  • Bolonhesa de tofú
  • Caril de legumes
  • Pataniscas de feijão verde com arroz de cenoura


Menu macrobiótico:
  • Arroz cremoso
  • Almôndegas de arroz integral com molho cenoura e legumes escaldados 
  • Cuscus com legumes salteados
  • Sopa de lentilhas

Extra vegetariano
  • 4 pães 
  • uns quantos frascos de doce de morango para a despensa

sábado, 16 de junho de 2018

Nós gostamos é do Verão



"Eu gosto é do Verão
De passearmos de p... na mão"

Como fazer uma criança macambuzia rir após um dia de merda.
Depois levo com ela a andar a cantarolar isto pela casa e este é uma ponta do icebergue de conhecimentos musicais que lhe têm sido dados a conhecer.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

E abrimos os festejos para as férias do Verão


E nós pais celebramos mais que elas, mais uma etapa concluída.
Bem ou mal passou e confesso que o ano letivo que passou foi dos mais difíceis a todos os níveis.
Entre subidas e descidas, bons e maus resultados fui surpreendida onde não esperava e desiludida a um ponto que nunca pensei chegar.
Um novo ano que temos que preparar e que dêem o seu melhor.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

11/2018



Título: A cabana
Autor: William P. Young

Pontuação: 5*


"E se Deus marcasse um encontro consigo?
As férias de Mackenzie Allen Philip com a família na floresta do estado de Oregon tornaram-se num pesadelo. Missy, a filha mais nova, foi raptada e, de acordo com as provas encontradas numa cabana abandonada, brutalmente assassinada.
Quatro anos mais tarde, Mack, mergulhado numa depressão da qual nunca recuperou, recebe um bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à malograda cabana.
Ainda que confuso, Mack decide regressar à montanha e reviver todo aquele pesadelo. O que ele vai encontrar naquela cabana mudará o seu mundo para sempre." retirado de Wook


Para mim...
Apesar da descoberta inicial (tipo 2 linhas após início da leitura) que tinha adquirido uma versão de uma editora brasileira e ter tido vontade de jogar o livro para o inferno controlei-te e aceitei como um desafio. Ler um livro em brasileiro!
Ao fim de algumas páginas já nem me fazia qualquer diferença e o livro mostrou ser tão bom quanto o filme (apesar de ter continuado a gostar mais do filme porque mexeu mais com os meus sentidos).
Quantas vezes não dizemos que Deus nos abandonou?
Que se Deus existisse evitaria todo o mal que acontece no mundo?
E se Deus não existisse para nos criar uma vida perfeita e nos salvar de todos os desgostos que possamos ter que ultrapassar. Mas sim aprender com cada desafio a viver no seu amor e que ele está ao nosso lado em cada etapa da nossa vida...
Este é um livro que deveria ser lido por toda a gente.